14 Incríveis Cenários de Neve para Conhecer no Japão

incríveis cenários de neve no Japão

O Japão é um país abençoado, que oferece uma variedade de paisagens fantásticas no decorrer das quatro estações. No inverno, não podia ser diferente. Apesar do vento gelado que arrepia até a alma, vale a pena apreciar esses belos lugares cobertos de neve.

1. Santuário Kifune (Kyoto)

twitter/@masako0105

O Santuário de Kifune-jinja (貴船神社) está localizado em Kibune, uma região montanhosa ao norte de Kyoto. O santuário tem mais de 1600 anos e é dedicado aos deuses da água e da chuva. Nos tempos antigos, era visitado não só pela aristocracia japonesa como também pelos camponeses que vinham homenagear os deuses e pedir por chuva e boas colheitas.

Segundo uma lenda, uma deusa viajou por um rio em um barco de Osaka até as montanhas ao norte de Kyoto, e o Santuário de Kifune foi construído no local onde seu barco chegou. Uma grande rocha no local ficou conhecida como a pedra do barco, que segundo a lenda seria o local exato onde supostamente o barco em que a deusa navegava está enterrado.


Link do vídeo (YouTube)

Endereço: 180 Kurama-kibune-cho, Sakyo-ku, Kyoto [Mapa]
Telefone: 075-741-2016

2. Kinkakuji (Kyoto)

incríveis cenários de neve no Japão

Kinkakuji (金閣寺), também conhecido como “Pavilhão Dourado”, é um templo zen situado ao norte de Kyoto. É famoso pelo fato de que seus dois andares superiores são cobertos por folhas de ouro. Formalmente conhecido como Rokuonji, o templo era antiga casa do shogun Ashikaga Yoshimitsu, tornando-se um templo zen da seita Rinzai após sua morte em 1408.

Kinkakuji foi a inspiração para a construção do Ginkakuji (Pavilhão Prateado) algumas décadas depois, construído pelo neto de Yoshimitsu, Ashikaga Yoshimasa. Kinkakuji é uma estrutura impressionante construída com vista para uma grande lagoa. Foi destruído e queimado várias vezes ao longo de sua história. A estrutura atual foi reconstruída em 1955.


Link do vídeo (YouTube)

Endereço: 1 Kinkakujicho, Kita, Kyoto, Kyoto 603-8361 [Mapa]
Telefone: 75-461-0013

3. Rota Alpina Tateyama Kurobe (Toyama)

tiewyeepoon.com

A rota alpina Tateyama Kurobe (立山黒部 アルペンルート) é uma rota única e espetacular através dos Alpes do Norte do Japão. Concluído em 1971, a rota conecta a cidade de Toyama (província de Toyama), com a cidade de Omachi (província de Nagano). A estrada possui ao todo 90 quilômetros de extensão e oferece uma vista paradisíaca dos Alpes.

No entanto, essa rota se destaca por um trecho de apenas 500 metros chamado Yuki no Otani (雪の大谷). O curto trajeto é cercado por uma ‘parede’ de neve que mede entre 6 e 20 metros de altura e encanta turistas com sua beleza ímpar. No entanto, vale lembrar que a rota é fechada anualmente entre os meses de dezembro e março, devido às fortes nevascas.


Link do vídeo (YouTube)

Endereço: Ashikuraji, Tateyama-machi, Nakaniikawa-gun, Toyama-ken [Mapa]

4. Ginkakuji (Kyoto)

blog.goo.ne.jp

Ginkakuji (銀閣寺), também conhecido como “Pavilhão Prata”, é um templo zen situado ao longo das montanhas orientais de Kyoto (Higashiyama). Foi construído em 1482 pelo shogun Ashikaga Yoshimasa como casa de campo, inspirando-se no Kinkakuji, construído por seu avô em Kitayama, localizado próximo às montanhas do norte de Kyoto.

A casa de campo foi transformado em um templo zen após a morte de Yoshimasa em 1490. O shogun Ashikaga Yoshimasa era obcecado por arte. Por este motivo, Ginkakuji tornou-se um centro da cultura contemporânea, conhecido como Cultura de Higashiyama que contrastava com a Cultura Kitayama do Kinkakuji, que enaltecia a arte aristocrática dos tempos de seu avô.

A Cultura Higashiyama teve um amplo impacto em todo o país. As artes desenvolvidas e refinadas incluíam cerimônia do chá, Ikebana (arranjo de flores), teatro noh, poesia, design de jardim e arquitetura. Apesar do nome, o Pavilhão de Prata nunca foi coberto de prata. O nome é apenas uma forma encontrada para diferencia-lo do Ginkakuji (Pavilhão Dourado).


Link do vídeo (YouTube)

Endereço: 2 Ginkakujicho, Sakyo Ward, Kyoto, Kyoto [Mapa]
Telefone: 75-771-5725

5. Castelo de Hirosaki (Aomori)

ihdimages.com

Castelo de Hirosaki (弘前城), ou Hirosakijō como também é chamado, foi construído em 1611 pelo clã Tsugaru, que dominava a metade oeste da atual província de Aomori. Considerado Tesouro Nacional do país, o castelo está localizado no Parque de Hirosaki, um espaçoso parque público de cerca de 0,6 quilômetros quadrados com mais de 2.600 cerejeiras.

Como podemos supor, é considerado um dos melhores locais no Japão para apreciação das cerejeiras durante o “hanami”, um dos mais celebrados matsuris da “Terra do Sol Nascente”. Mas durante o inverno, o castelo também revela uma beleza ímpar e contrastante.


Link do vídeo (YouTube)

Endereço: 1 Shimoshiroganecho, Hirosaki, Aomori 036-8356 [Mapa]
Telefone: 172-33-8739

6. Canal de Otaru (Hokkaido)

hokkaido-labo.com

Otaru (小樽) é uma cidade pequena, não muito longe da capital Sapporo. Possui um porto marítimo e um canal que antigamente era usado por pequenos barcos para entregavar mercadorias nos armazéns ao longo do canal. Mais tarde, quando tornou-se obsoleto, o governo local pensou em aterra-lo, mas os cidadãos quando souberam disso, intervieram.

Os armazéns transformaram-se em museus e restaurantes e atrai muitos restaurantes, assim como o “Otaru Yuki Akari no Michi” (小樽雪あかりの路), um festival de inverno realizado no mês de fevereiro em que a cidade é decorada com luzes e pequenas estátuas de neve por dez dias. O ar romântico e aconchegante de Otaru realmente tem o dom de encantar os turistas.


Link do vídeo (YouTube)

Endereço: Minatochō, Otaru, Hokkaido,047-0007 [Mapa]
Telefone: 134-32-4111

7. Ginzan Onsen (Yamagata)

Wikimedia Commons

Ginzan Onsen (銀山温泉) é uma famosa e isolada cidade de águas termais em Obanazawa, situada nas montanhas da província de Yamagata. A cidade cresceu em torno de uma mina de prata, no entanto, hoje em dia é mais conhecido como uma das mais bonitas cidades onsen do Japão com um ryokan tradicional e histórico, alinhado ao longo do rio.

No inverno, a área é transformada no cenário perfeito, digno de um cartão postal. Quem a visita, sente-se como dentro de uma cena de um filme de época japonesa. Aliás, o local tornou-se nacionalmente famoso como cenário para o drama de televisão Oshin. Além disso, há outras atrações como o Shirogane Park e o Nobezawa-Ginkodo (caverna de mina de prata).


Link do vídeo (YouTube)

Endereço: Ginzanshinbata chinai, Obanazawa, Yamagata 999-4333 [Mapa]
Telefone: 237-28-3933

8. Lago Hyoko (Niigata)

enjoyniigata.com

O lago Hyoko (瓢湖) está localizado na cidade de Agano, em Niigata. Trata-se de um sítio importante para pesquisadores e observadores de aves. Isso porque milhares de cisnes migratórios voam para o local todos os anos, fugindo do frio rigoroso da Sibéria. Turistas visitam o local entre os meses de novembro e março a fim de assistir esse incrível espetáculo.

A área ao redor do lago é considerado um rico parque natural, de grande beleza, especialmente no inverno. O Lago Hyo abrange uma área de 281 hectares e tem cerca de 2 metros de profundidade. Na verdade, trata-se de uma represa criada em 1639 (período Edo) para fins de irrigação, mas que hoje possui um valor especial como recurso natural em Niigata.


Link do vídeo (YouTube)

Endereço: 313-1 Suibara, Agano City [Mapa]
Telefone: 0250-62-2510

9. Tsurui (Hokkaido)

Tsurui (鶴居村) é uma pequena aldeia localizada a cerca de 30 minutos de carro do aeroporto de Kushiro. É considerado um lugar muito remoto, mas que atrai milhares de visitantes todos os anos para ver os grous de coroa vermelha. Essas aves são consideradas as mais raras do mundo, e escolheram justamente esse magnifico lugar para chamarem de seu.

A primavera em Tsurui começa em maio, quando cerejeiras começam a florescer. Após um longo e severo inverno, Tsurui ganha vida.

O Pântano Kushiro, que se estende por 183 km de quilômetros quadrados, vai dando lugar ao verde ao invés da neve. É também durante a primavera que os grous se reproduzem, dando a luz a seus descendentes.

No verão, o Pântano agora é coberto de verde, fazendo um contraste maravilhoso com o azul dos rios que serpenteiam em toda sua enorme área. No outono, as montanhas exibem suas folhas de outono em vários tons deslumbrantes de vermelho e amarelo. Já durante o inverno, uma espessa neve cobre o chão e os grous fazem uma bela dança do acasalamento.


Link do vídeo (YouTube)

Tsurui city, Distrito de Akan, Hokkaido [Mapa]

10. Terraços de arroz em Tokamachi (Niigata)

jnize.com

Tokamachi (十日町市) é uma cidade japonesa localizada na província de Niigata que oferece belos cenários em todas as estações. No inverno, no entanto, os terraços de arroz ficam cobertos de neve, criando uma paisagem maravilhosa. As florestas e bosques circundantes, o sopro da natureza parece quase expirar sob a forma de um névoa misteriosa.


Link do vídeo (YouTube)
Tokamachi city, Niigata [Mapa]

11. Hakuba (Nagano)

hakuba.blog

Hakuba (白馬村) está localizado em Nagano e é famoso por seus resorts e estações de ski. No local encontramos diversos alojamentos que vão de simples a luxuosos, além de ser considerado um local excelente para as famílias que tem crianças. O suntuoso Hotel Green Plaza Hakuba localizada na estação Cortina Ski Resort é um dos mais populares.

A paisagem em torno do hotel, rodeado por pelas montanhas do norte dos Alpes do Japão, é realmente magnífica. Está localizado a apenas uma hora e meia da estação de Nagano, e a menos de 30 minutos da cidade de Hakuba. O Hotel Green Plaza HAKUBA chama a atenção por seu estilo norte europeu e seu telhado vermelho, que faz um belo contraste com a neve.


Link do vídeo (YouTube)

Hakuba city, Nagano [Mapa]

12. Uonuma (Niigata)

Uonuma (魚沼市) é uma cidade japonesa localizada na província de Niigata, perto da fronteira com a província de Fukushima. O local é conhecido por ser um destino popular de inverno. Existem 6 resorts de esqui e snowboard espalhados pelas montanhas de Uonuma e as pessoas que visitam o local tem o privilégio de ver uma bela paisagem de inverno.


Link do vídeo (YouTube)

Uonuma City, Niigata [Mapa]

13. Rausu fishing village, Hokkaido

lonelyplanet.com

Rausu (羅臼町) é uma pequena cidade localizada de frente para o Estreito de Nemuro, ao sul da península de Shiretoko, província de Hokkaido. Com cerca de 5 mil habitantes, a cidade sobrevive da pesca e turismo. A palavra “Rausu” é originária da palavra Ainu Raushi, que significa “Terra baixa” ou “Lugar de homens com espírito bestial”.

A Ilha Kunashiri, que foi ocupada pelos russos desde a Segunda Guerra Mundial e cuja disputa territorial ainda não foi resolvida, pode ser vista da costa. Segundo os moradores, é possível ouvir os sons dos habitantes russos transportados pelo vento, todas as manhãs.

Rausu atrai pessoas por muitas razões. Os entusiastas da natureza vêm durante o verão para observar baleias e ursos marrons, bem como cervos e raposas. Durante o inverno, a cidade fica coberta de neve e o mar fica coberta com uma camada de gelo. É possível ainda fazer um cruzeiro para ver golfinhos e a Águia-marinha-de-Steller, a maior águia do mundo.


Link do vídeo (YouTube)

Rausu, Distrito de Menashi, Hokkaido [Mapa]

14. Monstros de Gelo de Zao (Hokkaido)

scoutski.com

Todo inverno, na conhecida estância de esqui Zao Onsen na Província de Yamagata, você pode testemunhar um fenômeno raro e ao mesmo tempo espetacular chamado Juhyo (Monstros de Gelo). Devido a condições climáticas bastante extremas, as árvores ficam cobertas de neve e ganham formas curiosas, onde são associadas com esculturas de monstros.

O local é conhecido por ser uma famosa área de esqui, mas você não precisa esquiar para ver de perto este fenômeno. Basta pegar um teleférico e fazer um passeio sobre eles! A melhor época para ver os “Ice Nonsters” é em meados de fevereiro. A vista vale a pena também ao anoitecer, pois os “monstros de neve” ganham iluminações especiais.


Link do vídeo (YouTube)

Endereço: Zaoonsen, Yamagata, Yamagata ken 990-2301 [Mapa]
Telefone: 23-694-9328

Quer Aprender Japonês?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *