12 Lugares para você visitar em Hiroshima!

Lugares para visitar em Hiroshima

Hiroshima terá sempre seu nome associado ao lançamento da primeira bomba atômica em 6 de agosto de 1945. No entanto, apesar desse evento devastador – uma tragédia que destruiu grande parte da cidade, matando cerca de 260 mil pessoas e ferindo outras 160 mil – Hiroshima é um lugar notável que abriga uma série de atrações imperdíveis.

Muitas pessoas acreditavam que Hiroshima seria inabitável por muitas décadas após o bombardeio atômico, mas não foi isso que aconteceu. Conhecida como a “capital da paz”, Hiroshima foi reconstruída e hoje é considerada uma das cidades mais bonitas do Japão. Conheça alguns lugares que você precisa visitar quando estiver nessa cidade.

1. Parque Memorial da Paz

Criado para simbolizar a paz, o Parque Memorial da Paz de Hiroshima (Hiroshima Heiwa Kinen Kōen) homenageia as muitas vítimas do primeiro ataque nuclear do mundo em agosto de 1945. Localizado no epicentro da explosão, o parque inclui uma variedade de monumentos importantes, memoriais e museus relacionados aos eventos desse dia fatídico.

Atrai mais de um milhão de visitantes por ano. Além dos belos jardins, outras atrações incluem o Museu Memorial da Paz e a Chama da Paz, além da Cúpula da Bomba Atômica que originalmente era a antiga Câmara de Indústria e Comércio. Conhecido como Genbaku Dome, o edifício em ruínas foi registrada como Patrimônio Mundial da UNESCO em 1996.

Essa foi a única estrutura a ficar em pé após o bombardeio atômico. A estrutura metálica da cúpula ainda permanece da mesma maneira que há 70 anos. Há também o Monumento da Paz das Crianças em homenagem à Sadako Sasaki, uma garota de 12 anos, vítima da bomba atômica que tornou-se símbolo da esperança ao tentar dobrar mil origamis de tsurus.

Endereço: 1 Nakajima-cho, Naka Ward, Hiroshima, Província de Hiroshima 730-0811 Japão [Mapa]

2. Castelo de Hiroshima

O Castelo de Hiroshima, também conhecido como Castelo da Carpa, foi construído em 1589 por Mori Terumoto, um senhor feudal. A torre do castelo desintegrou-se com a bomba atômica, mas o exterior foi restaurado em 1958. 400 anos depois da sua construção original, o castelo foi renovado em 1989 e atualmente funciona como um museu de cultura samurai.

O castelo está situado perto do centro da cidade e é usado como área de recreação para os moradores. As águas do Rio Kyou Ota-gawa fluem no seu fosso interior. No interior do castelo, os visitantes podem experimentar trajes tradicionais de samurai e tirar fotos. A partir do alto da torre obtêm-se uma excelente vista de Hiroshima, o porto e a ilha de Miyakojima.

Hiroshima-jo é também um dos melhores lugares da cidade para ver as flores de cerejeiras e de ameixa entre os extensos jardins do castelo. Lá também encontra-se três árvores que sobreviveram à explosão atômica – um salgueiro, um azevinho e um eucalipto – além de um bunker de concreto que foi usado para transmissões de rádio após o bombardeio.

Endereço: 21-1 Motomachi, Naka Ward, Hiroshima, Província de Hiroshima 730-0011 Japão [Mapa]

3. Santuário Ilha de Itsukushima

Miyajima, a Ilha que é considerada um Santuário xintoísta, é um dos locais costeiros mais importantes (e mais visitados) do Japão. Abrangendo cerca de 30 quilômetros quadrados da Baía de Hiroshima, a ilha é famosa pelo santuário de Itsukushima, dedicada às princesas Ichikishimahime, Tagorihime e Tagitsu-hime, filhas do deus Shinto do vento Susanoo.

Os edifícios do santuário se erguem das águas de uma pequena baía e, na maré alta, parecem flutuar na água. Os destaques do santuário incluem o Honden (Main Hall); Salão das ofertas (Heiden); o Salão de Oração (Haiden); o Hall of a Thousand Mats (Senjokaku); e, no extremo distante, o palco (Takabutai) usado para danças de culto (Bugaku, Kagura).

Certifique-se de passar algum tempo explorando a ilha, famosa por seus requintados jardins repletos de cervos selvagens, mas ao mesmo tempo amigáveis. Miyajima também é conhecida em todo o país como sendo um dos melhores locais para ver a mudança de cores das folhas de outono. A ilha pode ser alcançada a partir de uma viagem de 10 minutos de balsa.

4. Shukkei-en Garden

À beira do rio Ōta encontra-se o belo jardim Shukkei-en, um oásis de paz e tranquilidade construído por Asano Nagaakira em 1620. Shukkeien pode ser traduzido como “jardim de cenário encolhido” e isso é exatamente que ele representa, já que foi inspirado no famoso jardim paisagístico Lago Oeste de Hangzhou, antiga capital chinesa da Dinastia Sung.

Foi aberto ao público em 1940 e, apesar dos fortes danos causados ​​pelo ataque nuclear de 1945, os jardins foram restaurados e abertos novamente em 1951. No local, encontramos muitas trilhas de caminhada com inúmeras pontes sobre piscinas e córregos. Destaque também para as diferentes flores que florescem de acordo com as estações.

De dezembro a fevereiro, o jardim é repleto de camélias e flores de ameixas. De março a maio, você verá flores de cerejeira e rododendros e de junho a agosto, você ficará impressionado com a beleza das flores de lótus, íris e hortênsias. Durante os meses de outono, de setembro a novembro, o parque será preenchido com camélias e lindas folhas vermelhas.

Endereço: 2-11 Kaminoboricho, Naka Ward, Hiroshima, Província de Hiroshima 730-0014 Japão [Mapa]

5. Museu Memorial da Paz de Hiroshima

O Museu Memorial da Paz de Hiroshima é uma atração imperdível para quem quer saber sobre o bombardeio atômico que dizimou a cidade em 1945. Com suas muitas exposições focadas no bombardeio atômico da cidade, bem como inúmeras exposições sobre a questão da paz mundial, o Museu Memorial da Paz recebe mais de um milhão de visitantes todos os anos.

Composto por dois edifícios, o museu contém inúmeras exposições gráficas que transmitem a verdadeira realidade do bombardeio atômico. O prédio leste, mostra Hiroshima antes e depois do bombardeio, enquanto que o edifício oeste concentra-se nos eventos desse fatídico dia de agosto. Ideal para quem deseja saber mais sobre as causas da guerra e suas consequências.

Os detalhes pessoais exibidos são bastante perturbadores e serve para nos lembrar da importância da paz mundial. No museu há guias voluntários, disponíveis das 10:30 ~ 15:30 diariamente. A visita guiada geralmente leva cerca de 1 hora. Você também pode alugar um guia de áudio por 300 ienes, disponível em 16 idiomas diferentes, incluindo português.

Endereço: 1-2 Nakajima-cho, Naku-ku, Hiroshima, Chugoku 7300811, Japão [Mapa]

6. Catedral Memorial da Paz Mundial

O Catedral Memorial da Paz Mundial é uma das maiores igrejas católicas romanas da Ásia. Foi construída em 1954 por iniciativa de um sacerdote jesuíta alemão chamado Hugo Lassalle, que foi um dos estrangeiros que vivenciou a explosão da bomba atômica.

Havia uma catedral católica no mesmo local, mas foi destruída na explosão da bomba atômica em 1945. O arquiteto do novo projeto foi feito por Togo Murano e Masashi Kondo. A catedral está situada entre o Parque Memorial da Paz e a Estação JR Hiroshima.

O edifício foi erguido especialmente com ajuda de contribuições enviadas por vários países do mundo e representa a união das nações em prol de Hiroshima. Os quatro sinos da catedral na torre de 46 metros de altura, foi doado pela cidade alemã de Bochum; o esplêndido órgão, da cidade de Colônia; as portas de bronze de Düsseldorf; e o altar restaurado pela Bélgica.

Endereço: 4-42 Noboricho, Naka Ward, Hiroshima, Província de Hiroshima 730-0016, Japão [Mapa]

7. Os templos Mitaki-dera e Fudoin

Dos muitos templos históricos de Hiroshima, um dos mais atraentes é o Mitaki-dera. Originalmente construído em 809 dC e reconstruído após a guerra, o templo é famoso por seus jardins, que ficam esplêndidos especialmente durante o outono. Situado ao pé do Monte Mitaki, o templo é notável por seu pagoda vermelho laqueado, Tahoto e cachoeiras nos arredores.

Também vale a pena visitar o Templo de Fudoin, um excelente exemplo da arquitetura do período Muromachi (entre os séculos XIV e XVI), designada como um tesouro nacional e que destaca-se pelo seu Salão Principal que contém uma estátua esculpida.

Endereço (Templo Mitaki-dera): 411 Mitakiyama, Nishi Ward, Hiroshima, Província de Hiroshima 733-0805, Japão [Mapa]
Endereço (Templo Fudoin): 3 Chome-4-9 Ushitashinmachi, Higashi Ward, Hiroshima, Província de Hiroshima 732-0068, Japão [Mapa]

8. Museu de Arte de Hiroshima e Outras Galerias

Composto por oito galerias, o Hiroshima bijutsukan (Museu de Arte de Hiroshima) é apenas uma das inúmeras galerias de arte que vale a pena visitar em Hiroshima.

Os destaques incluem uma coleção de pinturas de artistas europeus como Monet, Renoir, Degas, Maillol e Picasso, representantes de movimentos importantes como romantismo e impressionismo. Há também galerias com artistas japoneses famosos como Ryohei Koiso e Yuzo Saeki.

Certifique-se também de visitar o Hiroshima Kenritsu Bijutsukan (Museu de Arte da Prefeitura de Hiroshima), inaugurado em 1968 e focado no trabalho de artistas locais, incluindo coleções de arte relacionadas ao bombardeio atômico, bem como uma galeria para crianças.

O Hiroshima-shi Gendai Bijutsukan (Museu de Arte Contemporânea da Cidade de Hiroshima) repleto de exposições permanentes e temporárias também vale a pena ser visitado.

Endereço (Museu de Arte de Hiroshima): 3-2 Motomachi, Naka Ward, Hiroshima, Província de Hiroshima 730-0011, Japão [Mapa]
Endereço (Museu de Arte da Prefeitura de Hiroshima): 2-22 Kaminoboricho, Naka Ward, Hiroshima, Província de Hiroshima 730-0014, Japão [Mapa]
Endereço (Museu de Arte Contemporânea da Cidade de Hiroshima): 1-1 Hijiyama Koen, Minami-ku, Hiroshima 732-0815 Japão [Mapa]

9. Museu de Transportes da Cidade de Hiroshima

Além de muitos museus que lidam com a guerra e a paz, Hiroshima é o lar de muitos outros museus interessantes. Um dos mais populares é o Hiroshima-shi Kōtsū Kagakukan (Museu de Transportes da Cidade de Hiroshima) com uma incrível coleção de bondes antigos, incluindo o famoso “A-Bomb Tram” que sobreviveu à devastação de 1945.

Uma visita ao Hiroshima-shi Kodomo Bunka Kagakukan (Museu Infantil de Hiroshima) deixará seus filhos entretidos durante horas com suas exposições interativas e Planetário. Tem ainda o Hiroshima-shi Ebayama Kishōkan (Museu de Meteorologia de Hiroshima City Ebayama), um lugar divertido para explorar o clima e seus efeitos.

No Museu de História e Artesanato Tradicional da Cidade de Hiroshima há exposições relacionados à indústria local e à agricultura. Já para quem curte carros, vale a pena fazer uma visitinha ao Museu Mazda, uma fabricante de veículos japonesa fundada em 1920.

Endereço (Museu de Transportes da Cidade de Hiroshima): 2 Chome-12-2 Chorakuji, Asaminami Ward, Hiroshima, Província de Hiroshima 731-0143, Japão [Mapa]
Endereço (Museu Infantil de Hiroshima): Motomachi Naka Ward, Hiroshima, Província de Hiroshima, 730-0011, Japão [Mapa]
Endereço (Museu de Meteorologia de Hiroshima City Ebayama): 1 Chome-40-1 Ebaminami, Naka Ward, Hiroshima, Província de Hiroshima 730-0835, Japão [Mapa]
Endereço (Mazda Museum): 3-1 Shinchi, Fuchu-cho, Aki-gun, Província de Hiroshima 730-8670 Japão [Mapa]

10. Hiroshima City Asa Zoological Park

O Zoológico Asa de Hiroshima foi inaugurado em 1971 e oferece diversas atrações para crianças e adultos. Com uma área de cerca de 124 hectares, o zoológico abriga 170 espécies de animais, incluindo espécies nativas, como pandas vermelhos e salamandras gigantes japonesas, além de animais africanos, incluindo leões, girafas e rinocerontes.

Aproximadamente 1500 animais e 5000 peixes de 15 espécies diferentes podem ser encontrados no local. Há ainda boas trilhas para caminhadas. Durante o verão, há ainda os safáris noturnos especiais. Localizado nos subúrbios da cidade de Hiroshima, o zoológico é facilmente acessível a partir do centro da cidade através dos transportes públicos.

Endereço: Asacho Oaza Dobutsuen, Asakita Ward, Hiroshima, Província de Hiroshima 731-3355 Japão [Mapa]

11. Hondori Street

Hondori Street é uma rua comercial situada bem no coração do centro da cidade de Hiroshima, próxima ao Hiroshima Peace Memorial Park. Hondōri prosperou no início do século 20, e hoje é repleta de lojas e restaurantes. É um excelente lugar para comprar lembrancinhas e comer uma das principais especialidades de Hiroshima: o Hiroshima Style Okonomiyaki.

Os melhores restaurantes de Onomiyaki estão concentrados em Okonomimura, uma pequena área ao sul do extremo leste de Hondori. Apesar do okonomiyaki ser o carro chefe, Okonomimura tem muitos outros tipos de restaurantes e é um lugar conveniente para fazer uma pausa nos passeios ao redor do centro da cidade e degustar de uma boa comida local.

Endereço: Hondori, Naka Ward, Hiroshima, Província de Hiroshima 730-0035, Japão [Mapa]

12. Taishaku Valley

Taishaku Valley, Hiroshima

O Vale de Taishaku está localizado no Rio Taishaku e é um parque nacional situado na província de Hiroshima com cerca de 18 km de extensão. Há uma ponte natural de pedra calcária chamada On-bashi, moldada devido à erosão fluvial. As corredeiras Dangyokei oferecem um lindo cenário, especialmente durante a primavera e o outono.

Taishaku foi selecionado como um dos 100 lugares mais bonitos do Japão e é conhecido como um das paisagens mais bonitas de Hiroshima, ao lado do desfiladeiro Sandankyo em Akiota-cho. O vale tem muitas trilhas para caminhada, além do belíssimo Lago Shinryu-ko.

Endereço: Nagano, Jinsekikogen, Distrito Jinseki, Província de Hiroshima 729-3602, Japão [Mapa]

Hiroshima é linda demais não é mesmo? E aí? Já teve oportunidade de visitar alguns desses locais em Hiroshima? Qual gostou mais? Deixe seu comentário abaixo!

Fontes: planetware.com, Japan Guide

Quer Aprender Japonês?

2 Comentários

  1. fernando

    Olá…boa tarde.
    Sempre leio os artigos postados…mas essa matéria sobre Hiroshima realmente me deixou muito feliz, pois a considero minha cidade do coração…pois lá vivi por quase 8 anos e tenho lembranças muito boas de tudo que passei por lá
    Abraços.

  2. Edite Nunes Costa

    Lindos lugares que a minha amiga Odete me enviou, adorei obrigado pela beleza que me deu a conhecer e realmente maravilhoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *