Tashirojima, uma ilha infestada de gatos

Tashirojima, a pequena ilha infestada de gatos

Tashirojima (田代島の猫) é uma pequena ilha, com 3,14 km ², conhecida como “Ilha dos Gatos“, devido à população numerosa de felinos que vivem lá, superando inclusive ao número de moradores que não passam de 80. A população caiu cerca de 90% em relação à 50 anos atrás e atualmente cerca de 83% dos habitantes possuem mais de 65 anos, o que traz uma certa preocupação em relação ao futuro da ilha.


Tashirojima fica a 20 km da cidade de Ishinomaki em Miyagi ken, área onde ocorreu o terremoto e tsunami de 2011. Os gatos são símbolos de sorte e proteção e como o local não foi completamente devastado pelo desastre, as pessoas passaram a acreditar mais ainda nisso. Um fato curioso é que não existe cães na ilha, somente centenas de gatos, a maioria “vira lata” e moradores de “rua”, porém são cuidados e alimentados pelos visitantes e população local.

Mas de onde vieram tantos gatos?

Há séculos atrás, a principal atividade econômica na ilha era a criação de bicho de seda, porém os ratos estavam ameaçando a criação. Com isso, foram trazidos alguns gatos, por serem os predadores naturais destes roedores. Os felinos cumpriram sua missão, foram se multiplicando e se alojando perto das casas dos pescadores, onde aproveitam-se das sobras. Hoje em dia, não há mais criação de seda na região e as principais atividades são a pesca e o turismo.

Os gatos foram tomando conta da região e depois de um tempo as pessoas se afeiçoaram pelos bichos e passaram a estudar o seu comportamento em relação à previsão do tempo e às condições de pesca. Eles até construíram um Neko Jinja (santuário para os gatos) no meio da ilha, que acabou se transformando em atração turística, além de pousadas e edifícios com formato de gato.


Pousadas e casas com formato de gato e abaixo o Neko Jinja, Santuário dos gatos

Yutaka Hama, 49 anos, lidera um grupo que procura promover viagens e turismo em Tashirojima. Seu desejo é que mais jovens se interessem em conhecer a ilha e quem sabe se fixar por lá. Hama, que se mudou para Tashirojima a alguns anos atrás, agora opera uma pousada na ilha e vem se empenhando em criar perspectivas de emprego para atrair os visitantes, além dos adoráveis gatos.


Afinal, do jeito que a coisa anda, se não tomarem logo iniciativas como essas, só sobrarão gatos de moradores na ilha. Por isso até um documentário foi feito pela TV japonesa, a fim de divulgar Tashirojima, destacando inclusive um gato especial: Jack, um gato preto e branco com a orelha esquerda caída. Teve também um filme chamado Nyanko, onde em uma de suas sequências, mostraram cenas com os gatos de Tashirojima.


Os gatos são queridos e protegidos pela população local e eles não permitem que nenhum predador dos gatos, entre na ilha, para não ameaçá-los. As duas principais vilas da ilha são Oodomari e Nitoda (onde fica a maior parte dos gatos). Não há campo de pouso na ilha e o único meio de chegar a ilha é através de balsa, que sai de Ishinomaki. A viagem dura aproximadamente 40 minutos.

Tashirojima

Assista ao vídeo

Quer Aprender Japonês?

7 Comentários

  1. Pingback: Maru, o gato mais famoso do Japão | Curiosidades do Japão

  2. Pingback: Neko no Hi - Dia do Gato (22 de fevereiro) | Curiosidades do Japão

  3. Pingback: Nekozushi - Uma combinação de Gato + Sushi | Curiosidades do Japão

  4. Carlos Eduardo Barbosa Martinez

    nossa eu amo gatos q vontade de ir nesta ilha!! 😉

  5. may

    também adoro gatos! qualquer dia vou pra essa ilha!

  6. may

    e por falar em gatos, o que vc fez com aquele adorável gato-relógio do blog??? por que sumiu com ele???

  7. JoFerré

    Amo gatos!!! tenho nove atualmente, adoraria conhecer essa ilha, que pena que não entendo o que estão dizendo na fimagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *