Conheça a primeira fotojornalista do Japão, que aos 102 anos continua na ativa!

📩 Clique aqui para receber nossos artigos por email!

Conheça a primeira fotojornalista do Japão, que aos 102 anos continua na ativa

Tsuneko Sasamoto é considerada a primeira fotojornalista do Japão. Sua história é realmente inacreditável e inspiradora. Aos 102 anos, Sasamoto trabalha como fotógrafa desde os 25 anos e precisou romper diversos tabus sociais para seguir a carreira.

Nascida em 1 de setembro de 1914, Tsuneko Sasamoto tem documentado a história do Japão há mais de 70 anos. Ela testemunhou todas as mudanças que ocorreram neste país, incluindo o pré e pós-guerra, e capturou todos esses momentos em suas fotografias.

Ela também conta que sempre amou fotografar a força e as conquistas das mulheres japonesas. “Até depois da Segunda Guerra Mundial, as mulheres japonesas encararam discriminação e não tinham poder. Elas não tinham o direto de votar, e eram tratadas como crianças.

Mas, ainda assim, havia mulheres que tinham empregos e estavam criando famílias. Eu tenho tanto respeito por elas e retratá-las se tornou uma obsessão”, contou Sasamoto à NHK World.

Quando eu era jovem, geralmente me falavam: Você é só uma mulher, como você pode pensar em ser uma fotógrafa?” Mas depois que vi o trabalho da fotógrafa Margaret Bourke White, pensei que poderia ser como ela algum dia”, contou a fotógrafa ao Artscape Japan.

Dentre seus trabalhos, estão fotos tiradas da “Tripartite Pact Women’s Society of Japan, Germany and Italy”, bem como outros eventos que marcaram os passos do Japão em direção ao início da Segunda Guerra Mundial.

Depois que a guerra terminou em 1945, Sasamoto fez esforços para fundar a “Japan Professional Photographers Society” e produziu imagens dos protestos de 1960 sobre o tratado de segurança Japão-EUA e outros eventos importantes.

Hoje, aos 102 anos, ela é extremamente ativa em seu campo profissional: tira fotos, publica livros, realiza exposições. O nome do livro de fotos que publicou há alguns anos é “Hyakusai no Finder” e atualmente ela está trabalhando em um novo projeto chamado “Hana Akari” (Brilho das flores). Este projeto é dedicado a todos os seus amigos que já faleceram.

“É essencial permanecer positivo sobre sua vida e nunca desistir”, diz Tsuneko

A meu modo, eu acredito que o homem e as flores estão profundamente correlacionados … Quando penso nos meus queridos amigos, quero relacionar cada um deles com flores e deixar que as flores entreguem meu apreço e impressão …”, disse ao NHK World.

Em 2014, Sasamoto sofreu um acidente onde quebrou as duas pernas e a mão esquerda, no entanto, isso não abalou sua confiança e seu entusiasmo pela profissão. “Você nunca deve se tornar preguiçoso. É essencial permanecer positivo em sua vida e nunca desistir”.

Recentemente, Tsuneko Sasamoto recebeu o prêmio Lucie Awards, em uma cerimônia realizada em Nova York. Ela foi homenageada por suas fotos com mulheres independentes que sobreviveram em tempos difíceis. Descrevendo o prêmio como “encorajador”, ela acrescentou: “Eu gostaria de continuar minha carreira como fotógrafa“. Alguém duvida disso? 🙂

Veja algumas fotos de Tsuneko Sasamoto:

Escola de gueixas, 1951

Destruição após a bomba de Hiroshima, 1953

Navio Antárctico Soya, 1956

Político Inejiro Asanuma, 1955

Retrato do jornalista e historiador Soho Tokutomi, 1957

Fonte: boredpanda.com

Quer Aprender Japonês?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *