Os 10 Maiores Terremotos no Japão


Terremoto no Japão

Os 10 Maiores Terremotos no Japão

Todos os anos são registrados mais de 1500 abalos sísmicos no Japão. Eles acontecem diariamente, com intensidade variável: Alguns com maior intensidade, outros quase imperceptíveis. A razão para a grande frequência desse fenômeno se dá pela localização do arquipélago japonês, situado entre três placas tectônicas.

Mas o que são as Placas tectônicas? São blocos rochosos, alguns de dimensões continentais, que dão sustentação à superfície da Terra. O arquipélago do Japão está localizado entre as placas Eurasiana, das Filipinas e do Pacífico.

Fonte da Imagem: Pensargeo

Fonte da Imagem: Pensargeo

Cada placa resulta de “colagens” de placas anteriores, formadas há milhões de anos. Por isso, sua formação é cheia de falhas. Basicamente, é a movimentação dessas falhas que provoca terremotos. Podem causar também deslizamentos de terra, tsunamis e até mudanças na rotação do planeta.

Vasculhando a história do Japão, observamos o grande número de terremotos que já aconteceram no país ao longo de centenas de anos. A intensidade de um abalo sísmico nem sempre significa vítimas fatais. O Terremoto nas Ilhas Curilas em 2006, por exemplo, teve magnitude de 8,4 e não teve vítimas.

Já o Grande Terremoto de Kanto em 1923, com magnitude de 7,9 fez 142.800 vítimas. Claro que naquela época não existia a tecnologia anti-terremotos que existe hoje, mas mesmo assim podemos perceber que quando se trata de fenômenos da natureza, as consequências são realmente imprevisíveis.

Confira abaixo os 10 maiores terremotos do Japão, lembrando que a lista faz menção à magnitude e não ao número de vítimas:

10. Grande Terremoto de Kanto (1923)

Mortes: 142.800 / Magnitude: 7,9

O dia 1 de setembro de 1923, exatamente às 11:58, foi marcado por um terremoto de magnitude 7,9 que atingiu especialmente a ilha de Honshu. Foi um terremoto longo que durou entre 4 e 10 minutos e devastou a cidade de Tóquio, além de causar destruição generalizada em toda região de Kanto.

O terremoto causou muitos incêndios, pois aconteceu na hora em que muitos estavam cozinhando. Além de causar mais de 142 mil mortes, mais de 2 milhões de pessoas ficaram desabrigadas. Por causa desse terremoto, dia 1 de setembro foi designado como Bousai no Hi (Dia de Prevenção de Desastres).

9. Terremoto de Genroku (1703)

Mortes: 2.300 ~ 100.000 / Magnitude: 8,2

O terremoto de Genroku com magnitude de 8,2, ocorreu às 2:00 da manhã do dia 31 de dezembro de 1703. Genroku se refere a um período que abrange de 1688 a 1704. O terremoto atingiu principalmente a baía de Sagami, a cerca de 40 quilômetros de Tóquio e matou mais de 2.300 pessoas.

O terremoto Genroku causou muitos incêndios e destruição além de um grande tsunami com ondas superiores a 10 metros de altura. Por causa disso, não há estimativas exatas relacionadas ao número de vítimas. Estimativas de diversas fontes variam de 5 mil a 108 mil mortes no total.

8. Terremoto de Nankaido (1946)

Mortes: 1.362 / Magnitude: 8,1

O terremoto de Nankaido, com magnitude 8,1 atingiu Nankaido às 4:19 da manhã no dia 20 de dezembro de 1946. O terremoto foi sentido de norte a sul do Japão, atingindo mais de 100 milhões de pessoas. Além de muita destruição, o terremoto causou um tsunami com ondas de 6 metros de altura.

7. Terremoto de Aomori (1968)

Mortes: 52 / Magnitude: 8,2

O terremoto de Aomori com magnitude 8,2 ocorreu no dia 16 de maio de 1968, atingindo a costa leste de Honshu, perto de Misawa, seguido por um grande tsunami, matando 52 pessoas e deixando mais de 500 feridos.

6. Terremoto Ilhas Curilas (2006)

Mortes: 0 / Magnitude: 8,4

Embora tenha sido um tremor forte, com magnitude de 8,4, o terremoto e tsunami de 2006 que atingiu especialmente as Ilhas Curilas, 1000 km ao norte do Japão às 8:14 do dia 15 de novembro de 2006, não causou nenhuma morte. Mesmo com 70 abalos sísmicos seguidos, a questão da localização certamente beneficiou estas ilhas pouco povoadas (19 mil habitantes).

5. Terremoto Sanriku (1933)

Mortes: 3.000 / Magnitude: 8,4

O Terremoto Sanriku com 8,4 de magnitude, ocorreu às 2:30 da manhã do dia 2 de Março de 1933. O terremoto causou um tsunami e danos generalizados em várias cidades na costa de Sanriku, região de Tohoku (mesmo local onde aconteceu o Grande terremoto e tsunami de 2011).

Este terremoto destruiu mais de 5.000 casas e causou mais de 3.000 mortes. Um dos lugares mais prejudicados foi a pequena aldeia de Taro, que perdeu 42% da sua população e 98% de todos os edifícios. Por causa disso, foi construído na costa de Taro um grande paredão anti-tsunami com 10 metros de altura e 2 km de comprimento, que ganhou o apelido de “Grande Muralha”.

4. Terremoto Ansei-Nankai (1854)

Mortes: 3.000 / Magnitude: 8,4

O terremoto Ansei-Nankai com magnitude de 8,4, ocorreu às 16:00 em 24 de dezembro de 1854. Causou a destruição de mais de 30.000 prédios e causou pelo menos 3.000 mortes. Este terremoto ocorreu um dia depois do terremoto Ansei-Tokai, que matou 2.000 pessoas. No ano seguinte, seria a vez do terremoto Ansei Edo, com magnitude de 6,9, a fazer mais de 6.600 vítimas.

Ansei se refere ao período que vai de 1854 a 1860 e Nankai se refere a uma falha tectônica localizada no sul da Ilha de Honshu. Este terremoto causou incêndios que causaram a destruição total ou parcial de mais 50 mil casas, além de desencadear um tsunami que varreu mais de 15.000 casas.

3. Terremoto Meiji-Sanriku (1896)

Mortes: 22.000 / Magnitude: 8,5

O Terremoto Meiji-Sanriku ocorreu às 19:32 do dia 15 de junho de 1896. Foi um dos terremotos mais devastadores que ocorreu no Japão, causando mais de 22 mil mortes. além de muita destruição, o terremoto desencadeou um enorme tsunami que viajou por todo o Oceano Pacífico e chegou no Havaí e Califórnia.

Após o terremoto, a região ainda sofreu 76 tremores secundários com magnitude superior a 5,0. O tsunami teve ondas de 38,2 metros de altura e destruiu cerca de 9.000 casas. Este terremoto tem bastante similaridade com o de 2011, pois além da mesma localidade, tiveram alto poder de destruição.

2. Terremoto Hoei (1707)

Mortes: 5.000 / Magnitude: 8,6

O terremoto Hoei ocorreu às 14:00 no dia 28 de outubro de 1707 e era considerado o maior terremoto da história do Japão em termos de magnitude até o terremoto de 2011. Além de muitos danos e mais de 5 mil mortes, esse terremoto também causou a última erupção do Monte Fuji, 49 dias depois.

A tragédia acarretou em 29 mil casas destruídas e causou um grande deslizamento de terra em Ohya, Província de Shizuoka, afetando uma área de 1,8 km2, com um volume estimado de 120 milhões de m³.

1. Terremoto de Tohoku (2011)

tsunamiMortes: 29.000 / Magnitude: 9,0

O Terremoto de Tohoku com magnitude de 9,0 ocorreu às 14:56 no dia 11 de março de 2011, seguido de um enorme tsunami que fez cerca de 29.000 mil vítimas, além de causar muita destruição e danificar os reatores da Usina Nuclear de Fukushima. Este terremoto é o maior já registrado no Japão. Confira abaixo, um documentário sobre ele:

Referências: Pensargeo, Livescience

Quer Aprender Japonês?

7 Comentários

  1. may

    apesar do seu poder destrutivo e ser algo realmente apavorante, ainda prefiro ficar no JP com terremoto do que voltar pro BR com determinadas pessoas no governo. São mais catastróficas do que terremoto!!! (não matam pessoas e causam destruição diretamente, mas são responsáveis por muitas calamidades que acontecem nesse país que tem tudo pra ser um dos melhores do mundo ms não sai do buraco por causa dessa gente)

  2. Tiago

    Esqueceu de falar do grande terrmoto de Hanshin em 1995. Embora tenha sido “apenas” de 6.8 de magnitude, +6 mil desencarnaram.

  3. Dayane Florentino de Souza

    Bom dia!!
    Estou muito curiosa em como se vive no Japão, pois meu filho irá fazer um intercâmbio de um ano. Ele optou pelo Japão devido à cultura. E eu confesso que me sinto um pouco amedrontada em função dos tais terremotos e tsunamis, espero que dê tudo certo!!

  4. Dayane Florentino de Souza

    Na verdade, tenho dúvidas quanto às localidades. Porque normalmente aqui no Brasil quando existe alguma enchente ou coisa parecida, costuma ocorrer nas mesmas proximidades. No Japão tem áreas mais propensas ou é aleatório?

  5. Japão em Foco

    Oi Dayane!
    Tudo depende do local onde for o epicentro. Quanto mais próximo do epicentro (local de origem do terremoto), maior o efeito catastrófico da mesma. Regiões mais distantes podem sentir o terremoto, porém com menos intensidade. Abraços!

  6. bruno

    eu vi em um site la eles falava que o tsunami foi causado por um teste de bombas atomicas do iran nao sei si é verdade mais me parecia bem real . Tem um video no youtube que la explica o canal é DR misterio vale a pena Olhar

  7. Faltou o terremoto de Kobe em janeiro de 1995 !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *