Kobe Luminaire, um show de luzes que nasceu de uma tragédia

Kobe Luminarie, um show de luzes que lembra uma grande tragédia
Kobe Luminaire – O Show de Luzes que nasceu da tragédia
Desde 1995, por cerca de duas semanas durante o mês de dezembro, Kobe torna-se palco de um grande Festival de Luzes brilhantes, que atrai milhares de visitantes. O evento é conhecido como Kobe Luminarie (神戸 ルミナリエ) e podemos dizer que ele serve para nos lembrar de uma grande tragédia que acometeu a região de Kobe naquele mesmo ano: O grande terremoto de Hanshin, que matou 6.400 pessoas.

Embora o evento nos faça lembrar da grande tragédia, também nos lembra da solidariedade e da força de superação que os japoneses daquela região tiveram. O Kobe Luminarie já está em sua 19° edição e teve início 11 meses após o terremoto de Kobe com o intuito de dar esperança, coragem e inspiração ao povo de Kobe.

Kobe Luminarie, a beleza que nasceu da solidariedade

Sobre o terremoto de Hanshin
Na terça-feira do dia 17 de janeiro de 1995, o Grande Terremoto de Hanshin atingiu Kobe e 6.434 pessoas perderam suas vidas. Este terremoto causou uma grande destruição em Kobe, na qual houve o colapso de 200 mil edifícios, destruição de parte da estrada de Hanshin e destruição de 120 dos 150 cais do Porto de Kobe. O terremoto ainda ocasionou grandes incêndios que devastou a cidade de Kobe e trouxe muito pânico aos moradores, que não queriam voltar para as suas casas devido aos 74 tremores secundários. Apesar da catástrofe, Kobe se reergueu e hoje é uma das cidades mais desenvolvidas do Japão.

Kobe_Luminarie 2012

O espetáculo de luzes “Kobe Luminaire” consiste em belas instalações de iluminação com mais de 200 mil mini-lâmpadas, doadas pelo Governo italiano e contou com a parceria de Valerio Festi e Hirokazu Imaoka na produção da instalação. Cada ano o tema é diferente. O tema de 2012 foi “A Luz de Kizuna“, simbolizando a solidariedade, fraternidade e união entre as pessoas.”

O início do show de luzes ocorre no dia 6 de dezembro e chegou ao fim no dia 17 de dezembro e sua localização é no sul da estrada de ferro entre Motomachi Hanshin e estação de Sannomiya. Durante este espetáculo de iluminação, as principais ruas da vizinhança são fechadas ao trânsito de veículos para permitir que os pedestres lotem as ruas e possam apreciar as luzes de pertinho, assim como fotografar e filmar.


Ele é visto por cerca de três a cinco milhões de pessoas a cada ano. As luzes são ligadas por algumas horas a cada noite e cada lâmpada é pintada à mão. Se tornou tão popular que acabou fazendo parte do ritual Shiwasu em Kobe, além de continuar sendo um grande símbolo de esperança e força dos cidadãos de Kobe.

Site Oficial (em japonês): Kobe Luminarie
Fontes de pesquisa e imagens: Wikipédia e Ryuusenkaku

Vídeo do Kobe Luminarie 2012

Quer Aprender Japonês?

11 Comentários

  1. Marcos de Souza

    Ah…..como eu AMO o JAPÂO………

  2. Douglas

    Não sabia muito sobre esse terremoto de Hanshin e muito menos que matou mais de 6000 O_O
    Japoneses são rápido mesmo em reconstruir e fazem tudo muito bem feito, nem parece que sofreu um terremoto.
    As luzes do show são bem bonitas e até lembram um árvore de natal!
    Abraços!

  3. Japão em Foco

    Oi Douglas e Marcos!
    Obrigado por comentarem
    Abraços! \(^_^)/

  4. Eduardo

    Hideo Kojima previu Kobe (sua terra natal) como uma cidade incrivelmente iluminada no jogo Snatcher de 1988

    Ótima matéria

  5. Japão em Foco

    Oi Eduardo!
    Que interessante seu comentário. Eu desconhecia sobre esse jogo Snatcher de Hideo Kojima. Obrigada pelo comentário. Abraços!

  6. Pingback: Nanakorobi Yaoki - Se cair 7 vezes, levante 8 | Curiosidades do Japão

  7. Pingback: Sapporo Snow Festival no Japão | Curiosidades do Japão

  8. Pingback: Sky Duck, o ônibus anfíbio japonês | Curiosidades do Japão

  9. Pingback: Estátua de bundas em Sannomiya | Curiosidades do Japão

  10. Pingback: Simulação de Terremoto no Japão | Curiosidades do Japão

  11. Yoko Kobayashi

    Morei lá e é lindo!!!!! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *