10 Curiosidades sobre Akihabara


Akihabara, bairro dos eletrônicos

10 Curiosidades Sobre Akihabara
Akihabara (秋葉原) é um distrito do bairro de Chiyoda, em Tóquio. Esta área é conhecida como Akihabara Denki Gai (Akihabara Eletric Town). Neste bairro comercial concentra-se um grande número de lojas de eletrônicos. É possível encontrar muitos produtos com preços reduzidos. Akiba (como carinhosamente é chamado) também é considerado um verdadeiro paraíso para os otakus.

São muitas opções de lojas de anime, mangá e cosplay, além de cafeterias temáticas, a maioria localizada ao norte da estação de Akihabara. Já as lojas de eletrônicos estão situadas especialmente a oeste da estação. Pra quem está de passeio em Tóquio, Akihabara é parada obrigatória. 🙂

Conheça 10 curiosidades sobre Akihabara

1. Seu nome original era Akibagahara

Santuário Akiba (japanistas.com)

Akihabara (秋葉原) é uma abreviação de Akibagahara (秋葉が原), cujo significado é “campo de folhas do outono”. Hoje em dia, é comum as pessoas chamarem o bairro apenas de Akiba (アキバ), em homenagem a um santuário construído após um grande incêndio que devastou uma grande área de Tóquio em 1869. O objetivo do santuário era de proteger a região de novos incêndios.

2. Funcionava como um mercado negro

Durante o Período Feudal, Akihabara era o lar de muitos artesãos e comerciantes, bem como alguns samurais de classe baixa. Após o incêndio que destruiu a região em 1869, o bairro foi reconstruído e tornou-se um importante ponto de trânsito para diversas mercadorias como frutas e vegetais.

Akihabara começou a se especializar na venda de eletrodomésticos durante a década de 1930, o que contribuiu para o mercado negro, que se intensificou após a Segunda Guerra Mundial. Nos anos 1950 e 60, Akiba era conhecido como o “point” para comprar rádios e outros aparelhos eletrônicos.

3. O primeiro Maid Cafe

Maids (Commons Wkimedia)

O primeiro Maid Café do Japão abriu em março de 2001 em Akihabara e existe ainda hoje. Chama-se Cure Maid Café e se localiza no sexto andar de um edifício. Depois dele, muitos outros surgiram em Akihabara e outras áreas de Tóquio e até mesmo em outros países como a China, Coreia do Sul, Taiwan, Tailândia, Austrália, Hungria, República Checa, França, México, Canadá e Estados Unidos.

Nestes estabelecimentos, as principais características são as funcionárias estarem vestidas como empregadas domésticas e tratar os clientes como se fosse um “mestre”. Embora tenham deixado um pouco de ser uma “febre”, ainda existem dezenas de Maids Cafes que ainda fazem sucesso.

4. O Massacre de Akihabara

Massacre de Akihabara (murderperdia.org)

No dia 8 de junho de 2008, por volta de 12:35, Tomohiro Kato atingiu cinco pessoas com um caminhão em um cruzamento perto da principal estação de Akihabara. Ele então desceu do veículo e apunhalou aleatoriamente pelo menos 12 pessoas nas ruas. Foi preso pela polícia pouco depois do incidente.

Durante o seu julgamento, Kato justificou que queria mostrar sua insatisfação com a sociedade e as pessoas que o atacavam em um chat online. E apesar da defesa ter alegado que Kato não estava em condições normais de sanidade mental na ocasião do ataque, ele foi condenado à pena de morte.

5. Ponto de Encontro de cosplayers e artistas

Mega Hobby Mascot Cosplay (flickr.com)

Akihabara é considerado um ícone para os amantes de manga, anime e cosplay. Durante as noites dos fins de semana e feriados, algumas das ruas de Akihabara viram palco de cosplayers, pessoas que se vestem como personagens de anime e mangá e de bandas e grupos de dança que fazem apresentações ao vivo, atraindo um grande fluxo de pessoas na estação de Akihabara.

6. Foi uma importante fonte de renda para a Aum Shinrikyo

Ataque do Gás Sarin no Metrô de Tóquio é considerado o ato de terrorismo mais grave ocorrido no Japão, após a Segunda Guerra Mundial. Foi orquestrado por membros da seita Aum Shinrikyo e atingiu mais de 6 mil pessoas, deixando 50 pessoas em estado muito grave e levando 12 pessoas a óbito.

Mais tarde, descobriu-se que parte do dinheiro usado pela seita Aum Shinrikyo para a execução do ataque, provinha de uma importante fonte de renda gerada de um negócio bem lucrativo baseado em Akihabara, no qual vendiam computadores montados abaixo do preço de mercado.

7. O Paraíso dos Eletrônicos

Lojas de eletrônicos em Akihabara (Commons Wikimedia)

Não é a toa que Akihabara é conhecida como a “Eletric Town” de Tóquio. Lá podemos encontrar muitas lojas especializadas que oferecem todo tipo de eletrônico a preços reduzidos.

Se você não é fã da cultura otaku, mas é amante da tecnologia, vai ficar de queixo caído com as lojas de Akihabara.

E se estiver no Japão como turista, pode ganhar 10% de desconto na maioria das lojas Duty Free.

Além de produtos novos e novidades que provavelmente não encontrará tão cedo em seu país de origem, é possível também encontrar aparelhos usados por valores muito abaixo do preço usual, como computadores, notebooks, smartphones, entre outros.

Muitas lojas possuem funcionários que dominam o inglês, chinês e coreano para atender o grande fluxo de turistas estrangeiros.

8. O Paraíso dos Otakus

Akiba denkigai (Commons Wikimedia)

Akiba é considerada a Meca dos Otakus. Neste local, você encontrará tudo que se pode imaginar em relação a mangá, anime, videogames, idols e outros hobbies geeky. Em Akihabara também acontecem muitos lançamentos, além de convenções de anime e mangá, onde os fãs tem a oportunidade de se encontrarem com os criadores das obras que colecionam ou que mais apreciam.

O mercado de Doujinshi (mangá amador) também tem ganhado popularidade em Akihabara desde a década de 1970, quando as editoras começaram a não publicar mangás que não estavam prontos para os grandes mercados. É a oportunidade que os mangakas desconhecidos tem de mostrar suas obras para o mundo e de encontrar seu público entre os otakus que frequentam a área.

9. O Paraíso dos colecionadores de Action figures

Gundam cafe e AKB48 cafe & shop (Commons Wikimedia)

Em Akihabara encontramos uma grande variedade de lojas especializadas em Figuras de Ação (bonecos de personagens de anime, videogames, bishoujo, tokusatsu, etc). Uma das lojas mais famosas é a Kotobukiya, com 5 andares separados por tipos de colecionáveis e temas.

Outro local muito procurado pelos colecionadores é o Radio Kaikan, um edifício de nove andares recheados de lojas que vendem action figures. Mas além dessas, existem muitas prédios com lojas como o Akiba Culture Zone, Mandarake, Liberty 8, Yodobashi Akiba, entre muitos outros.

10. O Paraíso dos amantes de café

Gundam cafe e AKB48 cafe & shop (Commons Wikimedia)

Além dos Maid Cafés (de muitos estilos diferentes como Samurai Maid Cafe, Cosplay Maid Cafe, Pirata Maid Cafe, etc), Akihabara oferece uma grande variedade de cafés temáticos como o AKB48 Cafe, Gundam Cafe, Good Smile Cafe, Railroad Bar Little TGV, entre muitos outros. A maioria dessas cafeterias possuem lojas que vendem vários produtos relacionados à marca.

Como deu pra perceber, Akihabara oferece uma gama de opções para diversos tipos de público. Sua atmosfera otaku e nerd atrai milhares de visitantes todos os dias, além de ser um ótimo local para compras. Se você for passear em Tóquio, não deixe de incluir esse lugar incrível no seu roteiro.

Vídeos de Akihabara

Além dos vídeos, aproveite para ver esta câmera 24 horas de Akihabara.


Link do vídeo (YouTube)


Link do vídeo (YouTube)


Link do vídeo (YouTube)

Referências: Wikipedia, Japan Trends, Akiba.or.jp

Quer Aprender Japonês?

2 Comentários

  1. Ana

    Conheci Akihabara pelo AKB48 rs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *