Gravidez na Adolescência no Japão

Gravidez na Adolescência no Japão

Gravidez na adolescência no Japão

Segundos dados da Unicef, o Japão detém a menor taxa de gravidez entre adolescentes do mundo, seguido da Suíça e Holanda. As estatísticas revelam que a cada mil nascimentos no Japão, 4 gestações são de mães com idade inferior a 19 anos.

Gravidez na adolescência é sempre uma situação delicada e de alto risco em lugar do mundo, pois nessa idade, uma menina ainda não está preparada física e psicologicamente para uma gravidez. Os riscos de complicações no parto e do bebê nascer prematuro também são maiores na maioria dos casos.

Claro que isso não significa que uma adolescente não possa ter uma gestação saudável e criar um filho. Com o apoio da família, muitas se saem muito bem. Mas no Japão, podemos dizer que as dificuldades são um pouco maiores, pois adolescentes grávidas tendem a enfrentar uma grande discriminação.

Por causa desse fato, muitas adolescentes que se veem nessa situação, acabam optando pelo aborto, prática que é legalizada no Japão, desde 1948. Acredito que essa é uma das grandes razões para a taxa de natalidade entre adolescentes ser tão baixa. Segundo estatísticas de 2007, cerca de 256 mil abortos foram realizados e 8% eram de jovens com idade inferior a 20 anos.

Pra resumir então, podemos dizer que a taxa de gravidez na adolescência no Japão pode ser maior do que os números mostram, mas muitas optam por interromper a gravidez para preservar sua imagem, evitando dessa forma, o julgamento e o preconceito perante a sociedade em que vive.

14 sai no Haha (Mãe aos 14 anos)

14-sai no haha
Uma boa maneira para entender como a sociedade japonesa reage a certos temas é assistindo a alguns doramas (novelas japonesas). Um que aborda o tema “Gravidez na adolescência no Japão” é o “14-sai no Haha: Aisuru tame ni Umaretekita” que significa literalmente “Mãe aos 14 anos de idade: Nasci para te amar”.

Este J-drama foi exibido pelo canal de televisão NTV no ano de 2006 e teve bastante repercussão no Japão por trazer à tona um tema polêmico e considerado tabu na sociedade japonesa. O papel principal foi estrelado pela atriz Mirai Shida, que na época tinha apenas 13 anos de idade.

Sua personagem no dorama, Miki Ichinose tinha 14 anos e para se preparar para o papel, sem nunca ter estado grávida, Shida Mirai se aconselhou com sua mãe sobre mudanças ao caminhar, apetite e outros detalhes sobre gravidez.

Posso dizer que Mirai Shida, apesar da idade, interpretou muito bem o papel e deixou aquele gostinho de quero mais no final. Infelizmente, até o momento não há indícios de uma segunda temporada, apesar dos rumores. Uma pena, pois gostaria muito de que tivesse uma continuação da história.

Apesar de ser uma ficção, o dorama nos faz ter uma noção de como uma adolescente grávida é vista pela sociedade e os problemas que inevitavelmente aparecem quando se passa por essa situação. A coragem de Miki em levar adiante uma gravidez concebida tão precocemente realmente emociona, pois ela sofre uma grande pressão da sociedade para interromper a gravidez.

Mas o amor materno falará mais alto e Miki irá contra tudo e contra todos para ter esse filho, apesar dos obstáculos que terá de enfrentar. Inicialmente o dorama teria 10 capítulos, mas devido ao sucesso, um episódio extra foi feito, resultando em 11 capítulos. Se tem interesse no tema, vale a pena assisti-lo.

Assista 14-sai no Haha


14-sai no Haha – 1° Capítulo (YouTube)
14-sai no Haha – 2° Capítulo (YouTube)
14-sai no Haha – 3° Capítulo (YouTube)
14-sai no Haha – 4° Capítulo (YouTube)
14-sai no Haha – 5° Capítulo (YouTube)
14-sai no Haha – 6° Capítulo (YouTube)
14-sai no Haha – 7° Capítulo (YouTube)
14-sai no Haha – 8° Capítulo (YouTube)
14-sai no Haha – 9° Capítulo (YouTube)
14-sai no Haha – 10° Capítulo (YouTube)
14-sai no Haha – 11° Capítulo (YouTube)

Referências: Unicef, Japan Times, Wikipedia

Quer Aprender Japonês?

9 Comentários

  1. E TRISTE SABER QUE MUITAS ADOLECENTES RECORREM AO A ABORTO,MAS ACHO QUE LEGARIZARAM O ABORTO POR QUE O JAPAO E UM PAIS PEQUENO E NAO CABERIA MUITA GENTE.ESSA E A MINHA TERORIA.

  2. Douglas Bezerra

    Verei esse dorama.

  3. D. Kawano

    Olá, gostaria de fazer uma parceria. Se interessar, poderia entrar em contato? Adoro o conteúdo e gostaria de transmitir essa cultura rica para o máximo de pessoas que puder. Abraço

  4. Aline

    Muito boa sua publicação,gostaria de saber mais sobre este assunto! Se você tiver mais informações e material sobre este assunto para postar eu agradeço!!

  5. Jéssica

    Eu já vi esse dorama, eu me surpreendi. É muito emocionante e tocante.

  6. wilder

    adorei o video quero velo completo ,onde eu concigo esta novela dublada.

  7. Japão em Foco

    Oi Wilder
    Abaixo do vídeo tem todos os links da série, porém estão legendados. Um abraço

  8. Michela

    Maldito direitos autorais 🙁

  9. Luiz Guilherme

    Não vejo problemas com aborto. Questão de saúde. Brasil deveria aprender com o Japão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *