A rodovia que passa dentro de um edifício


Expressway Hanshin e o edifício Gate Tower Building

A rodovia que passa dentro de um edifício no Japão

Como sabemos, o Japão sofre com o grave problema de espaço físico, especialmente nas grandes metrópoles. Assim, como Tóquio, Osaka, a segunda maior metrópole do Japão, aproveita meios incomuns para contornar esse problema.

Um exemplo é a Hanshin Expressway, uma rodovia expressa que passa por dentro de um edifício, o Gate Tower Building de 16 andares, localizado em Fukushima-ku.

Esse edifício é o único no Japão que tem uma estrada que passa por dentro dele e é um exemplo incrível de engenharia. O projeto foi desenhado por Azusa Sekkei e Yamamoto Nishihara Kenchiku Sekkei Jimusho e construída por Sato Kogyo Co. Ltd.

O prédio foi concluído em 1992, possui 71,9 metros de altura e dois dos seus 16 andares estão no subsolo, além de uma cobertura com um heliporto.

A rodovia que passa por dentro de um edifício

Em Osaka, esse edifício é conhecido como “Colmeia de abelhas”, devido à grande quantidade de pessoas que circulam no prédio. O Hanshin Expressway que passa por dentro dele, faz parte de uma rede de 239,3 km de vias expressas que ligam Osaka, Kobe e Kyoto e uma das principais rodovias do Japão.

Um dos fatos mais interessantes é que a estrada não faz contato nenhum com o edifício, apesar de passar por dentro dele. Ela é sustentada por suportes e estruturas engenhosas que ficam nas laterais do edifício. Com isso, não há os incômodos de ruídos e vibrações por causa dos carros que passam entre a rodovia e o prédio.

A rodovia ocupa do 5° ao 7° andar e podemos dizer até que a rodovia é o inquilino desses andares, já que ele paga aluguel. Já no elevador do prédio de escritórios, ele sobe ou desce, sem a possibilidade de parar por estes andares, ou seja, do andar 4 ele vai diretamente para o 8, ou vice versa.

Elevador do edifício Gate Tower Building em Osaka

Como surgiu a ideia

Outro fato interessante, é que essa obra da engenharia urbana, meio que nasceu por acaso. Antes daquela parte da rodovia ser construída, o prédio já estava sendo planejado para ser construído naquele local. Muitos conflitos foram gerados em relação aos direitos de propriedade e os titulares do Hanshin Expressway.

Somente depois de 5 anos de negociações é que ambas as partes conseguiram chegar em um acordo, sem que nenhum deles fosse prejudicado.

Uniram o útil ao agradável, ou seja, adaptaram a construção do prédio, de forma que permitisse a passagem da estrada por dentro dele. Convenhamos, que solução melhor não podiam ter tido, já que acabou se tornando uma referência de engenharia em Osaka.

Nesse meio tempo, algumas leis de planejamento da cidade e outras leis necessárias para este tipo de estrutura, também tiveram que ser revistas, em 1989, para que a construção da rodovia pudesse ser realizada.

Afinal, normalmente, as rodovias são construídas no subsolo, sem a necessidade de passar através dos edifícios e tudo tinha que ser bem feito para evitar problemas tanto à estrada, como ao prédio.

Na verdade, esse acordo beneficiou ambas as partes, afinal, aquela parte do terreno referente à saída de Umeda, onde foi construído o edifício Gate Tower Building, era de propriedade de uma empresa de madeira e carvão vegetal, que estava em declínio e com dificuldades financeiras para levantar a construção.

Hanshin Expressway

Apesar disso, os donos daquele lote não estavam interessados ​​em vender os direitos da propriedade em uma área tão valiosa como aquela.

Em contra partida, não havia espaço para mudar o trajeto da rodovia e sendo assim, o jeito foi negociar e assim adaptar o projeto original do edifício com uma reentrância que lhe tirou os 3 andares, por onde pudesse passar o Hanshin Expressway.

Além da ajuda nos custos para a construção, os proprietários do prédio ainda ganham o aluguel mensal referente aos andares usados pela via expressa.

Realmente, nesse caso, uma mão lavou a outra e ainda nos deu a oportunidade de ver como é incrível as habilidades da engenharia urbana, capazes de criar algo tão surpreendente e em sincronia como essa ponte que passa dentro do edifício.

Assista ao vídeo:

Quer Aprender Japonês?

7 Comentários

  1. Douglas

    Muito legal, parece filme futurista, o prédio ganhou um diferencial bastante chamativo!

  2. Roberto

    Sensacional!!!!

    Eu inicie engenharia civil mas não fui em frente, toda vez que tinhamos trabalhos em grupo eu costumava usar exemplo de obras japonesas.

    Apesar do Japão não ser o pais mais forte em construção civil, é um dos países mais inovadores engenhosamente falando e lider em construções à prova de terremotos.

    Sua arquitetura é única, e seus edifícios são baseados nas contruções de templos budistas. Por isso que em meio a terremotos muitos prédios ainda ficam em pé! Eu assisti muito (não todos) um programa chamado “Project X – Os Inovadores” (fica a dica! E adoraria se tivesse uma reportagem sobre isso…rsrsrsrs) é um documentário muito bom, relata as maiores e inovadoras obras feitos pelos japoneses como o radar do monte Fuji, a mais extensa ponte sobre o mar do mundo, a fabrica Honda, a catraca eletronica (igual a do metrô), entre outros.

    O que mais chama a atenção é a idéia de passar uma rodovia sobre um edifício, uma idéia que ninguem nunca teve, imagino que os cálculos estruturais para esta obra foram totalmente novos porque nunca fora feita obra assim antes, isso é incrível!

    Os Japoneses pode não ser o país mais forte em construção civil (que sempre foi a Alemanha e França), mas são sem sobra de duvidas os mais inovadores do mundo!!!!

    Abraços

  3. Japão em Foco

    Oi Douglas!
    Ficou bem legal essa rodovia né! Não é à toa que se tornou uma das grandes referências de engenharia rodoviária em Osaka. Abraços!

  4. Japão em Foco

    Oi Roberto!
    Obrigada pela dica do documentário “Project X – Os Inovadores”. Na verdade, eu nunca tinha ouvido falar sobre esse programa, mas vou dar uma pesquisada à respeito. Também acho muito legal, assuntos relacionados a construções e arquiteturas, seja elas antigas ou modernas. Mas você tem razão, uma das coisas que aprecio no Japão é a sua arquitetura e a engenharia empregada, não só nas construções tradicionais, como nas modernas que vemos hoje, com belos designs futurísticos! Abraços!

  5. Pingback: Autoestrada passa no meio do prédio! « O TRECO CERTO

  6. Pingback: Osaka, uma bela e moderna cidade japonesa | Curiosidades do Japão

  7. Pingback: Vias Expressas e Pedágios no Japão | Curiosidades do Japão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *