Okozukai – A mesada japonesa

dinheiro

Okozukai ou Otto kozukai – Subsídios ao maridos japoneses

Okozukai (お小遣い) ou Otto kozukai (夫小遣い) geralmente podem ser traduzidos como “mesada”, “subsídio” ou “dinheiro para gastos pessoais. No Japão essa prática é muito usada entre os casais e geralmente é a esposa que passa a “mesada” para o marido, para seus gastos pessoais ou até para beber com os colegas.

Apesar da fama de submissa que a mulher japonesa ganhou na mídia, é ela quem controla as finanças da família, mesmo que só seu marido trabalhe. Essa tradição é muito antiga e até hoje é adotada pela maioria das famílias japonesas.

É considerada uma das funções mais importantes de uma dona de casa, além das tarefas domésticas cotidianas, é claro. A maioria dos maridos japoneses não têm tempo ou não gostam de cuidar das finanças domésticas e pagamentos de contas.

Portanto, ao receber o salário, o marido repassa todo o dinheiro à esposa, ou então entrega seu cartão e caderneta bancário para que ela realize o pagamento das despesas da casa e faça as devidas compras de mantimentos domésticos e alimentos para a família. Só depois disso tudo é que ela entrega o “Okozukai” ao marido.

ottokozukai
O valor do Okozukai pode variar, dependendo do quanto é o rendimento familiar, mas estima-se que seja em torno de 10% do salário mensal do marido, em média 30 mil yenes (630 reais). As esposas japonesas geralmente também praticam o Hesokuri, que significa “poupança secreta”.

Hesokuri (へそくり) – Poupança secreta

Depois que todas as despesas da casa são pagas, o que sobrar vira hesokuri, ou seja, a mulher esconde o dinheiro que sobrou em alguma parte da casa, onde o marido e outros membros da família não possam encontrá-lo.

Essa poupança secreta serve para cobrir gastos surpresas e eventuais, comprar presentes para familiares, viagens ou até quem sabe gastá-lo sem o conhecimento do marido :lol: . Mas também pode ser útil em um momento de emergência para cobrir despesas inesperadas, como no caso de um terremoto por exemplo.

hesokuri, popupança secreta das donas de casa
Um fato muito comum que ocorre, que chega até a ser engraçado (se não fosse trágico), é que as vezes a mulher esconde tão bem o hesokuri, que depois nem ela mesma se lembra do lugar onde guardou. Fail total:roll::lol::twisted:

Você deve estar se perguntando, porque então ela não guarda no banco, não é mesmo? Eu não sei ao certo, mas já ouvi dizer que geralmente donas de casa que nunca trabalharam fora não conseguem abrir uma conta bancária.

Na maioria dos países, o casal possui conta conjunta e assim podem administrar juntos o dinheiro. No Japão não se pode ter uma conta com dois nomes, portanto o casal tem uma conta para o marido e outra para a esposa, caso ela trabalhe fora.

No caso da esposa japonesa trabalhar em tempo integral, como o marido, as despesas são divididas igualmente entre os dois, porém a atribuição de resolver as finanças e distribuir o Okuzokai continua pertencendo à esposa, na maioria dos casos.

Mas embora o hesokuri seja geralmente associado às donas de casa, alguns maridos espertinhos também arranjam uma forma de guardar sua “poupança secreta”. Geralmente, eles escondem suas economias secretas em uma gaveta com cadeado em seu local de trabalho, sem que a sua esposa sequer desconfie… :shock:

Quer Aprender Japonês?