Higanbana e sua simbologia no Japão

Higanbana, a flor da morte

Higanbana (ヒガンバナ), a flor que simboliza dor e saudade

Higanbana (Lycoris radiata) é o nome japonês da Lírio-aranha, uma bela flor, embora venenosa, considerada símbolo do Equinócio do Outono no Japão. O nome se origina da palavra Ohigan (お彼岸), uma celebração budista que ocorre duas vezes por ano e são feriados no Japão: Equinócio da Primavera (春分の日 Shunbun no Hi) em março e Equinócio de Outono (秋分の日 Shūbun no Hi) em setembro.

É tradicionalmente associado com a morte na sociedade japonesa, por estar muito presente nos cemitérios, que segundo dizem, foi plantada para manter os animais escavadores longe dos restos mortais. Uma característica interessante dessa exótica flor é que as folhas e a flor nunca aparecem ao mesmo tempo.

Com isso, também dizem que a flor representa dois amantes apaixonados que devido às circunstâncias precisam viver separados. Também significa a dor da perda e da saudade, como também pode representar a morte, mas não sentido pejorativo da palavra e sim no sentido de transição para uma nova vida. Enfim, esta flor tem inúmeros significados e uma grande simbologia na religião budista.

Higanbana, a flor da morte

No Japão, ela também é chamada por outros nomes:

“Higanbana” (彼岸花) – Significa “flor do equinócio de outono,” a época do ano em que as flores florescem. “Higan” também pode se referir à outra margem do rio Sanzu, ou seja, a vida após a morte.

“Manjushage ou Manjusaka” (曼珠沙华) – De uma linha no Sutra de Lótus budista, referindo-se a uma flor vermelha.

“Shibito-bana” (死人花) – Significa “flor dos mortos”, porque ela floresce numa época onde se tem o costume de visitar túmulos dos antepassados.

“Yuurei-bana,” (幽霊花) – Significa “flor que parece um fantasma”.

Higanbana, a flor da morte

A lenda da higanbana

É também referido como Manjusaka (曼珠沙华), com base em uma antiga lenda chinesa sobre dois duendes: Manju guardava as flores e Saka, as folhas, mas nunca se encontravam, pois a planta nunca dá flores e folhas ao mesmo tempo.

Eles estavam curiosos em conhecer um ao outro, de modo que desafiaram as ordens dos deuses e marcaram um encontro. Por causa dessa desobediência, os dois duendes foram punidos, ficando separados por toda a eternidade.

Por este motivo, o lírio aranha vermelha (Red Spider Lily) é associado à perda, saudade, abandono e memórias perdidas em hanakotoba (花言叶), a linguagem das flores. Acredita-se que se você encontrar uma pessoa que você nunca vai ver de novo, estas flores vão crescer ao longo do seu caminho.

Origem da higanbana

Higanbana é nativo da China, mas foi levado para o Japão há muitos séculos atrás.
Os agricultores a plantavam sobre os caminhos estreitos entre os campos de arroz, pois seu veneno, atua como agente tóxico contra ratos, e seu caule tem proteínas comestíveis, que se supões serem não tóxicos para os seres humanos.

Por isso nos tempos difíceis foram usados como alimento de emergência, quando se perdia alguma colheita de arroz. Os campos de arroz viram ouro no outono, e as flores vermelhas formam um contraste bonito nos arrozais.

Higanbana, lírios aranhas vermelhas
Há quem diga que o Higanbana, foi trazida por missionários portugueses. Como eles viajavam por todo o Japão para difundir o evangelho e alertar sobre as doenças venéreas, eles plantaram estas flores que serviam como lâmpadas pelo caminho e para que se assemelhasse a um rastro vermelho de sangue e de alerta.

Esta descrição se encontra em um livro publicado por Mock Joya chamado “Coisas japonesas (1958), mas é pouco provável que seja verdade, já que esta flor tem origem chinesa. Embora a Higanbana vermelha seja a mais popular e mais facilmente encontrada, podemos achar essas flores também nas cores branca e amarela.

Higanbana, a flor da morte

Onde encontrar o Higanbana

Pra quem quer ver uma imensidão dessas belas flores, o melhor lugar nas mediações de Tóquio é o Parque Kinchakuda Koen, em Hidaka, em Saitama, Koishikawa Kōrakuenem Iidabashi, Kyu Shiba Rikyu Onshi Teien, ao lado da Estação de Tokyo ou Kinen Showa Park, em Tachikawa.

Higanbana, a flor da morte
A floração plena ocorre no final de setembro e início de outubro. Além dos parques, você pode encontrar canteiros dessas flores em meios aos arrozais ou em cemitérios. As flores agrupadas, de um vermelho intenso, se parecem com um mar de sangue, causando muitas vezes, uma sensação surreal e ao mesmo tempo apaixonante.

Vídeo Higanbana em Kinchakuda Koen

Aproveite para ver também:
Curiosidades sobre o Sakura, flores de cerejeira
Hanami (Visualização das flores de cerejeira
Yukiyanagi – Salgueiro de neve
Midori ni Hi – Dia do Verde no Japão
Simbologia das flores de lótus no Japão

Quer Aprender Japonês?

11 Comentários

  1. Douglas

    Essas flores são lindas e os seus significados são bem interessantes, eu gosto das coisas japonesas em geral por causa disso, tudo tem uma explicação, nada está lá sem nenhum motivo.
    Abraços!

  2. Ma de Fatima

    😉 Lindo, muito lindo, a natureza é mto bela. Gosto da cultura japonesa, da comida, real/eles têm explicação p tudo. Povo sábio.

  3. Pingback: As 7 lições do bambu | Curiosidades do Japão

  4. Japão em Foco

    Oi Douglas e Ma de Fatima!
    Realmente é surpreendente aprender sobre a simbologia das coisas, mesmo as mais simples que nem damos atenção. A gente passa a enxergar o mundo com outros olhos não acham? Obrigada por comentarem. Abraços!

  5. Pingback: Lendas sobre a flor de Lótus | Curiosidades do Japão

  6. dulce gomes da silva

    😳
    AMO TUDO QUE VEM DESTE PAIS, SUA GENTE CRIADORA, DELICADA,
    QUE AMA E RESPEITA A NATUREZA . EM TUDO COLOCA AMOR…OBRADAGA POR ESSA PAGINA , E POR ESSA LINDA FLOR DE LÓTUS!!UM ABRAÇO..

  7. Pingback: Crisântemo - A Flor Nacional do Japão  | Curiosidades do Japão

  8. Nathalia Rodrigues

    Sui Ishida escolheu muito bem quando colocou essa flor para simbolizar a transformação de Kaneki ;.;
    Aceitar o que ele era e abandonar todo o resto, é triste. Mas é um significado tão lindo <3

  9. Mariana

    Quão venenosa é a Lycoris Radiata(Higanbana)?

  10. Olá, boa noite!
    Tem como encontrar dessa flor aqui no Brasil?
    Eu gostaria de plantar um jardim, assim que conseguisse um sítio, fazer um recanto japonês por lá…

  11. Pode até ser tóxica ou venenosa, mas não deixa de ser bela!!! Parece a paixão hahahahaah. Parabéns pelas belas imagens do post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *