As belas dunas de areia em Tottori, no Japão


dunas de tottori

As dunas de Tottori, o pequeno Saara do Japão

Quem poderia imaginar que no Japão, há um lugar semelhante a um deserto, com direito à camelo e muito calor durante o verão? Claro, que “deserto” é somente força de expressão. São imensas dunas de areia, semelhantes às que temos aqui no Brasil, no Maranhão. Elas se estendem por 2 km de distância da costa e 16 km de dunas ao longo do litoral à leste da cidade de Tottori, na região de Chugoku.

As dunas estão espalhados por uma área de 30 quilômetros². Embora não seja tão grande quanto o deserto do Saara, as dunas de Tottori são consideradas a maior extensão de areia do país. Foram criadas a partir de depósitos de sedimentos transportados das montanhas Chūgoku pelo rio Sendai, no Mar do Japão.

Tottori dunas de areia

Tottori dunas de areia

A beleza de tirar o fôlego está em constante mudança por causa do vento e das correntes marítimas, que trazem a areia do fundo para a praia, onde o vento atua, reorganizando constantemente a sua forma. As dunas mais altas atingem cerca de 90 metros acima do nível do mar. Embora tecnicamente, não seja um deserto, a temperatura da areia pode facilmente estar acima dos 50°C no verão.

Elas já estão ali há milhares de anos, mas a área das dunas vem diminuindo cada vez mais, devido a um programa de reflorestamento do governo após a Segunda Guerra Mundial. Além disso, barreiras de concreto erguidas para proteger a costa de tsunamis, têm atrapalhado as empresas responsáveis por trazer a areia para a praia.

As dunas de areia em Tottori atraem cerca de dois milhões de visitantes por ano, principalmente turistas locais de dentro do Japão ou da Ásia Oriental. A região é abençoada com boas condições climáticas, pois devido ao seu meio geográfico, desastres naturais, como tufões não ocorrem com freqüência.

Quem for se aventurar, deve ir preparado com tênis confortável. Do topo das dunas é possível ter uma bela visão do mar do Japão, além de várias atrações, como andar de camelo por exemplo, asa delta, parapente e Sandboard, um esporte bastante popular por lá, não só pelos turistas como para os moradores locais.

tottori-sand-dunes

Museu de Areia em Tottori

O The Sand Museum, foi inaugurado no dia 14 de abril deste ano e a exposição inaugural apresentou as obras de 15 escultores de 10 países usando um tema britânica, incluindo uma estátua da rainha Elizabeth I, para comemorar a Olimpíada de Londres. As obras, feitas com areia de Tottori, vão estar em exibição até janeiro.

O museu é um lugar onde os visitantes podem visualizar as obras, como em um museu de arte”, disse Takeshi Shimozawa, diretor da instalação. “Esperamos que muitas pessoas serão capazes de desfrutar as maravilhas de esculturas de areia.”

Há ainda o Tottori ilusion, uma iluminação incrível e tradicional de fim de ano, que já ocorre há 10 anos. Este ano será realizado ao longo de um período de 13 dias, entre 12 de dezembro 24 de dezembro.


É uma beleza não é mesmo? Não é à toa que as dunas de Tottori, em Yuyama, sejam reconhecidas como tesouro nacional natural.

Quer Aprender Japonês?

5 Comentários

  1. Douglas

    Nunca imaginei esse mini deserto japonês, acho tão bom descobrir coisas novas sobre o Japão, isso me motiva a estudar nihongo!
    Abraços!

  2. Roberto

    Nossa que legal o The Sand Museum!!!

    Eu nunca, nunca, nunca e nunca imaginei que tinha deserto no Japão, nossa é até estranho dizer “deserto no Japão”. Quando falamos em deserto o que nos vem em mente é o Saara, desertos do Egito, Etiópia, Turquia e etc.

    Mas pra que gosta é um passeio diferente…. eu particularmente não me sentiria bem! Bom, pra quem vive na cidade de São Paulo como eu já vive isso todos os dias com o mau tempo!! kkkk

    Abraços

    😯

  3. Japão em Foco

    Oi Douglas e Roberto!
    Pra vocês verem como o Japão “esconde” lugares e histórias que nem imaginamos que poderiam existir lá né… Lembram quando eu comentei sobre as Sokushinbutsu, as Múmias Budistas japonesas? Quem imaginaria que poderia haver coisas assim no país das gueishas e samurais? Realmente conhecer o Japão inteiramente como sua cultura, lugares, história, entre outras coisas, é um aprendizado e tanto né! Abraços!

  4. Marcos de Souza

    Eu Amo o JAPÃO

    Nunca vou cansar de dizer.

  5. Pingback: A estação de trem dos apaixonados | Curiosidades do Japão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *