Kinkaku-ji – O Templo Dourado de Kyoto


Kinkaku-ji o Templo do Pavilhão Dourado

Kinkaku-ji: O Templo Dourado de Kyoto
Kinkaku-ji (金閣寺, Templo do Pavilhão Dourado) é com certeza, um dos locais mais visitados na antiga capital do Japão, Kyoto (京都市). Trata-se de um templo zen budista, rodeado pelo Kyōko-chi (lago espelhado) e por um belo jardim. Oficialmente, o templo chama-se Rokuon-ji (鹿苑寺) e sua estrutura é simplesmente fascinante pelo fato de ser praticamente todo coberto de folhas de ouro puro.

Kinkaku-ji foi construído em 1397 para servir de moradia ao Shogun Ashikaga. Tempos depois, seu filho resolveu transformar a construção em um templo zen. Hoje, o Kinkaku-ji tornou-se em um dos maiores ícones de Kyoto, além de ter sido designado como Patrimônio da Humanidade em 1994.

São três andares, sendo que apenas o térreo não é coberto de ouro. O primeiro andar do pavilhão é conhecido como o Hôsuiin (“Templo de Dharma da Água”), construído no estilo shinden zukuri, associado com a nobreza Heian do século 11. O segundo andar é chamado de Chôondô (“Gruta das Ondas Sonoras”), construído no estilo buke zukuri, o mesmo utilizado nas casas de samurai.

Templo Kikaku-ji (kyoto-k.sakura.ne.jp)

Neste andar está uma estátua de Kannon. O terceiro andar do Kinkakuji é construído no estilo de um Salão de Buda em um templo Zen e é conhecido como o Kukkyôchô (“Soberba Vértice”). Tem janelas arredondadas e é mais ornamentado em relação aos outros andares, além de abrigar muitos monumentos de buda. No alto do telhado encontra-se uma fenghuang dourada (fénix chinesa).

Kinkaku-ji – Renascido das cinzas

Durante a Guerra de Onin (1467 ~ 1477), o templo foi destruído várias vezes. Foi reconstruído, mas em 1950, foi novamente incendiado por um monge de 22 anos. Após atear fogo no templo, o jovem tentou o suicídio em uma das montanhas próximas, mas acabou preso e levado sob custódia.

Não se sabe ao certo o motivo que levou o monge a praticar esse ato, mas alguns relatos dizem que o jovem sofria de esquizofrenia e cometeu o ato por conta de um surto psicótico. Em 1955, o templo foi reconstruído, mas sua arquitetura se manteve fiel ao original. A diferença mais significativa foi em suas paredes, que foram cobertas com folhas de ouro, tal como era o desejo de Ashikaga.

Kinkaku-ji o Templo do Pavilhão DouradoTemplo Kikaku-ji (Pixabay.com)

Em 1987, o Templo do Pavilhão Dourado passou por uma nova restauração em que as paredes receberam cinco camadas de revestimento de folhas de ouro! Em 2003, o templo passou por mais reformas, desta vez no seu interior, incluindo pinturas das salas e restaurações em seu telhado.

Uma visita ao Kinkaku-ji nos faz sentir uma paz inexplicável. Sua cor dourada, contrastando com a natureza ao redor e o seu reflexo no lago nos faz perceber o verdadeiro significado da palavra “zen”. Sua beleza presente nas quatro estações do ano, inclusive durante o inverno com o contraste do dourado e o branco da neve, é um verdadeiro bálsamo para os nossos olhos.

Templo Kikaku-ji no inverno (Pixabay.com)

A réplicas do Kinkaku-ji no Brasil

Se você ficou encantado com a beleza desse templo, mas não tem condições de ir até o Japão para visita-lo, saiba que existe duas réplicas no Brasil. Uma fica em Itapecerica da Serra (SP) e a outra em Curitiba (PR). O Kinkaju do Brasil em Itapecerica da Serra foi inaugurado em 1976 e contou com a participação de dois escultores japoneses: Noburo Norisada e Kanto Matsumoto.

Foi idealizado por Alonzo Bain Shattuck, um americano que morou no Japão do pós-guerra durante 15 anos. Foi construído em concreto armado e revestido com cedro, que recebeu uma pintura dourada especial em vez de ser folhado a ouro como o Kinkaku-ji do Japão. Em seu interior há várias salas para celebração de cerimônias ecumênicas e um cinerário com vários columbários.

Réplica do Kinkaku-ji de Itapecerica da Serra (commonswikimedia.org)

Já a réplica do Kinkaku-ji de Curitiba está situada na Praça Japão, criada para homenagear os imigrantes japoneses e inspirada nos clássicos jardins orientais.

Em 1993, a praça passou por uma reforma, onde foi incluído um Portal Japonês em madeira e a réplica do Templo Dourado de Kyoto com 11 metros de altura e com uma garça em bronze no topo, doada por uma comitiva japonesa.

O local abriga a Casa da Cultura (biblioteca de literatura nipo-brasileira) e uma loja de artesanato.

Nelas ocorrem atrações culturais, entre elas aulas de ábaco, meditação, origami e a “Cerimônia do Chá”.

Um bom local em Curitiba pra quem quer se sentir um pouco mais próximo da cultura japonesa.

Réplica do Kinkaku-ji, Praça Japão, Curitiba (www.guiaturismocuritiba.com)

Informações

Kinkaku-ji (Kyoto)
Endereço: 〒603-8361, Kyoto, Kita Ward, Kinkakujicho, Kinkaku-ji
Telefone: 07-5461-0013
Funcionamento: 09:00 ~ 17:00
Taxa de entrada: ¥ 400
Site Oficial, Mapa


Templo Pavilhão Dourado Kinkaku-ji em Kyoto [Vídeo]

Kinkaku-ju (Itapecerica da Serra)
Endereço: Rua Camarão, 200, Itapecerica da Serra, CEP: 06872-430
Telefone: (11)4666-4895
Funcionamento: Diariamente, das 9h às 17h
Taxa de entrada: R$ 5
Página no facebook, Mapa


Réplica do Templo Kinkaku-ju em Itapecerica da Serra [Vídeo]

Kinkaku-ju (Curitiba)
Memorial da Imigração Japonesa
Endereço: Av. Sete de Setembro com Av. Rep. Argentina – Água Verde
Funcionamento: Terça a domingo, das 9 às 18h
Site Oficial, Mapa


Réplica do Templo Kinkaju em Curitiba [Vídeo]

E você? Já teve a oportunidade de visitar o Pavilhão Dourado de Kyoto (Templo Kinkaku-ju)? E as réplicas do templo em Itapecerica da Serra e Curitiba? Conhece? Conte-nos sua experiência. 🙂

Quer Aprender Japonês?

2 Comentários

  1. Adamo Lussana

    Wonderful temple. The omamori of Kinkaku-ji temple can be found on http://www.omamori.com

  2. jullia ribeiro

    nossa eu fiz uma maquete deste templo e não imaginem o como ficou legal voces quiserem conhece vão até a escola wallace c. simonse em são bernado do campo no dia 16/09/2017 neste sabado para nossa amostra cultural vai ter tudo sobre o japão, e não é pago.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *