Seven Stars: Dentro do trem mais luxuoso do mundo!


Seven Stars

Veja como é andar no primeiro trem de luxo do Japão, o Seven Stars

O primeiro nome que pode vir à mente, quando pensamos em trens de luxo, é o lendário Orient Express europeu. No entanto, há um outro trem que pode concorrer a esse título, que é o Seven Stars, em Kyushu. E a demanda de passageiros é tão alta que é praticamente uma loteria conseguir um bilhete para andar em uma das suas luxuosas 14 suítes.

Pra você ter uma ideia, as viagens entre outubro de 2018 e fevereiro de 2019 já estão esgotadas. Ou seja, para uma viagem no Seven Stars, o primeiro trem de luxo do Japão, não basta apenas planejamento. É preciso reservar com meses de antecedência.

O nome Seven Stars faz referência às sete províncias de Kyushu e também aos sete vagões que compõem seu comprimento. O trem faz um tour pela ilha de Kyushu, que é a parte do Japão mais próxima da ilha continental principal, e conhecida por suas fontes termais, picos vulcânicos, belas praias e icônicas cidades tais como Fukuoka e Nagasaki.

Viagens regulares no Seven Stars podem ter duas durações: Uma delas seria dois dias e uma noite ou então quatro dias e três noites, enquanto que viagens premium podem durar até seis dias, cinco noites. As viagens premium incluem guias turísticos e exploram diferentes aspectos culturais e gastronômicos da ilha, entre eles música e produção de vinhos.

Todas as viagens têm um máximo de 30 passageiros, e algumas incluem acomodações em hotéis exclusivos ao longo da rota, oferecendo aos hóspedes uma pausa do trem e uma oportunidade de explorar a região de perto. Os preços começam em 2.900 dólares por pessoa para uma viagem com duração de dois dias e uma noite em uma das luxuosas suítes.

A jornada começa na movimentada estação de Hakata, em Fukuoka. Uma vez dentro, os passageiros entram em outro mundo, sendo envolvidos por interiores aconchegantes de madeira e um design clássico que evoca um mundo de luxo e elegância de outra época.

“Tudo é único e feito sob medida para o trem”, disse Eiji Mitooka, designer de 70 anos da Seven Stars. “Dos assentos, à iluminação, ao mobiliário, nosso objetivo era misturar elementos como mandalas – inspirando-se no Oriente e no Ocidente – para criar algo que nunca vimos.”

Um dos elementos-chave que ajudam a criar o clima de elegância e luxo dentro do trem é o uso da madeira “kumiko” nos painéis, paredes e vários detalhes decorativos nos corredores, como pinturas em miniatura emolduradas pelo próprio Mitooka, assim como delicados lavatórios de porcelana feitos à mão disponíveis no vagão-restaurante e nas suítes privativas.

Um motivo de estrela é usado por toda parte: os símbolos de ouro adornam as telhas do teto, são esculpidos em abajures e coloridos em vitrais. As grandes janelas do trem também são uma parte importante do design. Emolduradas como pinturas, as janelas proporcionam aos passageiros, uma bela visão das belezas naturais da ilha de Kyushu.

Ao contrário de um hotel, as vistas fora de um trem mudam constantemente. Há montanhas, rios e oceanos. Mesmo climas diferentes … Todas as janelas têm quadros como uma pintura. É como se você estivesse assistindo a um filme. É o derradeiro luxo.

Quando o designer industrial Eiji Mitooka foi abordado pela primeira vez para projetar o trem, ele se inspirou no Expresso do Oriente, mas queria criar algo que atraísse principalmente os viajantes japoneses mais velhos, criando uma sensação de nostalgia.

“Eu acho que, por muito tempo, os japoneses acreditavam que a maior jornada era viajar para a Europa ou América; para experimentar diferentes culturas, ver as melhores coisas lá, comer a melhor comida lá”, disse ele.

“Mas para pessoas como nós, nos nossos 50, 60 e 70 anos, a viagem mais confortável e relaxante é aquela em que o japonês é falado, podemos desfrutar de comida japonesa, servida à maneira japonesa. Podemos redescobrir o Japão.”

Nosso trabalho é criar o melhor “estágio”. Para esta etapa, há adereços grandes e pequenos, iluminação, música e comida. Enquanto a tripulação assume seus papéis, os passageiros começam a se sentir como se fossem os personagens principais de uma peça.

Os passageiros desfrutam de cozinha sazonal no vagão-restaurante Jupiter e podem beber coquetéis enquanto ouvem música ao vivo no vagão-salão Blue Moon, que oferece vistas panorâmicas da paisagem a partir da janela da baía.

Se você está pensando em experimentar o Seven Stars, as inscrições para a temporada de outubro de 2018 a fevereiro de 2019 acabaram, mas se você esperar até a próxima primavera, provavelmente terá uma chance para conseguir uma vaga para a temporada 2019-2020. Se você quiser saber mais sobre o Seven Stars em Kyushu, visite o site oficial.

Confira o vídeo sobre o trem de luxo Seven Stars, exibido no “Masters of Experience” da CNN, uma série que explora as experiências mais originais do mundo, contadas pelos visionários que as criaram, nesse caso o renomado designer industrial Eiji Mitooka.

Referências: CNN, architecturaldigest.com, grapee.jp

Quer Aprender Japonês?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *