Após 80 anos, o tão esperado reencontro de Hachiko e seu dono


Uma nova estátua de bronze reúne Hachiko e seu dono
A comovente história de Hachiko atravessou gerações e já está completando o 81º aniversário da sua morte. Ao mesmo tempo, trata-se do 90° aniversário do falecimento do seu dono, o professor Hidesaburo Ueno, que dava aulas na Universidade de Tóquio.

Em homenagem ao professor Ueno e seu fiel amigo, Hachiko, será erguido uma nova escultura de bronze no departamento de agricultura da Universidade de Tóquio. Enfim, após 8 décadas, ocorre finalmente o tão esperado reencontro de Hachiko e seu dono. 🙂

Nova estátua representando o reencontro de Hachiko e seu dono

A história de Hachiko, que se passou na década de 30, repercutiu não só no Japão como no mundo todo. Por quase uma década, Hachiko esperava seu dono em frente à estação de Shibuya, sem se dar conta de que não voltaria a vê-lo.

No dia 25 de maio de 1925, o professor Ueno, havia saído para dar aulas como era de costume, porém, teve uma hemorragia cerebral e morreu na própria Universidade. Depois de quase 10 anos esperando seu dono pontualmente às quatro horas da tarde, Hachiko faleceu no dia 8 de março de 1934.

Em sua homenagem, foi erguido uma estátua em frente à estação de Shibuya, no mesmo local onde pacientemente aguardou seu dono ao longo de quase uma década. A estátua porém, nos deixa um sentimento de pesar pois representa o semblante de angústia e sofrimento de Hachi em seus últimos anos de vida.

Estátua de bronze de Hachiko (Estação de Shibuya)

Na verdade, esta é a segunda versão da estátua, erguida em 1948. A original, de 1934 foi derretida durante a Segunda Guerra Mundial para fazer armas. O local onde se encontra a estátua de Hachiko, em frente à estação de Shibuya, acabou tornando-se um ponto de referência para os jovens de Tóquio.

Já a nova estátua, consegue despertar dentro de nós um sentimento de alívio e felicidade por ver que Hachiko pode estar de novo junto ao seu dono, mesmo que simbolicamente. Eu achei incrível essa homenagem que a Universidade de Tóquio fez à Hachiko e ao professor Ueno, que lecionou lá por 20 anos e que tanto contribuiu para a sociedade japonesa com seu rico conhecimento.

Na Universidade de Tóquio também há um busto em homenagem ao professor Hidesaburo Ueno. Na época em que lecionou na Universidade de Tóquio (quando ainda era chamada de Universidade Imperial de Tóquio), Ueno era muito reverenciado por ser um grande estudioso no campo da engenharia agrícola.

Busto de Hidesaburo Ueno (Universidade de Tóquio)

A nova estátua de bronze de Hachiko e seu dono ainda está em fase de acabamento, prevista pra ser inaugurada no dia 8 de marco de 2015, coincidindo com o aniversário de 81 anos da morte do lendário cão, cuja história de lealdade ao seu dono ficará pra sempre em nossos corações.

O responsável pela escultura é Tsutomu Ueda, um escultor em Nagoya, que aceitou o desafio de retratar o professor e seu fiel cão, a pedido da Universidade de Tóquio. O desejo por trás desse pedido é que a nova estátua torne-se uma espécie de mascote da universidade e possa atrair muitos visitantes.

Tsutomu Ueda, de 39 anos, disse ter ficado emocionado ao fazer esta escultura, pois além da admiração por Hachiko, tem um amor muito especial por animais, retratados em diversas esculturas suas. Segundo o escultor, o principal objetivo da obra é de transmitir um sentimento de conexão entre os dois.

Na verdade esta é a segunda escultura de Ueda em homenagem aos dois. O primeiro está na cidade de Tsu, província de Mie, onde Ueno nasceu. Já em frente à estação de Odate, província de Akita, há uma escultura parecida com a de Shibuya em homenagem à Hachiko, por ser o local onde nasceu.

À esquerda: Estátua de Ueno e Hachiko (Tsu, Mie Ken)
À direita: Estátua de Hachiko (Odate, Akita Ken)

Referências: AJW Asahi, Rocket News 24

Quer Aprender Japonês?

12 Comentários

  1. Mariza Hirai

    É emocionante de ver a estátua do professor Ueno com Hachiko juntos.

  2. Elisa

    Eu sempre me emociono com essa história.
    Merecida a nova estátua!

  3. Carinhosa homenagem, exaltando o que existe de sublime no relacionamento entre um cão fiel e seu dono amado… Parabéns para a Universidade de Tóquio e ao escultor Tsutomo Ueda!

  4. O povo Japones esta mais uma vez de parabéns. Essa estatua é mais do que merecida, representa e vai alem de tudo que pode simbolizar uma amizade desinteressada, pura e verdadeira !!! Poderiam fazer também um novo filme dessa maravilhosa história !

    Edgard Ferrari

  5. Mc Maradona

    Uma amizade intensa é de emocionar sempre que vejo algo relacionado a essa amizade. Espero um dia ir até onde fica a estátua do Hachiko, com certeza deve ter uma energia pura e intensa no local onde ele aguardava o retorno de seu amigo.

  6. Walter miyahara

    Parabéns universidade de Tóquio, por manter sempre viva, esta linda e comovente história de amor incondicional, e porque não, de milhares de hachikos deste mundo.

  7. Carlos Sousa

    Parabéns a Universidade de Tóquio, pela linda e comovente homenagem ao Hachiko e ao Professor Ueno que simbolizam a lealdade e o amor incondicional, entre o homem e o cachorro. Parabéns também ao escultor Tsutomu Ueda pela escultura do encontro, e pelo semblante criado para o Hachiko e o professor Ueno.

  8. Dih

    Lindo , mil vezes lindo. Que bela homenagem, parabéns a Universidade de Tóquio por esse gesto. É uma imagem encantadora, traz um conjunto de sentimentos no meu coração pois me passa a sensação de que finalmente eles se reencontraram. Eu espero que eles estejam juntos no céu. Espero um dia ver essas estatuas de pertinho.

  9. Jaaziel Campos

    Comovente esta história de Hachiko e comovente as homenagens. Há um filme moderno americano baseado nesta história, com Richard Gere. Ele adota um cão japonês que cai de uma carga na estação, leva pra casa, ficam muitos amigos e o cão vai todo dia esperá-lo na estação no fim da tarde. O dono morre e o cão continua indo lá esperá-lo; até morrer de frio na neve em frente à estação.

  10. Jailton dos Santos

    Parabéns a Universidade como já mencionado em outros comentários e principalmente parabéns ao povo japonês e pela sua cultura, educação e ao valor que sabem dar as coisas humanas.
    Sempre que assisto o filme “Sempre ao seu lado” me emociono ao ver o reencontro espiritual entre o cão e seu dono.
    Linda história e um belo exemplo de fidelidade e amor.
    Abraço!

  11. ADELMO LIMA

    a maioria de nós sabemos o q é amar alguem depois perde-la e mesmo sabendo q ela não irá voltar não perdemos a esperança disso acontecer, estamos juntos nessa hachiko.

  12. Alberto Guedes Barbosa

    Amo esse filme..adoro essa história. Sempre me emociono.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *