Jogos de Azar são permitidos no Japão?

📩 Clique aqui para receber nossos artigos por email!

Jogos de azar são permitidos no Japão

Conheça os Jogos de Azar legalizados no Japão

A resposta é sim e não. Segundo o artigo 23 do Código Penal do Japão, é crime apostar dinheiro em jogos de cassino, máquinas caça-níqueis, jogos para celular, esportes ou qualquer outra forma de jogo. No entanto, existem brechas nessa lei que abrem exceções a vários jogos e apostas tais como pachinko, loterias e corridas de cavalo, bicicleta, motos ou barcos de alta velocidade.

Os esportes públicos envolvendo competições que permitem apostas em dinheiro são chamadas de “Koei Kyogi” (公営競技). No momento existem quatro esportes incluídos nessa modalidade no Japão. Parte do dinheiro arrecadado com as apostas é destinado ao governo local ou federal.

Além de oferecer uma forma de entretenimento para a população, a industria dos jogos e das apostas no Japão é altamente lucrativa. Conheça os principais jogos de azar regulamentados no Japão.

1. Corridas de cavalos (Keiba)

Imagem: keiba-times.com

O governo federal, através de uma organização chamada Japan Racing Association (JRA), opera todas as principais corridas de cavalos no Japão. As competições ocorrem em hipódromos de todo o país, mas principalmente em Tóquio, Osaka e Kyoto. Apostar em cavalos é um dos divertimentos mais populares no Japão, embora sua popularidade esteja diminuindo nos últimos tempos.

Segundo o Yomiuri Shimbun, o valor total arrecadado em apostas em corridas de cavalo regionais em 2003 foi de cerca de 4.3 bilhões de ienes, enquanto que em 1991, o valor total foi de 1 trilhão de ienes. O número de visitantes para assistir as competições também tem caído muito nos últimos anos, fazendo com que muitas pistas de corrida em todo país encerrassem suas atividades.

Apesar disso, o Japão está entre os países que mais gastam dinheiro em apostas em corridas de cavalos. As apostas são compradas no guichê e só por maiores de idade. Existem muitas maneiras de apostar. Uma delas seria  apostar apenas no cavalo que chegar em primeiro lugar. Tem também a Trifecta, uma aposta que prevê os três primeiros cavalos que ganharem a competição.

2. Corrida de Bicicleta (keirin)

Imagem: commons.wikimedia.org

O Keirin (competições de ciclismo) teve início no Japão após o fim da Segunda Guerra Mundial. A primeira competição ocorreu em Kitakyushu, em 1948, onde oito ciclistas percorreram uma distância de 2.025 metros. Em 1957, foi fundado o Nihon Jitensha Shinkokai (NJS), também conhecido como Japanese Keirin Association(JKA), para estabelecer as regras desse esporte no Japão.

A apostas passaram a ser legalizadas a partir do ano 2000, quando esta modalidade passou a integrar os Jogos Olímpicos de Sydney. Em 2011, a soma das apostas de Keirin ultrapassou 600 bilhões de ienes e o número de pessoas nas corridas foi de aproximadamente 4,9 milhões de pessoas.

As pessoas que sonham em ser profissionais nessa modalidade no Japão, precisam passar por uma seleção rigorosa antes de entrar na Japan Keirin School. Aqueles que são aceitos, passam por um árduo treinamento que pode chegar a 15 horas por dia. Os que passarem nos exames de graduação se tornam elegíveis pela NJS para se tornarem profissionais de corridas Keirin no Japão.

3. Corrida de barco (Kyotei)

Imagem: pathological-gambling-conquer.com

Assim como o Keiba (corridas de cavalo) e Keirin (corridas de ciclismo), o Kyotei (corridas de barco) é um dos poucos esportes que permitem apostas parimutuel no Japão. A competição teve início em 1952 e a partir de 2010 passou a ser regulamentada pela Kyotei Promotion Association.

Existem cera de 20 locais oficiais onde são realizadas as competições, a maioria deles em lagos artificiais. Seis barcos de corrida participam do concurso e são escolhidos aleatoriamente pelos pilotos. O número de voltas é decidido entre os participantes, mas geralmente são três voltas. Mulheres também podem participar, embora a maioria dos participantes sejam homens.

Antes da competição, os pilotos dão várias voltas para garantir que está tudo bem com seus barcos. Se um competidor cometer uma infração, é imediatamente desclassificado. Quanto às apostas, existem vários tipos nessa modalidade. Pode-se apostar escolhendo apenas o vencedor da corrida. Outros preferem apostar nos dois ou três primeiros colocados, podendo ser em ordem ou não.

4. Corrida de moto (Ōto Rēsu)

Imagem: commons.wikimedia.org

Ōto Rēsu (Auto Race) é regulamentado pela JKA Foundation. A primeira competição foi realizada em Funabashi em 1950 mas foram proibidas pelo governo durante a década de 1960 por serem consideradas muito perigosas. Nesta época, o esporte era dominados especialmente por pessoas da Yakuza (máfia japonesa). A motocicleta usada nas competições é geralmente as de 599㏄.

As corridas são realizadas em circuitos ovais pavimentados e contam geralmente com oito pilotos. A competição geralmente não ultrapassa três minutos, sendo em torno de seis voltas ao redor do circuito. Como nas competições de Speedway, as motos não têm freios e são projetados com o guidão esquerdo maior que o direito, a fim de ajudar a manter a estabilidade durante as curvas.

Os pilotos são treinados em escolas oficiais e tem que passar por um exame de qualificação antes de serem autorizados a se tornar pilotos profissionais. O treinamento é intensivo, o que obriga o piloto a ficar metade do ano longe de casa. Os pilotos são classificados de acordo com os seus resultados. Os mais graduados podem ser identificados ​​pelo número e pela cor da camisa.

5. Pachinko

Imagem: commons.wikimedia.org

O Pachinko é um salão de jogos com máquinas que se assemelham a uma mistura de caça niqueis com pinball. Os ganhadores são premiados com prêmios ao invés de dinheiro, o que faz com que possa ser legalizada de acordo com as brechas presentes no Código Penal. Além disso, o Pachinko tem um grande significado cultural e histórico, além do seu impacto na economia japonesa.

Dentro do Pachinko não é permitido receber prêmios em dinheiro, somente em produtos com preços que variam de acordo com a premiação, tais como isqueiros, canetas, eletrônicos, etc. No entanto, do lado de fora do Pachinko, há um estabelecimento onde os jogadores podem trocar seus cupons de prêmios por dinheiro, o que isenta o pachinko de qualquer infração contra o código penal.

Por este motivo, o pachinko continua sendo um dos passatempos preferidos de uma boa parcela da população. Porém, por se tratar de um jogo viciante, muitas pessoas acabam por passar horas dentro deste estabelecimento, muitas vezes deixando todo o salário ali. Outros ganham grandes somas, o que alimenta ainda mais o vício. Atualmente, há cerca de 15 mil estabelecimentos em todo o país.

6. Loterias (Takarakuji)

Imagem: commons.wikimedia.org

Assim, como os brasileiros, os japoneses tem o hábito de fazer apostas em alguma das muitas modalidades de loterias que existem no país. Assim, como no Brasil, existem muitos tipos, mas colocarei abaixo alguma das apostas mais populares em loterias japonesas.

Nenmatsu Jumbo Takarakuji – Esta é a loteria mais popular no Japão. Ocorre anualmente no dia 31 de dezembro, ou seja na virada do ano, como o Mega da Virada que existe no Brasil. Os números dos bilhetes não podem ser escolhidos e normalmente são vendidos pacotes fechados com 10 bilhetes.

Jumbo Takarakuji – Existem outras 3 loterias Jumbo que ocorrem no decorrer do ano e funcionam da mesma forma que o anterior: Green (março), Dream (Junho) e Summer (Agosto).

Mini Lotto – O Mini-Lotto é um jogo semanal que ocorre às terças-feiras e o bilhete custa ¥ 200. Você escolhe 5 números de 1 a 31 e um número bônus que é escolhido aleatoriamente pelo computador.

Loto 6 – Funciona semelhante ao Loto 7, com a diferença que 6 números devem ser escolhidos ao invés de 7. Ocorre duas vezes por semana às segundas e quintas e cada aposta custa ¥ 200.

Numbers 3 – Cada cartela custa ¥ 200. Você escolhe três números de 1 a 9. O sorteio é realizado de segunda a sexta-feira, às 18h45. Quem acertar os três números na ordem pode ganhar até ¥ 80.000.

Numbers 4 – Funciona exatamente como o Numbers 3, mas 4 números são escolhidos ao invés de 3. Quem acertar os 4 números na sequência pode ganhar entre ¥ 700.000 e ¥ 1,3 milhões.

Sukuratchi – São as famosas Raspadinhas, também chamadas de loterias instantâneas. Estão disponíveis no Japão desde 1984 e podem ser comprados em bancas de loteria em todo o país. Cada bilhete custa entre ¥ 100 ( Lucky 3) e ¥ 200 (Mrs. Happy Link, Puzzles Scratch and Scratch Lottery).

No Brasil, os jogos de azar são proibidos desde 1946, mas existe um projeto de lei que pretende regulamentar a exploração dos jogos de azar tais como cassinos, bingos, jogos eletrônicos e o jogo do bicho. No entanto, as loterias da Caixa Econômica Federal estão regulamentadas desde 1961.

Existem 10 modalidades de jogos: Loteca, Mega-Sena, Lotofácil, Loteria Federal, Lotogol, Lotomania, Quina, Loteria Instantânea, Dupla Sena e a Timemania e cerca de metade do dinheiro arrecadado com esses jogos são repassados ao governo federal. Ganhar na loteria é um sonho dos apostadores  brasileiros, que vivem em busca de dicas para ganhar na Lotofácil , Mega-Sena, entre outros jogos.

Jogos de Azar Ilegais no Japão

Cena do filme Outrage (4thletter.net)

Como deu pra perceber, muitos tipos de jogos de azar são permitidos no país, entretanto outros são estritamente proibidos. Os cassinos tão populares em Las Vegas continuam proibidos, apesar de existirem movimentos favoráveis à legalização dentro do Partido Liberal Democrata com a justificativa de recolher mais dinheiro para os cofres públicos e de impulsionar o turismo no Japão.

Quem aderir à pratica de apostas ilegais pode pagar multa de até ¥500.000 e o reincidente pode pegar até três anos de prisão. Apesar disso, a lei anti-jogo é raramente aplicada e um dos motivos por trás disso é a Máfia Yakuza, conhecida por operar clandestinamente cassinos e outros jogos envolvendo apostas em dinheiro como cartas ou Mahjong, um jogo de tabuleiro muito popular no Japão.

Referências: Japan Visitor, Facts and Details e Online Betting

Quer Aprender Japonês?

0 Comentários

  1. Kennedy Murakami

    Tem alguma lei que proiba algum tipo de rifas ?

  2. SilviaKawanami

    Se o prêmio for em dinheiro sim. Mas se for produtos ou serviços acho que não tem problema…

  3. Marcio Santos

    Hipocrisia ,deveriam liberar os cassinos duma vez,qual a diferença dele pro pachinco?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *