8 Dicas Para Economizar Em Sua Viagem ao Japão

Viajar para o Japão

8 Dicas Para Economizar Em Sua Viagem ao Japão

Muitas pessoas sonham em conhecer o Japão, mas acreditam que esse sonho é inalcançável por acharem que uma viagem dessas pode custar uma verdadeira fortuna. A boa notícia é que os tempos mudaram e hoje é possível fazer uma viagem dessas sem gastar valores exorbitantes, como ocorria tempos atrás.

O que precisamos é fazer um bom planejamento e procurar formas econômicas no Japão para usufruir o máximo possível de tudo, sem gastar muito. Graças às novas políticas do Japão para promover o turismo no país, o sonho de visitar a Terra do Sol Nascente já não é mais um sonho tão distante como já foi um dia.

Resolvi reunir algumas dicas úteis para ajudar você a se organizar para sua viagem. Espero que possam te ajudar a realizar o seu sonho de conhecer esse país tão fantástico!

8 Dicas Para Economizar Em Sua Viagem ao Japão

100 locais populares para apreciar as belas flores de cerejeira no Japão

1. Escolha a melhor época pra viajar

Em qual data você gostaria de visitar o Japão? Sei que muitas pessoas desejam conhecer o Japão durante a primavera para ter a oportunidade de ver as flores de cerejeira (início de abril) ou então durante o outono (início de setembro), para assistir ao incrível espetáculo de cores laranja-avermelhado. São as duas estações mais visitadas pelos turistas.

Porém, tenho uma péssima notícia para te dar: Durante essas duas épocas do ano, assim como acontece em alguns feriados tais como Ano Novo (meados de janeiro), Golden Week (meados de maio) e feriado de Obon (meados de agosto), as passagens aéreas e diárias em hotéis ficam bem mais caros, e a razão é simples: São datas consideradas de “alta temporada” no Japão.

Por isso analise bem os prós e contras e veja se compensa pagar mais caro, ou se é melhor esperar pela baixa temporada, que normalmente ocorre entre o final do outono até março. A diferença de preços pode ser bem grande, embora isso não impeça que você tenha a sorte de conseguir um pacote promocional. Muita pesquisa é necessária para o êxito de sua viagem.

2. Economize na passagem aérea

Uma dica é comprar as passagens aéreas com bastante antecedência ou esperar o valor do dólar cair pois as chances de conseguir preços menores aumenta. Outra dica é utilizar sites comparadores de preços para descobrir quais empresas e melhores datas para viajar para o Japão.

Um site que utilizo muito é o Viajanet.com.br. Basta preencher a data de ida e volta, escolher os aeroportos de partida e destino para obter uma simulação de preços. No exemplo abaixo, fiz um simulação de uma viagem saindo de Guarulhos com destino a Narita com data de ida em entre 01/4 e volta 15/04, pra coincidir com a época de floração do sakurá (época preferida dos turistas).

O menor preço encontrado foi de R$ 4022. Lembrando que os preços oscilam muito e por isso é bem provável que se você procurar agora usando os mesmos critérios que usei, os valores serão diferentes. Mas é bom sempre consultar pois às vezes algumas empresas fazem promoções relâmpagos. Uma dica é acompanhar sites como o Melhores Destinos, que estão sempre garimpando as melhores promoções.

Outra grande dica é utilizar milhas acumuladas para comprar a passagem, porém milhares de pessoas acabam perdendo sua milhas por não juntarem pontos suficiente. O que muita gente não sabe é que existem muitas maneiras de acumular milhas, mesmo não possuindo um cartão de crédito. Se quiser se aprofundar melhor sobre esse assunto, assista esse vídeo aqui.

3. Economize nos transportes

Ao chegar no Japão, procure economizar o máximo possível em seus meios de locomoção. Uma dica é adquirir o Seishun 18 Kippu, que é um bilhete vendido no Japão ou o Japan Rail Pass, um bilhete vendido somente para turistas e que só pode ser comprado fora do Japão. Este bilhete permite viajar de trem, incluindo trem-bala (shinkansen) por todo país.

O preço pode parecer salgado (¥ 29.110 por 7 dias), mas compensa se você pretende se deslocar por várias regiões. Caso contrário, uma opção são os voos domésticos, onde é possível comprar passagens com bons descontos. Além da viagem ser mais rápida, é bem provável que sairá mais em conta que o trem-bala.

Outra opção é viajar de ônibus, pois além de ser espaçoso e confortável, esse transporte pode fazer você poupar milhares de ienes. Apesar de ser uma viagem que leva muito mais tempo do que por trem-bala ou avião, uma longa viagem de ônibus permitirá que você economize em hotel, caso resolva viajar em um ônibus noturno.

Se possível, evite usar táxis, pois as tarifas são um pouco caras. Procure andar o máximo à pé, principalmente em grandes centros como Tóquio ou Osaka. Nesses locais existem muitos becos escondidos que só podem ser explorados à pé e você vai se surpreender com essa experiência, pode ter certeza. 🙂

4. Economize em Acomodação

Em relação a hotéis, existem muitas boas formas de economizar. Uma opção são os Hotéis de Negócios (Business Hotel), que podem ser encontrados por todo Japão. Apesar de compactos, os preços das diárias são atrativos e oferecem uma série de serviços como acesso gratuito à Internet e café da manhã. Outra alternativa barata são os hostels (albergues).

Outra opção (caso você não sofra de claustrofobia) são os Hotéis Cápsulas. Além de serem muito baratos, esses hotéis contam com mini quartos individuais com mini-TVs e internet e empilhados como beliches. Normalmente os hotéis cápsulas estão localizados próximos às principais estações de trem. Tem ainda os Net Cafe Nanmin, onde é possível passar a noite pagando muito pouco.

Uma opção para escolher hotéis no Japão é através de sites como Tripadvisor.com ou booking.com, que mostram a disponibilidade, preços mais em conta e avaliações de outros usuários. No booking.com, é possível fazer reservas totalmente de graça, pagando a(s) diária(s) somente ao se hospedar. Confira outros tipos de acomodações baratas no Japão.

5. Economize em Pontos turísticos

No Japão existem muitos lugares interessantes para conhecer sem precisar desembolsar um tostão sequer. O Mercado de Peixe Tsukiji, em Tóquio por exemplo é um grande ponto turístico da capital japonesa que não cobra um único ien. Há ainda muitos parques e jardins belíssimos que são gratuitos.

Sem contar os incríveis castelos, templos budistas e santuários xintoístas, mercados públicos recheados de comidas exóticas e souvenirs, shotengais (bairros comerciais), além de passeios junto á natureza. O Japão é um país muito abençoado pois está cercado por muitas belezas naturais.

6. Economize em Passeios

No Japão existem muitas opções incríveis de lazer, mas muitos deles podem sair caro ao seu bolso. Mas não se preocupe, pois existem formas de se divertir no Japão sem gastar muito. Em cidades turísticas como Tóquio, Kyoto e Nara, podemos encontrar passeios gratuitos oferecidos por guias voluntários.

Uma outra opção é participar de grupos como o Meet Up. Neste site é possível participar de muitos passeios baratos, além de ser uma excelente oportunidade de conhecer e fazer amizades com pessoas de várias nacionalidades. Também é uma ótima maneira de treinar o seu inglês ou seu japonês.

Mas mesmo sem participar de grupos e sem guias, é possível usufruir de muito entretenimento e de ter uma vasta experiência cultural no país. Basta encontrar os locais de seus interesses como centros comerciais que vendem artesanato, eletrônicos, anime e manga, outlets com produtos de marca, etc.

7. Economize em Lembrancinhas

Uma das coisas mais gostosas quando estamos em outro país é comprar lembrancinhas para levar para o Brasil. Mas no Japão, você tem a possibilidade de comprar artigos úteis e incríveis nos 100 Yen Shop, similar às lojas de R$1,99 do Brasil mas com qualidade e variedade infinitamente superior.

Seus amigos no Brasil nem precisam saber que aquela lembrancinha que você deu com tanto carinho custou apenas 100 ienes e mesmo que conte, é bem provável que eles não acreditem que no Japão possa haver coisas tão legais pagando tão barato. Outra opção são as lojas de usados, onde podemos adquirir itens novos ou semi novos a preços bastante razoáveis.

8. Economize em Restaurantes

Outra forma de economizar é com alimentação. E no Japão você poderá se fartar de boa comida sem precisar gastar muito pra isso. Existem muitas cadeias de restaurantes populares onde você poderá usufruir da gastronomia japonesa. Sem contar as redes de lanchonetes que estão por toda parte.

Dentre os restaurantes baratos e populares estão o Sukiya (Gyudon), Osho (gyoza e ramen), Wako (tonkatsu), Yoshinoya (donburi), Ichiran (ramen), entre muitos outros. Sem contar os restaurantes família como Gusto, Dennys e Saizeria. Pra quem quer experimentar uma atmosfera mais nipônica, aconselho experimentar comer em um izakaya, um bar-restaurante tipicamente japonês.

Além disso, você tem ainda a opção de comprar comidas prontas nos konbinis, as tão famosas lojas de conveniência japonesas, que funcionam 24 horas e estão por toda parte. Essas lojas são sem dúvida nenhuma uma mão na roda para os turistas pois vendem praticamente de tudo e ainda oferecem uma série de serviços como banco ATM, Wi-fi gratuito, etc.

Dependendo de onde vai se hospedar, você ainda tem a opção de comprar ingredientes em supermercados e preparar suas refeições. Isso pode ajudar a economizar, sem dúvidas nenhuma, porém é bem mais trabalhoso do que comer fora. Mas se a duração da sua viagem for longa e o dinheiro que levar for escasso, pode ser uma boa alternativa pra você.

Outro detalhe importante para os desavisados é que no Japão não é necessário dar gorjetas, o que é ótimo pra quem está indo com o dinheiro contadinho. Enfim, estas foram minhas 8 dicas pra quem está planejando conhecer o Japão, sem gastar muito. Espero que tenham gostado!!! 😉

E se gostaram, não esqueçam de compartilhar o artigo com os amigos, pois estas dicas podem, quem sabe,  ajuda-los de alguma maneira. 🙂 Aproveite para baixar gratuitamente um ebook com os 10 passos para realizar a viagem dos sonhos:

Quer Aprender Japonês?

15 Comentários

  1. Thamirez

    Olá, adorei as dicas, muito obrigada! O conteúdo do site é sempre muito bom, parabéns ^_^

  2. Douglas Bezerra

    Essas dicas são muito úteis pro pessoal que ainda não conheciam os meios de economizar na viajem para o japão. Post muito bem pensado.

  3. Pingback: Itinerário de Trem com o Hyperdia | Curiosidades do Japão

  4. Carla

    Outra dica pra economizar bastante em hospedagem é ficar em hostels (albergues) que são super baratos e confortáveis. Alguns tem até quartos privativos, só com a cama mesmo e os banheiros são coletivos, mas mesmo assim parecem de hotel, super limpos e organizados. 😉

  5. Carla

    Ah e parabéns pelo blog. Estou seguindo há pouco tempo e já estou adorando!

  6. Tiago

    Suas dicas foram muito esclarecedoras. Arigatô gozaimasu

  7. Mônica

    Ola, adorei as dicas, estou mais que motivada a ir ♥

  8. Lucy Mary Magalhães Vieira

    Apesar de já conhecer o Japão,tenho aprendido muita coisa com vocês.Adoro tudo que diz respeito à “Terra do sol nascente “.

  9. isaque

    gostei muito das dicas vlw

  10. Sandro Aparecido Paula

    Faltou colocar Osaka nesse mapa, em Osaka tem a Universal Studios Resort Japão! Muito show!!!

  11. Andiara Machado Caetano

    O airbnb também é uma boa encontrei diárias a R$ 145,00.

  12. Diego Guimarães

    não sabia que maio era considerado alta temporada por causa da golden week. li alguns guias que recomendavam esse mês principalmente por causa do clima, pq não é nem frio nem quente. vou ter que repensar, então

  13. João Toyomassa Matsusato.

    Nossa, nunca tinha visto um site destes.Gostei muito. O brigado.

  14. Dulcineia-DCJ

    Para mim, que amo conhecer novas culturas e lugares, foi uma surpresa! Agora, posso sonhar com essa viagem maravilhosa! E o mais importante, me organizar para ela.
    Obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *