O número crescente de acidentes envolvendo smartphones

O número crescente de acidentes envolvendo smartphones

O número crescente de acidentes envolvendo smartphones
Caminhar prestando atenção em smartphone é um hábito muito comum no Japão, tanto que recebeu até um nome próprio: Aruki Sumaho (歩きスマホ). Porém nos últimos anos tem sido registrado um número crescente em acidentes envolvendo este hábito aparentemente inofensivo. Entre 2010 e 2013, cerca de 122 pessoas se envolveram em acidentes ocasionados pelo uso do telefone celular.

Os acidentados tinham entre 20 e 40 anos de idade. Cerca de 80% sofreram ferimentos leves, mas houve casos mais graves e até mortes. Apesar do número de acidentes não parecer tão significativo, as empresas ferroviárias e de telefonia tem alertado os passageiros sobre esta questão, espalhando cartazes de segurança em torno das plataformas, com o intuito de reduzir as ocorrências.

Porém não se sabe se este método é mesmo efetivo, uma vez que quem cultiva esse hábito pouco presta atenção ao que tem em sua volta. De qualquer maneira é uma atitude louvável afinal além do perigo de machucar-se devido à desatenção, este hábito pode acabar ferindo outras pessoas também.

Confira alguns avisos de segurança abaixo:

Aruki Sumaho (calico.xyz)
Aruki Sumaho (tw.gamedb.games.yahoo.net)

Dentre os inúmeros casos, um chamou a atenção por sua gravidade. O incidente ocorreu em Itabashi Ward em outubro de 2013, quando um homem de 47 anos de idade atravessou um cruzamento ferroviário enquanto estava absorto manuseando seu telefone móvel. A consequência foi trágica: Acabou sendo atropelado por um trem e falecendo em seguida.

Em maio do mesmo ano, um menino de 10 anos de idade estava caminhando sobre a plataforma da estação Yotsuya, em Shinjuku, região metropolitana de Tóquio, quando, entretido com seu celular, descuidou-se e caiu sobre os trilhos, sofrendo ferimentos gravíssimos.

Campanha criada pela NTT docomo

Nos dias de hoje, os celulares possuem as mais diversas funções e abandonaram o status de apenas fazer e receber chamadas telefônicas. Por esta razão, acabaram se transformando em agradáveis objetos de entretenimento para aqueles que utilizam transportes públicos no Japão.

Porém, como foi dito anteriormente, o número de acidentes envolvendo usuários de smartphones tem crescido substancialmente, fazendo com que muitas empresas se preocupem com a situação, se propondo inclusive em criar campanhas de conscientização voltados para esses usuários desatentos.

A empresa de telefonia NTT docomo por exemplo, criou uma campanha bem humorada para alertar seus usuários sobre o Aruki Sumaho. Intitulada como “Samurai Smartphone Parade”, o vídeo remonta o período Edo e nos faz imaginar como seria se os atuais smartphones existissem nessa época e as pessoas cultivassem esse hábito tão perigoso para si mesmo como para os outros.


Link do vídeo (Youtube)

Os dados que aparecem no vídeo informam que 66% das pessoas já esbarraram em alguém, 18% relataram ter tropeçado durante uma caminhada e 3,6% relataram já ter caído da plataforma de trem por darem mais atenção aos seus smartphone, ao invés de cuidar de onde pisavam.

Eu achei o vídeo bem criativo e vale como lembrete a qualquer adepto do Aruki Sumaho, independente do país em que vive, afinal trata-se de um fenômeno de escala global, no qual se observa que as pessoas estão cada vez mais avessas ao contato social físico e preferindo a companhia de “brinquedinhos” móveis em detrimento de pessoas reais e de carne e osso.

E você, o que acha sobre esse assunto? Já passou por alguma situação parecida enquanto utilizava seu smartphone? (^_-)/ Compartilhe sua experiência ou opinião conosco!

Referências: RocketNews24, NTT docomoNTT docomo

Quer Aprender Japonês?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *