Tradições de Ano Novo no Japão

hatsumode-a-primeira-visita-ao-templo

Tradições de Ano Novo no Japão

Se você é daquelas pessoas que adora a contagem regressiva e o belo show pirotécnico na virada do ano, então ficará um pouco decepcionado com o Reveillon no Japão. Ao invés dos esperados fogos de artifícios, o que escutamos na Terra do Sol Nascente são as 108 badaladas do ritual budista Joya no Kane.

No dia 31 de dezembro, a contagem regressiva tão esperada pelos japoneses são as 107 badaladas do sino (a última badalada ocorre exatamente à meia noite, momento exato da virada do ano). Para o povo japonês, esse ritual celebra a chegada do Ano Novo, assumindo o papel que os fogos de artifício fazem em outros países.

Mas qual a razão das 108 badaladas?

De acordo com as crenças budistas, as 108 badaladas representam os 108 pecados ou desejos mundanos do homem, e o tocar do sino serve para afastar esses desejos, a fim de que o homem possa entrar purificado no novo ano.
Mais quais são eles?

Joya no Kane - Tradição de Ano Novo no Japão

Se referem aos seis sentidos (visão, audição, olfato, paladar, tato e consciência), multiplicado por três reações (positivas, negativas ou indiferentes), que dá um total de 18 “desejos”. Cada um desses desejos pode estar “ligado ou separado do prazer”, portanto multiplica-se por 2, dando um total de 36 “desejos”.

Cada um desses desejos pode se manifestar no passado, presente ou futuro, portanto multiplica-se 36 por 3, dando como resultado 108. Este número é muito frequente nas crenças religiosas indianas, portanto quando o budismo chegou ao Japão (a cerca de 400 aC), este número passou também a fazer parte de várias tradições budistas.

Joya no Kane - Tradição de Ano Novo no Japão 2

Hatsumode – A primeira visita ao templo do ano

A primeira visita do ano à um santuário ou templo é chamado de Hatsumode. As visitas ocorrem a partir do dia 31 de dezembro, véspera de Ano Novo (Omisoka) ao dia 3 de janeiro. Normalmente, as pessoas vão com trajes típicos japoneses (quimono e hakama) e rezam para que tenham um ano próspero e com muita saúde.

Durante o Ano Novo (Oshougatsu), os templos e santuários ficam lotados e muitas vezes é necessário ficar na fila durante horas. Lá também são vendidos vários tipos de talismãs para trazer boa sorte como Omamori, Daruma e Maneki Neko. Muitos aproveitam para deixar os amuletos antigos para sejam queimados.

>>> Conheça os principais amuletos de Ano Novo no Japão.

Hatsumode - A primeira visita do ano à um santuário

Hatsuhinode – O primeiro nascer do sol do ano

No dia 1 de Janeiro, os japoneses costumam se levantar bem cedo para assistir o primeiro amanhecer do ano. Esse ritual chama-se Hatsuhinode (初日の出). Muitos se reúnem com amigos e familiares e vão para o litoral ou para algum templo localizado em alguma cidade montanhosa para apreciar o nascer do sol.

Hatsuhinode - O primeiro nascer do sol do ano

* Nada de pular sete ondinhas como se faz no Brasil… No Japão, a tradição é simplesmente apreciar a beleza do primeiro nascer do sol do Ano.

Após um generoso café da manhã, muitos retornam aos templos para comprar o Omikuji (お神籤), uma espécie de oráculo com previsões de boa sorte. Também são realizados diversos jogos tradicionais no Ano Novo, como o Takoage e o Hanetsuki.

>>> Conheça os tradicionais jogos de Ano Novo no Japão.

Hatsugama – A primeira cerimônia do chá

Outra tradição japonesa de Ano Novo é o Hatsugama (初釜), que é a primeira cerimônia chá do ano, onde se reúnem os membros mais importantes da família ou as pessoas mais próximas com o intuito de manter boas relações no novo ano.

hatsugama - A primeira cerimônia do chá do ano

Existem outros eventos importantes no Ano novo como o Kakizome(a primeira caligrafia do Ano Novo), Nanakusa Gayu (as 7 ervas da Primavera), Otoshidama (envelope com dinheiro para as crianças), Nengajo (cartões postais de Ano Novo), e superstições interessantes como o Hatsu yume (o primeiro sonho do Ano Novo). Tem ainda o Kagami Biraki, uma tradição de Ano Novo no dia 11 de janeiro.

No Japão, Ano Novo dura três dias

No Japão, o Ano Novo compreende nos três primeiros dias, sendo que o dia 1 º de janeiro (元日/ ganjitsu) é feriado nacional. Muitas lojas permanecem fechadas durante esses três dias. Esses três primeiros dias é chamado de Sanganichi (三が日) e muitos japoneses aproveitam para relaxar e estar junto com a família.

Aliás, o Ano Novo no Japão é um evento tradicionalmente familiar. Muitos viajam para se reunir com a família e partilhar das comidas típicas de Ano Novo como o Soba e o Osechi-ryouri, um obento tradicional com kazunoko (ovas de arenque), Kobumaki (kombu enrolado), Datemaki (omelete) e takenoko (broto de bambu).

>>> Conheça as comidas tradicionais de Ano Novo no Japão.

Osechi-ryouri, obento tradicional de Ano Novo

Cerimônia Kokyo Ippan Sanga

No dia 2 de janeiro, um evento muito importante ocorre para o povo japonês. É o Kokyo Ippan Sanga, uma cerimônia oficial em que o Imperador do Japão e sua família fazem sua primeira aparição pública na varanda do Palácio Imperial, em Chiyoda-ku, Tóquio, para felicitar a nação japonesa pelo Ano Novo.

Neste dia, os portões do Palácio Imperial estarão abertos e as pessoas comuns poderão atravessar a ponte Nijubashi. Este é um dos dois dias do ano em que é possível entrar no palácio. O outro dia é no dia 23 de dezembro, que é o aniversário do imperador. Normalmente uma grande multidão se aglomera no local.

Kokyo Ippan Sanga, a primeira aparição pública do Imperador

O que esperar do Ano Novo no Japão?

Como deu pra perceber, Ano Novo no Japão é uma celebração tranquila, familiar e espiritual. Claro, que nas grandes cidades em todo o Japão ocorrem vários eventos noturnos com muita badalação. Em Tóquio por exemplo, Shibuya e Shinjuko são os mais procurados para quem quer passar um Reveillon animado com os amigos.

Outro local que é muito popular para a virada do ano é o Templo Zozoji, próximo ao Tokyo Tower. Nos anos anteriores milhares de balões brancos foram lançados à meia-noite para celebrar o ano novo (Veja o vídeo). No entanto, segundo o site oficial do templo Zozoji, o evento com os balões foi cancelado este ano, mas estará aberto para o Hatsumode e para as 108 badaladas do sino do Joya no Kane.

Templo Zozoji Ano Novo

Para quem quer fogos de artifício no Reveillon japonês, sobra poucas opções como alguns Parques de Diversões como o Tokyo Disneyland e Universal Studios Japan. Hanabi só são mesmo populares no Japão durante os festivais de verão.

Para a maior parte das famílias japonesas, o Ano Novo é um momento de reflexão sobre o ano que passou, de renovar as energias para o ano que vai começar. É hora de fazer uma faxina não só física como também espiritual, para afastar toda a negatividade. Também é hora de compartilhar bons momentos junto da família.

Um costume atual é a família se reunir em frente à TV na véspera de Ano Novo para assistir o “NHK Kohaku Uta Gassen”, um show de música muito popular na véspera de Ano Novo, onde se reúnem os mais famosos cantores J-pop e enka separados em equipes feminino e masculino para uma competição musical.

Para os japoneses é muito importante terminar o ano em paz, com a sensação de que todas as suas dívidas estão liquidadas e com aquele gostinho de dever cumprido. Para a maioria dos japoneses esse sentimento ajuda a trazer não só prosperidade econômica, como sorte em todos os aspectos da vida no novo ano que se inicia.

Como dizer Feliz Ano Novo em japonês?

Até 31 de dezembro: Yoi otoshi o
良いお年を

A partir de 1 de Janeiro: (shin-nen) Akemashite Omedeto (gozaimasu)
(新年) あけましておめでとう (ございます)

Akemashite Omedetou Gozaimasu

Quer Aprender Japonês?