Cinco Decorações de Ano Novo no Japão!

Oshogatsu-kazari

Após a Restauração Meiji, o calendário lunar chinês foi substituído pelo calendário gregoriano. Desde então, o Ano Novo no Japão passou a ser comemorado no dia 1 de janeiro. Existem várias decorações típicas de ano novo que são colocadas no final de dezembro.

Primeiramente, vamos conhecer alguns termos relacionados à data. Os dias que antecedem o feriado de Ano Novo é chamado de Nenmatsu-nenshi (年末年始). Geralmente compreende entre 29 de dezembro e 3 de janeiro. Toshikoshi (年越し), significa literalmente “véspera de ano novo”, enquanto que Shinnen (新年) significa simplesmente “ano novo”.

Shigoto-osame (仕事納め), também conhecido como goyo-osame, refere-se ao último dia útil do ano (geralmente 28 de dezembro ou 29 de dezembro). Já Gantan (元旦) refere-se à manhã do Ano Novo e Ganjitsu (元日) significa o dia inteiro do Ano Novo (1° de janeiro).

maneki neko + daruma

As decorações de Ano Novo são chamadas de Oshogatsu-kazari (お正月飾り) e são colocadas logo após o Osouji e Susuharai (grandes faxinas de fim de ano) realizadas nas casas e templos. No entanto, não se deve deixar para colocar os enfeites no último dia do ano. Esse ato chama-se ichiya-kazari (一夜 飾り), e significa “decoração de uma noite”.

Segundo as tradições xintoístas, ao fazer isso você atrairá a ira dos deuses e, portanto, traz má sorte. As decorações podem ser colocadas no dia 28 ou 30 de dezembro. Também não é recomendado colocar no dia 29 porque o número 9 é um número de azar por ter a mesma pronúncia de “ku” (苦) que também pode significar dor e sofrimento (kurushimi).

O período de 1 a 7 de janeiro é chamado de Matsu no Uchi (松の内). Acredita-se que nesse período, o Toshigami (年神) permanece em nosso mundo. As decorações são removidas no dia 7 de janeiro, quando supostamente os deuses partem para seu plano.

As decorações não tem apenas carácter decorativo. Na verdade, suas principais funções são receber o Toshigami (deuses do ano novo), que em retorno trará sorte e prosperidade para toda a família. Conheça abaixo, algumas das decorações mais comuns nas casas japonesas.

1. Shimekazari (注連飾り)

Shimekazari (注連飾り) é uma espécie de coroa feito de corda trançada ou torcida de palha de arroz, em diversos formatos, tamanhos e decorações artesanais variadas. Eles são pendurados nas entradas das casas e estabelecimentos comerciais durante a temporada do Ano Novo para afastar má sorte, infortúnios e espíritos malignos.

As dobraduras (origamis) também fazem parte da decoração, como o shide, um papel dobrado em zigue zague, lembrando um leque e o heisoku, um tipo de dobradura com papel washi. Outro item de decoração é o Mizuhiki, cordão de papel washi, além do daidai, a famosa laranja amarga que que pode ser traduzido como “geração para geração”.

2. Kadomatsu (門松)

Kadomatsu (門松) pode ser traduzido como “portão de pinheiro” e são colocados em pares na frente da entrada das casas e estabelecimentos comerciais para trazer sorte e prosperidade. É formado por três hastes de bambu com diferentes comprimentos e cortados diagonalmente e ramos de pinheiro amarrados com corda de palha.

Eles também podem incluir ramos de outras plantas e flores. O bambu representa crescimento e força, enquanto o pinheiro é um símbolo da longevidade. Inspirado nas tradições xintoístas, o kadomatsu são colocados em pares representando homens e mulheres.

3. Kagami mochi (鏡餅)

Kagami mochi (鏡餅) são feitos de dois bolos de arroz (mochi) de diferentes tamanhos, o menor colocado sobre o maior e dadai, uma laranja amarga colocada no topo.

O dadai simboliza a continuidade das gerações e a longevidade, enquanto o mochi simboliza o ano que passou e o ano que está chegando. Geralmente é colocado no kamidana (santuário Xintoísmo).

A palavra Kagami se refere à forma dos espelhos (kagami), antigos, redondos e de cobre, utilizados durante o Período Muromachi.

Como o mochi endurece rapidamente quando exposto ao ar, é comum as pessoas comprarem um kagami-mochi revestido de plástico para que possam consumir o mochi que está dentro dele assim o ano novo termine.

4. Hagoita (羽子板)

Hagoita (羽子板) é uma espécie de raquete de madeira usada originalmente para jogar hanetsuki, um jogo tradicional japonês. Hoje, eles são usados ​​como decorações tradicionais de Ano Novo, e segundo dizem, ajuda a afastar os espíritos malignos.

Geralmente o Hagoita é decorado com papel washi onde um efeito 3D é criado com imagens de rostos de gueixas, atores de kabuki ou lutadores de sumo.

5. Engimono (縁起物)

Daruma e Maneki-neko

Engimono (縁起物) são amuletos de sorte e podem ser comprados com facilidade em barracas nos templos e santuários durante o período de Ano novo. Os mais conhecidos são o Daruma e o Maneki Neko, mas existem outros como Omamori (amuletos de proteção), “Eto” (animal do zodíaco chinês) e Shichifukujin (as sete divindades japonesas que trazem boa fortuna).

Cada área do Japão tem o seu Engimono exclusivo, transmitido por gerações e originalmente feitos por métodos tradicionais como papel maché, escultura em madeira e cerâmica. Em Shiga, por exemplo, temos o Shigaraki-yaki No Tanuki, que são esculturas de guaxinim. Já em Okinawa, temos o Shisa, uma espécie de leão mitológico famoso na região.

No Japão, costuma-se trocar Engimono entre amigos e familiares pois acredita-se que dessa forma traz boa sorte. Depois que acaba o ano, as pessoas costumam levar os engimonos para serem queimados junto com outras decorações de Ano novo e outros engimonos são comprados para presentear as pessoas, formando um ciclo que se repete a cada ano.

Conheça mais sobre o Ritual de Ano Novo no Japão


Link do vídeo (YouTube)

Quer Aprender Japonês?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *