Hina matsuri – Dia das Meninas no Japão

Hina matsuri – Festival das Bonecas e Dia das Meninas

Dia 3 de março é o dia de Hina Matsuri (雛祭り), conhecido também como Hina no sekku. É o Festival das Bonecas e o Dia das Meninas no Japão, mas há também quem o chame de Momo no Sekku (Festival de Flores de Pessegueiro), pois é nessa época que aparecem a primeira floração dessas árvores, indicando o fim do inverno e o começo da primavera.

As flores de pêssego simbolizam o casamento feliz e servem para homenagear as meninas, assim como o Kodomo no Hi, homenageiam os meninos. O Festival enfatiza os laços do matrimônio e o desejo de prosperidade, felicidade, saúde e sorte para as meninas, afastando delas todo e qualquer mal que as possa atingir.

Hina Doll, Festival das Bonecas

As bonecas são os símbolos do Hina Matsuri e são dispostas em um altar, precisamente da mesma maneira todos os anos. Geralmente consiste de no mínimo 15 bonecos usando trajes da corte imperial durante o Período Heian (794-1192). Também são incluídos no altar vários objetos relacionados à corte imperial, para dar mais realismo e fazer do evento, uma verdadeira produção artística.

Os Hina Dolls são colocados como e estivessem sentados sobre um altar forrado com um pano vermelho, seguindo uma hierarquia, começando com os Dairi-sama, que representam o Imperador e a Imperatriz em trajes resplandecentes de seda, seguidos depois por outros personagens como príncipes, ministros e artistas como artesãos, poetas, músicos e pintores.

Os bonecos são feitos de madeira e palha kiri e são dispostos sobre o altar de uma maneira artística. O casal imperial sempre deve ocupar o degrau mais alto e o Imperador sempre à esquerda da Imperatriz. Outros personagens que compõe o cenário do Japão antigo, ocupam os degraus inferiores.

Para os japoneses, o Hina Dolls são muitos mais do que apenas artigos de decoração. Segundo a crença japonesa, as bonecas tem o dom de espantar os maus espíritos, doenças, infortúnios, má sorte e tudo de ruim.

Origem do Hina Matsuri

O costume de exibir bonecas começou durante o Período Heian. Antigamente, as pessoas acreditavam que as bonecas possuíam o poder de conter os maus espíritos.

O Hinamatsuri tem suas origens em um antigo costume japonês chamado Hina Nagashi (Bonecas flutuantes), onde as bonecas são colocadas sobre um pequeno barco de palha e enviadas às águas dos rios.


Acredita-se que ao serem lançadas às correntezas do rio, as bonecas estejam levando todo o mal junto. Hoje em dia, essa prática já não é tão comum, embora exista lugares do Japão, onde ainda se pratica o Hina Nagashi.

Comidas Típicas no Hina Matsuri

A bebida habitual para o festival é parecido com o Amazake, e se chama Shirozake, uma bebida feita de arroz fermentado porém sem teor alcoólico, portanto, as crianças podem consumir sem problemas. A comida tradicional é o Hina Arare, biscoitinhos à base de arroz e soja e forrados com açúcar colorido.

Outras comidas típicas no festival é o Hishimochi, um bolo de arroz doce com camadas nas cores rosa, branco e verde. Representa a fertilidade e é comum ser colocado junto ao altar com as Hina Doll.

O Chirashizushi também é outra comida comum no Hina Matsuri. É um prato com arroz coberto com ingredientes muito coloridos como legumes e frutos do mar como o camarão, polvo ou lula.

O Sakuramochi ou bolos de cereja é parecido com o Hishimochi, enrolado em uma folha de cerejeira. A forma como enrolar a folha, difere de cada região. O sakurá (flor da cerejeira) é o símbolo da primavera no Japão e portanto é comum doces wagashi celebrando o Hina Matsuri com tons e formas de Sakurá.

O Hamaguri Ushio-jiru é uma sopa onde são colocadas duas conchas de moluscos e representam o símbolo de um casal unido e pacífico. Representa o casamento e durante o Hina Matsuri, as mamães aproveitam para ensinar às suas rebentas sobre o casamento e os laços de união entre marido e mulher.

Música tradicional do Hina Matsuri

Durante o Festival das bonecas há uma música bastante cantada nas escolas pelas crianças. É a música “Ureshii Hina Matsuri,” que se traduz como “Feliz Festival das Bonecas“. Dá uma olhada na letra, tradução e no vídeo abaixo:

Letra Tradução
Akari wo tsukemashou bonborini
Ohanawo aguemashou momo no hana
Go’nin bayashi no fue taiko
Kyou wa tanoshii HinamatsuriOdairisama to Ohinasama
Futari narande sumashigao
Oyome ni irashita neesama ni
Yoku nita kanjono shiroikaoKin no Byoubuni utsuru hi wo
Kasukani yusuru haru no kaze
Sukoshi shirozake mesaretaka
Akai okaono udaijinKimono wo kikaete obi shimete
Kyou wa watashi mo haresugata
Haru no yayoi no kono yoki hi
Nani yori ureshii hinamatsuri
Acendamos as lanternas de bonbori
Ofereçamos flores de pêssego
A flauta e o tambor dos 5 músicos
Hoje é o feliz Festival das BonecasO Imperador e a Imperatriz
Lado a lado, com séria fisionomia
A dama de honor de rosto branco
Muito parecida com a nova cunhadaO vento primaveril balança suavemente
A luz refletida no biombo dourado
O guardião à direita de rosto vermelho
Teria tomado o saquê branco?Trocando de quimono, reapertando o obi
Hoje também estou em trajes de gala
Este dia primaveril de março
É o Festival das Bonecas de muita alegria

Vídeo da Canção do Hina Matsuri


* Texto originalmente escrito em 3 de março de 2012

Quer Aprender Japonês?

4 Comentários

  1. Pingback: Dia dos Meninos (kodomo no hi) | Curiosidades do Japão

  2. Pingback: Dia das Crianças no Japão - Kodomo no Hi | Curiosidades do Japão

  3. Suzan

    Amei todas as dicas!!! Mas sabe, sei q é pedir demais…Ajudaria muiiiito fazer um tour virtual com o turista q chega no aeroporto de Tokyo até o hotel mas próximo deste. Como um guia…onde ir, onde comprar, onde se hospedar, meio de transporte…Essas coisas que quem tem planos de ir pra Tokyo morre de medo de chegar e ficar perdido sabe 😉

  4. Japão em Foco

    Oi Suzan!
    Tem que pesquisar bastante mesmo antes de ir e fazer uma programação legal antes da viagem para que quando chegue lá as pessoas não se sintam tão perdidas né. Várias agências disponibilizam pacotes turísticos ao Japão, já incluído assistência ao chegar no Aeroporto, guia turístico, passeios, etc. Se a pessoa não domina a língua japonesa, a melhor opção eu ainda acho comprar um pacote assim. Mas dá uma olhada nesse sites que tem boas dicas para quem está indo ao Japão: Organização Nacional de Turismo Japonês. Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *