Descubra por que alguns Hiragana não aparecem em placas de carro no Japão


Placas de carro no Japão

Em diversos países algumas sequências ou letras específicas são proibidas, na maioria das vezes por questões culturais. No Brasil, por exemplo, a placa GAY-2424 está proibida. Outras séries (sequências numéricas) com as letras GAY, no entanto, são usadas.

Outras combinações de letras infelizes são CUS e CKH, por serem consideradas chulas ou constrangedoras. O curioso é que todas elas seriam usadas em São Paulo. Cada Estado ficou com uma fatia do abecedário. Coube a São Paulo todas as placas entre BFA-0001 e GKI-9999.

No Japão, você também não verá certos caracteres em suas placas de carro. Antes, vamos entender como é a estrutura básica de uma placa de licença veicular no Japão.

A linha superior contém o nome do escritório emissor (Na imagem abaixo por exemplo está escrito Kumamoto) e um código de classe do veículo. Já a linha inferior contém um caractere hiragana (no caso abaixo é o hiragana que representa a letra A) e um número de série de quatro dígitos dividido em dois grupos de dois dígitos separados por um hífen.

O uso de hiragana em placas de carro é algo exclusivo do Japão. No entanto, há alguns que nunca aparecem nas placas e as razões são surpreendentes. Eles são:

1) Qualquer hiragana com a marca ten-ten ao lado (como が (ga), じ (ji), ど (do) etc.)

2) Combinação de sons de hiragana (como きゃ (kya), ちょ (cho), みゅ (myu) etc.)

3) Hiraganas antigo que não são mais usados (como ゐ (wi) and ゑ (we) etc.)

4) わ (wa) e れ (re) são usados apenas em carros de aluguel.

Isso ainda deixa vários hiragana sobrando para serem usados, mas entre eles há quatro que – por várias razões – não podem ser usados em placas de veículos. Eles são:

1) お (o): Não é usado devido à sua semelhança com o hiragana あ (a). Durante uma perseguição em alta velocidade, a última coisa que a polícia quer fazer é tentar deduzir se eles estão perseguindo um お ou um あ. Esse também pode ser o motivo pelo qual os hiraganas similares わ (wa) e れ (re) são usados apenas para carros alugados.

2) し (shi): Não é usado porque é pronunciado da mesma forma que a palavra 死 (“morte”). Aqueles que estudaram japonês sabem que o número quatro (também com a mesma pronúncia) é considerado um número de azar, semelhante a 13 no Ocidente. É superstição que fala né?

3) ん (n): O ん é o único hiragana que é apenas uma consoante e não uma consoante seguida por uma vogal. Não há palavras em japonês que comecem com ん, o que dificultaria a pronúncia por si só. Quando os funcionários de uma loja de departamentos anunciam pelo alto-falante que um carro deixou os faróis acesos no estacionamento, eles querem ser capazes de deixar a informação clara, sem gaguejar em erros de pronúncia.

4) へ (he): A razão pela qual você nunca verá um へ em uma placa de carro? Porque a pronúncia é igual a 屁 (“flatulência”). Policiais e funcionários de lojas simplesmente teriam um acesso de riso ao se depararem com uma placa escrita com o hiragana へ.

Esse último com certeza é o mais inusitados de todos não acha? É hilário imaginar uma sala cheia de funcionários do governo discutindo sobre o assunto e decidindo que へ não deveria ser usado em placas por lembrá-los que a pronúncia se assemelha a “flatulência”.

Outras curiosidades sobre placas de carro japonesas

As placas possuem uma sequência de quatro números separados por hífen na parte inferior. Quaisquer zeros à esquerda são substituídos por pontos centrados.

As placas brancas podem ter o seguinte hiragana (em negrito indica caracteres usados em veículos de aluguel):
さすせそたちつてとなにぬねのはひふほまみむめもやゆよらりるろれわ

Placas verdes se referem a veículos para uso comercial e podem ter o seguinte hiragana:
あいうえかきくけこを

Conjunto de Hiragana (incluindo aqueles com dakuten ” ou handakuten °) que não são usados em placas de nenhum tipo de veículo no Japão:
ばだがぱざびぢぎぴじぶづぐぷずべでげペぜぼどごぽぞゑゐ

Códigos de classificação dos veículos no Japão

O número que aparece ao lado do nome do escritório de emissão refere-se ao código de classe do veículo. A classificação baseia-se no comprimento, largura e altura do veículo, assim como pelo deslocamento do motor. Exemplos:

100-199: Caminhão com cilindrada superior a 2000cc
200-299: ônibus de porte pequeno ou médio
300-399: Automóvel de passageiros com cilindrada superior a 2000cc
400-499: Caminhão, van ou station wagon com cilindradas de 660cc a 2000cc
500-599: Automóvel de passageiros com cilindrada de 660cc a 2000cc
600-699: Caminhão de três rodas com deslocamento inferior a 360cc
800-899: Veículo especial que exige inspeção anual com deslocamento maior que 660cc
900-999: Trator ou empilhadeira
000: Equipamento de construção

Tipos de placas de veículos no Japão

Características

Veículos particulares

Veículos Comerciais

Veículos compactos
ou grandes e motos
(deslocamentos <250 cm³)
Carros Kei Jidosha
Veículo de 2 rodas
≥250 cm³
Do lado esquerdo tem
um adesivo azul indicando
o mês em que o seguro expira,
neste caso 20 (outubro).

Gostou das curiosidades a respeito das placas de carro no Japão?
Comente abaixo e Compartilhe com os amigos! 🙂

Fontes: guiadoscuriosos.uol.com.br, soranews24.com, licenseplatemania.com, Wikipedia

Quer Aprender Japonês?

8 Comentários

  1. Yuji

    Nossa, adorei essa curiosidade! A do Brasil já sabia faz tempo, mas sempre que perguntava a um japonês, a maioria não sabia me dizer.
    Obrigado por compartilhar isso!

  2. Carlos Abreu

    Muito interessante o post! Obrigado por compartilhar!

  3. Mario

    屁 é mesma coisa que おなら ?

  4. Otavio Yamada

    E aquela placa branca que tem uma faixa vermelha na diagonal o que significa??

  5. Lucian

    Gostei muito da informação! Tenho visto muitos carros com placa cor azul e kanjj de 外. Seria interessante acrescentar esta tbm.

  6. FRANCISCO FALZONI

    Otavio Yamada , essa placa branca com a faixa vermelha é uma placa provisoria que você pegar na prefeitura da sua cidade para rodar com um carro que ainda não foi emplacado, por exemplo, se você comprou um carro e quer emplacar ele sem ter que levar ele que um caminhão guincho.

  7. Vinicius

    Agora toda vez que eu usar “hehehe” pra rir na internet, eu vou rir ainda mais

  8. José Armando Elias Abdala

    Boa noite, para mim ainda não ficou claro. A numeração ao lado do Hiraganá, como é escolhido. Ouvi dizer que é a pessoa, proprietária do veículo que escolhe. Já o caractere hiragana , é dado pelo órgão responsável. Poderia explicar? Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *