Heiwa Koen – Parque da Paz em Nagasaki

Heiwa Koen – Parque da Paz em Nagasaki
Além de serem cidades vizinhas, Hiroshima e Nagasaki tem muitas coisas em comum. As duas cidades foram alvos das duas primeiras bombas atômicas lançadas como armas de guerra. A primeira foi Hiroshima em 6 de agosto de 1945. Três dias depois, os Estados Unidos lançaram a segunda bomba atômica sobre a cidade de Nagasaki, que explodiu a pouco mais de 450 metros do solo.

No total, cerca 250 mil pessoas foram mortas pelas duas bombas. Assim como ocorreu em Hiroshima, praticamente a mesma história se repetiu em Nagasaki. Eram 11:02 da manhã do dia 9 de agosto de 1945, quando houve uma grande explosão. O céu sobre Nagasaki, foi preenchido por um clarão branco, uma nuvem em forma de cogumelo e nesse instante, todos os relógios pararam.

Bomba atômica em Nagasaki
A bomba atômica detonada sobre a cidade, a segunda na história do mundo, matou instantaneamente cerca de 74.000 pessoas e causou um caos catastrófico para a cidade de Nagasaki.

Hoje, muros de construções em ruínas, fotos da destruição, roupas rasgadas e garrafas derretidas, contam por si só, toda a história, de forma silenciosa, porém dolorosa. São imagens, cenas e objetos que chocam e incomodam, pois nos fazem lembrar o quanto a guerra é trágica e repugnante.

Hiroshima e Nagasaki estão fortemente empenhadas em banir as armas nucleares para sempre. Nas duas cidades foram instaladas memoriais da paz bem no epicentro da explosão, com o objetivo de compartilhar os danos dolorosos, causados ​​pelas armas nucleares.

Também é um local para rezar pelas almas das vítimas e também para enfatizar o desejo para que a paz prevaleça entre os povos.

História sobre o Heiwa Koen (Parque da Paz de Nagasaki)

Parque da Paz em Nagasaki
O Parque da Paz em Nagasaki foi construído em 1955, sobre um vale, ao norte do epicentro da explosão da bomba atômica. Próximo ao local é ainda possível ver os muros em escombros de uma prisão e também da Catedral de Urakami.

Esse parque foi criado para representar o desejo de todos pela paz mundial e um pedido o fim das armas atômicas, para que guerras trágicas como essa, jamais se repita novamente. É também um local onde milhares de pessoas se reúnem para orar pela paz no mundo e pelas almas das vítimas da bomba atômica.

Nagasaki bomba atômica antes e depois

Nagasaki é uma das regiões do Japão com maior influência estrangeira e com o maior número de católicos do país. Isso se deu devido ao fato dela ter sido uma importante cidade portuária que servia de ponte para o comércio entre o Japão e vários países europeus, como Portugal e Holanda. Por causa dessa influência ocidental, diversas igrejas católicas e catedrais como a Catedral de Urakami, foram construídas em Nagasaki.

Estátua da Paz de Nagasaki

Parque da Paz em Nagasaki
O símbolo do Heiwa Kouen é a Estátua da Paz, que fica no extremo norte do parque, com 10 metros de altura, criado pelo escultor Seibou Kitamura, nascido em Nagasaki. A mão direita da estátua aponta a ameaça das armas nucleares, enquanto a mão esquerda estendida simboliza a paz eterna.

O rosto suave simboliza a graça divina e os olhos suavemente fechados oferece uma oração para o repouso das almas das vítimas das bombas “. A perna direita dobrada significa meditação e a perna esquerda estendida indica a iniciativa de se levantar e resgatar as pessoas, ou seja, um gesto de solidariedade.

Parque da Paz em Nagasaki Epicentro bomba
Na frente da estátua há um pilar de mármore preto que marca o epicentro da explosão atômica. Outra placa de pedra contém os nomes das vítimas e dos sobreviventes que morreram nos meses, anos ou décadas subsequentes.

Nela contém as tristes estatísticas:

Área atingida: 6,7 milhões m²
Mortos: 73.884
Feridos: 74.909
Sofredores: 120,820
Casas incendiadas: 11.574
Casas completamente destruídas: 1.326
Casas semi destruídas: 5509
Casas parcialmente danificadas 50.000
Total de pessoas atingidas pela bomba: 148.793

No extremo sul do parque tem a Fonte da Paz, que foi construído em agosto de 1969, em memória de Sachiko Yamaguchi, uma menina de 9 anos que morreu enquanto andava em busca de água. Em sua homenagem, foi colocada uma pedra de granito em frente ao chafariz, onde se lê:

“Eu estava com muita sede. Havia óleo na superfície da água, mas eu queria água mesmo que fosse com o gosto tão ruim, por isso eu a bebi assim mesmo.”

Além desta fonte, muitas outras fontes de água estão espalhadas pelo parque para lembrar à todos sobre às vítimas da bomba que sofreram muito procurando por água e que por sede, acabaram bebendo a água contaminada pelo plutônio.

Fonte da paz em Nagasaki
Além de fontes de água, podemos encontrar também muitos monumentos, alguns com o origami de tsuru, símbolo de paz em Nagasaki e Hiroshima e outros monumentos que retratam mães e crianças, as principais vítimas desse genocídio. Este outro monumento abaixo retrata duas crianças sentadas em um banco com pombas, representando todas as gerações perdidas por causa da bomba atômica.

Zona da Paz Mundial

Em 1978, Nagasaki desenvolveu um espaço chamado “Símbolos da Zona de Paz”. Neste espaço podemos ver inúmeros monumentos oriundos de diversas partes do mundo, que refletem a solidariedade e o pensamento de paz mundial. Há monumentos vindos de vários países como Polônia, Turquia, Itália, China, Estados Unidos, Argentina, Brasil, entre outros.

O Monumento Pela Paz foi doado pela Prefeitura Municipal de Santos-SP em 1986. Santos é uma das cidades-irmãs de Nagasaki. No monumento podemos ler a frase: “Uma expressão da aspiração para a paz mundial perpétua é abraçado pelo povo do Brasil”. O texto está escrito em Japonês, Inglês e Português!

Parque da Paz em Nagasaki Monumento do Brasil

Veja mais alguns monumentos de outros países:


Essa estátua se chama “Proteção do nosso futuro,” e foi doada pela cidade-irmã de Middelburg, Países Baixos no dia 7 de outubro de 1983. Eu achei essa estátua muito tocante pois representa uma mãe cobrindo seu filho para protegê-lo.

Com certeza foi feito para homenagear todas as mulheres que tentaram em vão salvar seus filhos durante a explosão e também representa que devemos proteger não somente a geração presente, mas também a próxima geração, para que os povos do mundo possam viver em paz juntos.


Essa estátua feita toda de bronze se chama “Constelação Terra” e foi doada pela cidade de Minneasota (EUA) em Outubro de 1992. Foi feita pelo escultor Paul Granlund [1925-2003]. “As sete figuras humanas representam os 7 continentes. A interdependência das figuras simboliza a paz e a solidariedade.”


Esse monumento que representa uma tulipa, se chama “Flor do Amor e da Paz,” foi doado pela Polônia em 2 de agosto de 1986. ” Assim como Fênix renasceu das cinzas, uma flor nasceu da pedra. Com isso, a humanidade afirma a sua existência quando a paz reina sobre a Terra.”

Esse belo monumento mostra que Nagasaki renasceu das cinzas, assim como Fênix, já que na época, rezava a lenda de que nenhum vegetal nasceria naquela área por 75 anos. Hoje, passados 70 anos, a cidade desenvolveu-se, modernizou-se e muitas flores e árvores floresceram no local onde a bomba caiu.

Nagasaki bomba atômica antes e depois
São muitos monumentos e estátuas no Parque da Paz em Nagasaki e todas tem o seu significado e seu valor. Se você quiser ver outros monumentos, entre nesse link.

Pertinho do parque ainda tem a parte mais dolorosa, o sóbrio Museu da Bomba Atômica de Nagasaki (Genbaku Shiryōkan), que guarda muitos vestígios da tragédia, mas este ficará para outro artigo. Tanto o parque como o museu, são lugares que todas as pessoas, um dia deveriam visitar, para ver de perto, o preço alto que custou a imprudência e a ganância pelo poder.

Aniversário da bomba atômica de Nagasaki

Dia 9 de agosto é o 70° aniversário do bombardeio atômico de Nagasaki, e todos os anos, uma cerimônia especial é realizada em frente à Estátua da Paz. Mais de 6 mil pessoas visitam o Heiwa Koen nessa data, onde autoridades fazem declarações de paz para todas as pessoas ao redor do mundo.

Neste dia, também ocorre um Tooro Nagashi, um evento, onde lanternas de papel contendo orações, desejos de paz e o fim das armas nucleares, são lançadas à noite no rio Urakami em homenagem às vítimas da bomba atômica. É muito bonito ver as lanternas flutuando no rio… é como se levassem paz e promessas de dias melhores!


Vale lembrar, que durante o mês de agosto, o Tooro Nagashi é realizado em diversos rios do Japão e também em rios de outros países, inclusive no Brasil.

Vídeo do Heiwa Kouen (Parque da Paz)


Link do vídeo

Vídeo da bomba sendo lançada em Nagasaki:


Link do vídeo

* Originalmente postado no dia 8 de Agosto de 2012

Quer Aprender Japonês?

4 Comentários

  1. Roberto

    “Japão em Foco”

    É simples, mais belo… Essa reportagem é sensacional,

    Você buscou detalhes, e tudo ficou muito bom!

    O monumento da mãe abraçando o filho foi o que mais me emocionou.

    Eu até me emocinei (mais uma vez) ao ler esta reportagem, que lindo o nosso Japão, não se deixa abater por nada, e é maravilhoso a consideração e a memória que eles tem com seus antepassados.

    Mais uma vez PARABÉNS! Muitos e muitos parabéns pelas belissímas reportagens!!!

    Abraços´

    😯

  2. Japão em Foco

    Oi Roberto!
    Mais uma vez te agradeço por estar sempre presente no blog. Estou aproveitando este mês que é o aniversário de 67 anos da bomba atômica para escrever um pouco mais sobre este assunto, tão triste, mas que ao mesmo tempo, nos ensina o valor da vida e as consequências terríveis que a guerra pode trazer! Acho que mesmo nas tragédias, podemos absorver algo de positivo e foi isso que o Japão fez. Ao invés de optar pelo ódio e a vingança, resolveram se unir contra um mal, que se não for bem gerenciado, pode inclusive acabar com a humanidade inteira: As armas atômicas.

    Esse Parque da Paz foi construído justamente com esse objetivo, que é alertar ao mundo inteiro sobre os perigos dessas armas, que acabam matando tantas pessoas inocentes. Se a 67 anos atrás já fizeram tanto estrago, imagina o que uma bomba atômica faria nos dias de hoje? Melhor nem imaginar né… Quem tiver a oportunidade de ir até Hiroshima ou Nagasaki ver de perto tudo isso, com certeza, terá um grande aprendizado e verá que a vida humana muitas vezes não vale nada diante da ganância dos homens!

    Obrigada por estar sempre comentando por aqui!
    Abraços!

  3. Pingback: Festival de Lanternas de Nagasaki | Curiosidades do Japão

  4. como viajar para Nagasaki e como se alojar lá compra casa e arranjar trabalho?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *