A Arte Japonesa do Aizuchi

A Arte Japonesa do Aizuchi

Estou te ouvindo – A Arte Japonesa do Aizuchi
A arte de ouvir é uma arte levada a sério em todas as culturas. Porém, para ser um bom ouvinte no Japão, não basta apenas ficar de ouvidos antenados. Deve-se usar o Aizuchi (相槌), uma série de expressões que servem para mostrar que o ouvinte está prestando atenção à conversa.

Seriam termos equivalentes aos nossos “sei”, “humm”, “ahan”, “sério?”, “verdade?”, “ah é?”, etc. Pode parecer algo corriqueiro, mas o Aizuchi desempenha um papel importante dentro de uma conversação em japonês, assim como as onomatopeias, igualmente muito usadas.

O Aizuchi é uma forma do ouvinte mostrar interesse e participar da conversa indiretamente sem a necessidade de que o interlocutor interrompa sua linha de raciocínio. A partir do momento que você pratica o Aizuchi, logo lhe será tão natural que você vai dizer sem muito esforço.

As expressões faciais assim como a entonação do “Aizuchi” vai definir o nível do seu interesse em determinada conversa. Quanto maior a entonação, mais interessado você demonstrará ao seu interlocutor. Para praticar nada melhor do que prestar bem atenção na forma como os nativos se comunicam e depois introduzir os termos aos poucos dentro de uma conversa.

Alguns exemplos de “Aizuchi”

Exemplos de Aizuchi

はい: “Hai” é um dos termos aizuchi mais usados no Japão. Pode ser traduzido como “sim”, “uhum” e “OK”.

へえええ: “heee” Também é muito comum, e normalmente é usado em conversas informais e com pessoas do nosso círculo social e familiar. Pode ser traduzido como “O quê?”, “Sério isso?”, “Tá brincando?”. Trata-se de uma interjeição para mostrar surpresa sobre aquilo que está ouvindo.

うん: “Un” pode ser usado por mulheres e homens, normalmente em conversas casuais. Pode ser traduzido como “sim”, “entendi”, “é isso mesmo”. Nem sempre esse termo significa que o ouvinte está concordando com o orador. Ás vezes serve apenas para indicar que a pessoa está prestando atenção.

そうですね: “Sou desu ne” pode ser traduzido como “Pois é…”, “É mesmo…”, usado geralmente para mostrar que o ouvinte está concordando com o orador.

そうなんだ: “Sounanda?” também pode ser traduzido como “É mesmo!”…

そうですか: “Sou desu ka?” pode ser traduzido como “Ah é?”, “É mesmo?”, “É isso mesmo?”, podendo ser usado em situações mais formais.

そうっか: “Soukka?” pode ser traduzido como “Ah é?”, “É mesmo?”…

本当に: “Hontou ni?” ou simplesmente 本当 (Honto?) pode ser traduzido como “É mesmo?”, “Verdade?”, “Sério?… Pode-se utilizar 本当ですか (hontou desu ka?) se a conversa for um pouco mais formal.

マジで: “Majide?” ou マジ “Maji?” ou “Majika?” tem o mesmo significado de “Hontou ni”.

すごいね: “Sugoi ne!” pode ser traduzido como “Incrível”, “Impressionante”. Também é comum os japoneses usarem すげえええ “Sugeee”, uma interjeição originada de “sugoi”.

なるほどね: “Naruhodo ne!” pode ser traduzido como “Entendo”, “Sei”, “Compreendo”. Na forma mais polida usa-se なるほどですね “Naruhodo desu ne”.

いいね: “Iine!” pode ser traduzido como “Que bom”, “Que legal”.


Link do vídeo (YouTube)

Bom, esses são apenas alguns exemplos de Aizuchi. Dominar essa arte da comunicação requer prática. Os japoneses no geral costumam ter muito cuidado na hora de expor suas opiniões e evitam discordar do seu interlocutor ou criar qualquer situação que possa ofende-lo ou constrange-lo. Esse costume é algo que está diretamente relacionado com o conceito de Honne e Tatemae.

Quer Aprender Japonês?

2 Comentários

  1. Luzinete N. M.

    Boa Tarde, Gente Amiga do Japão,

    Fico contente ao receber artigos relacionados ao País do Sol Nascente – Japão – lindo País, muito civilizado e desenvolvido; um povo culto e educado.
    Muito agradecida, pois os artigos são sempre úteis!
    Sem mais e até a próxima,
    Att.

    Luzinete.

    Belo Horizonte, 18 de Agosto de 2015.

  2. Adorei o post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *