6 Passos para tornar-se fluente em japonês

📩 Clique aqui para receber nossos artigos por email!

6 passos para aprender japonês

6 Passos para tornar-se fluente em japonês

Atualmente, um grande número de pessoas estão interessadas em aprender a língua japonesa. Cada pessoa tem seus motivos específicos. Alguns porque moram no Japão, outros porque pretendem morar em breve. Há ainda aqueles que não tem nenhuma descendência japonesa mas que mesmo assim são totalmente apaixonados pela cultura nipônica, seja ela pop ou tradicional.

As razões não importam. A verdade é que qualquer pessoa pode aprender japonês. E os benefícios são muitos. O idioma é uma das maiores barreiras para as pessoas que moram ou que sonham um dia morar no Japão. Por isso, quando conseguimos vencer essa barreira, temos a oportunidade de conhecer o Japão profundamente e usufruir de sua cultura da forma mais genuína possível.

Com o domínio da língua, temos mais facilidades em conseguir um trabalho em uma boa empresa japonesa ou de estudar em algumas das muitas universidades do Japão. Imagine-se lendo mangás em japonês ou assistindo a animes e filmes japoneses sem legenda. Bom demais não é mesmo?!

Ao aprendermos japonês, passamos a ter acesso a um mundo de conhecimento e informação produzido no Japão. Mas como faço para aprender japonês? Por onde começo? Resolvi compartilhar os 6 passos essenciais para quem deseja realmente tornar-se fluente na língua japonesa.

1. Se apaixone de verdade pelo idioma

São muitos os motivos que levam uma pessoa a querer aprender o japonês. Muitas pessoas tem interesse por se tratar de um idioma desafiante e muito diferente do nosso português. Já outras, não são movidas tanto pela paixão ou pelo desafio. Na verdade se sentem obrigadas a aprender japonês por imposição do trabalho ou até mesmo da família. Mas, não importa qual seja o motivo…

Se você quer ou precisa aprender japonês, será muito mais fácil aprender se você gosta e se interessa de verdade pelo idioma. Se ainda não se sente motivado suficiente, procure encontrar algo dentro dos seus interesses que desperte a paixão de aprender e ser fluente em japonês. Quando fazemos algo com paixão e não por obrigação, esse algo torna-se muito, muito mais prazeroso. 🙂

2. Aprenda o Kana (Hiragana e Katakana)

O sistema básico de escrita japonesa é Kana, incluindo katakana e hiragana. Tente praticar as 46 letras básicas de hiragana. Depois que estiver bem afiado no hiragana, comece a praticar o katakana. As duas escritas tem algumas semelhanças entre elas o que ajuda a assimilar mais facilmente.

Para reforçar o seu conhecimento de kana, tente escrever e ler algumas palavras em japonês diariamente, nem que seja 15 minutinhos por dia. Desta forma você também irá melhorar seu vocabulário. Esse é o princípio para quem deseja aprender japonês e ser fluente neste idioma.

3. Pratique a Pronúncia

Quando falamos japonês, devemos prestar atenção na pronúncia, incluindo vogais longas e consoantes duplas. Aprender pronúncia será mais eficiente após você ter assimilado o alfabeto japonês (hiragana e katakana). Conheço pessoas que aprenderam a falar japonês, mesmo sem muito conhecimento da escrita e da leitura. Mas, o ideal é desenvolver os três pilares:

1) Escrita, 2) leitura e 3) pronúncia. E para desenvolve-los, é necessário praticá-los. No caso da pronúncia, é importante conversar com nativos ou com outras pessoas que falam japonês ou então ouvir mídias em japonês como músicas, doramas, filmes, podcasts, programas de TV ou animes. Se possível, utilize fones de ouvido para que assim consiga captar melhor as nuances fonéticas.

4. Compreenda a gramática

Depois de ter aprendido a ler e escrever algumas palavras japonesas, o próximo passo é criar e entender frases em japonês. Mas, pra isso é necessário aprender a gramática. A boa notícia é que a língua japonesa é simples e flexível, não existe diferença entre os singulares e plurais, ou gêneros gramaticais. As coisas mais importantes que você deve entender são:

– Os verbos não mudam, não importa se a frase está na primeira ou terceira pessoa, plural ou singular.

– As partículas dependem da palavra que está relacionada a ela. Por exemplo, “wa” indica sentença de tópico, “ka” indica pergunta, o “ga” indica assunto e assim por diante.

– Compreender o sufixo. Masculino, Feminino e as pessoas com posição mais elevada têm sufixo diferente. Por exemplo, o “kun” é um sufixo muito usado no final dos nomes masculinos (geralmente amigos íntimos ou crianças) e “san” é usado no final de nomes femininos e masculinos e trata-se de uma maneira mais formal e respeitosa para se referir à alguém (semelhante ao Sr. ou Sra).

5. Construa frases mais elaboradas

Nesse meio tempo, você aprendeu muitas palavras, criou pequenas frases, mas agora é hora de tentar construir uma frase mais elaborada. Antes de tudo, certifique-se de compreender a gramática, porque essa é a parte mais importante na construção de um frase. Comece com um parágrafo simples, contando sobre suas atividades diárias, da hora que acorda até a hora que vai dormir.

Crie o hábito de escrever todos os dias, como se fosse um diário. Você vai perceber que a sua capacidade em relação à língua japonesa irá melhorar substancialmente ao longo do tempo.

6. Aprenda Kanji de forma prática

Esta é com certeza a parte mais difícil do aprendizagem de japonês: Kanji. Existem aproximadamente 2 mil kanjis que são usados pelos japoneses. É possível aprender todos eles, mas é necessário tempo e dedicação. A sorte é que existem várias dicas que você pode usar para aprender Kanji:

– Os Kanji que são utilizados em japonês estão classificados em diferentes níveis de JPLT N1-5 (Nihongo Nouryoku Shiken), sendo que o mais fácil é o N5 (100 Kanji e 800 Vocabulários). Você pode aprender os kanjis seguindo esta ordem, do mais fácil ao mais difícil. Se quiser fazer download, confira este site.

– Muitos preferem aprender kanji, associando-os com imagens tal como sugere a pictografia de kanji. Um exemplo é o kanji de Hito (人). É uma boa forma de aprender e assimilar alguns kanji, embora nem todos possuem formas semelhante ao seu significado. De qualquer maneira é muito inspirador.

– Outra forma de aprender kanji é utilizar flashcards ou anki. Para saber mais sobre o anki, veja este artigo. Quanto aos flashcards, você vai encontrar muitos para treinar neste site. Pode ter certeza de que essas são as melhores maneiras de memorizar os kanji e não esquece-los logo depois.

Como Aprender Japonês de forma eficiente?

A chave para aprender japonês é estar sempre escrevendo, lendo e praticando. Sem essas três coisas é impossível tornar-se fluente em japonês. E para conseguir isso, é necessário dedicação e o mais importante, não desistir no meio do caminho.

Embora o Brasil seja um país que receba muita influência do Japão, especialmente por possuir a maior comunidade de descendentes de japoneses, são poucas as pessoas no país que realmente são fluentes na língua japonesa.

Se você já tentou aprender japonês diversas vezes e não conseguiu, não se culpe. A culpa na verdade é dos métodos convencionais de ensino que não funcionam pra você e nem para a maioria das pessoas. Aprendendo a utilizar as ferramentas certas, é possível ir muito longe no aprendizado do japonês.

Participe da 9° Semana da Língua Japonesa:

A partir do dia 02 de junho (sexta-feira), o sensei Luiz Rafael do Aulasdejapones.com.br, lançará uma série de vídeos chamada “9° Semana da Língua Japonesa”. Será uma semana de puro conteúdo sobre a língua japonesa e as melhores ferramentas para aprender japonês. Durante o curso, o sensei também responderá as dúvidas dos alunos que forem surgindo.

Depois dessa semana de aulas gratuitas, você terá a opção de prosseguir com o curso com a abertura de matrículas da nova turma do Programa Japonês Online. Mas caso você decida não prosseguir, não se preocupe! Só com as dicas das videoaulas gratuitas já será possível sentir uma transformação na maneira como você enxerga o ensino de língua japonesa.

Essa oportunidade só acontece duas vezes ao ano. Por isso, aproveite a chance, inscreva-se agora mesmo para participar da “9° Semana da Língua Japonesa” e aprenda de uma vez por todas sobre os melhores métodos de estudo e como estudar japonês da maneira correta.

semana da língua japonesa

Quer Aprender Japonês?

1 Comentário

  1. Socrates Matos

    Quero muito aprender, morei no Japão por anos e só to entendendo agora, obrigado

  2. Luiz Guilherme

    é tão difícil que é mais fácil todos os japas aprenderem inglês. kkkk

  3. Juliano Pinton Dornelles

    é difícil não
    … eu aprendi romaji só vendo anime, cantando músicas e conversando com japa pelo skype… agora só preciso converter as letra pra kanji agora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *