10 Séries Tokusatsu que marcaram a minha infância


10 séries Tokusatsu que marcaram a minha infância

10 Séries Tokusatsu que marcaram a minha infância

Quem teve sua infância nas décadas 80 e 90, com certeza deve ter acompanhado algumas das muitas séries Tokusatsu que passaram especialmente na extinta TV Manchete. Pra quem não conhece, Tokukatsu (特撮) é uma abreviatura da expressão “Tokushu Satsuei” (特殊撮影), que pode ser traduzida como “filme de efeitos especiais”, envolvendo geralmente super-heróis japoneses.

Para fazer esses efeitos especiais eram usados várias técnicas como a pirotecnia, computação gráfica, modelismo, etc. Hoje em dia, tais efeitos especiais podem parecer toscos e forçados demais, mas para quem fez parte da geração coca-cola, esses seriados foram com certeza muito marcantes. 🙂

1. O Fantástico Jaspion

O primeiro da lista é O Fantástico Jaspion, uma série de televisão do gênero tokusatsu, pertencente à franquia dos Metal Heroes. Produzida pela empresa Toei Company, foi exibida originalmente entre 15 de março de 1985 e 24 de março de 1986 pela TV Asahi, totalizando 46 episódios.

No Brasil, foi transmitida pela Rede Manchete a partir de 1988 e pela Rede Record durante boa parte da década de 90. O sucesso foi tão grande que desencadeou uma febre nacional pelo gênero de super heróis japoneses no país, abrindo as portas para a importação de novas produções tokusatsu.

Embora algumas fontes digam que o Jaspion não fez sucesso em sua terra natal, a verdade é que a série teve sim uma boa audiência no Japão, mas o gênero Metal Hero já não era mais novidade por lá, ao contrário do Brasil, onde este gênero ainda era considerado algo inovador nas telinhas.


Link do vídeo (Youtube)

2. Esquadrão Relâmpago Changeman

Dengeki Sentai Changeman, traduzido e lançado no Brasil como Esquadrão Relâmpago Changeman, também foi uma série tokusatsu que marcou muito a geração dos anos 80 e 90. Produzida também pela Toei Company, foi originalmente exibida pela TV Asahi entre 2 de fevereiro de 1985 e 22 de fevereiro de 1986, sucedendo Bioman e antecedendo o Comando Estelar Flashman.

A série fala sobre cinco integrantes do exército dos Defensores da Terra onde cada um adquire os poderes de um densetsu-ju (animal lendário): Dragão (Change Dragon), Grifo (Change Griphon), Pégaso (Change Pegasus), Sereia (Change Mermaid) e Fênix (Change Phoenix).

Com um vasto arsenal e o poderoso Change-Robô eles lutam contra os alienígenas de Gôzma, um império galáctico cuja sede fica no planeta de mesmo nome, e que conquistara e anexara um número sem-fim de mundos. Gôzma é liderado pelo malévolo Senhor Bazoo (Sei Oh Bazoo) e sua horda de ajudantes, que querem a qualquer custo dominar o planeta Terra.


Link do vídeo (YouTube)

3. Comando Estelar Flashman

Choushinsei Flashman, lançado no Brasil como Comando Estelar Flashman, foi exibido entre 1º de março de 1986 e 21 de fevereiro de 1987 pela TV Asahi. Estreou no Brasil em 13 de março de 1989 na Rede Manchete, onde ficou até 1992. A partir de Agosto de 1994 foi ao ar pela Rede Record, ficando até o final de 1995, com breves reprises em 1996. Ao todo, possui 50 episódios e 2 curta-metragens.

A série é sobre cinco jovens foram raptados quando crianças por caçadores espaciais, mas acabaram sendo salvos pelo povo do Planeta Flash. Durante vinte anos os jovens viveram e treinaram no Planeta Flash e seus satélites, voltando para a Terra ao saberem que o cruzador Imperial Mess, liderado pelo Monarca La Deus e o cientista Doutor Keflen, está prestes a invadir o planeta.


Link do vídeo (YouTube)

4. Black Kamen Rider

Kamen Rider Black (traduzido no Brasil como Black Kamen Rider e Blackman) é uma série de televisão japonesa do gênero tokusatsu pertencente à franquia dos Kamen Riders. Produzida pela Toei Company em associação com a Ishinomori Productions, foi exibida originalmente entre 4 de outubro de 1987 e 9 de outubro de 1988 no canal a cabo TV Asahi.

Foi a primeira série da franquia a ser transmitida no Brasil, exibida pela extinta Rede Manchete a partir de abril de 1991, no bloco Sessão Super Heróis, obtendo grande sucesso e popularidade.

A série marcou o retorno da franquia após um hiato de 6 anos sem a produção de séries televisivas.

É a única série da franquia Rider a ter uma continuação direta, intitulada Kamen Rider Black RX, que continua a saga do protagonista Issamu Minami.

A temática adulta e dramática da série, contrastante com as demais séries do gênero, foi (e até hoje é) elogiada por muitos fãs, sendo por muitos considerada uma das melhores produções da franquia e do gênero tokusatsu já produzidas no Japão.


Link do vídeo (YouTube)

5. Cybercop, Os Policiais do Futuro

Cybercop, os Policiais do Futuro foi uma série produzida pelos estúdios Toho, sendo exibida originalmente no Japão pela NTV entre 1988 e 1989. Trazida ao Brasil pela Sato Company e exibida pela extinta Rede Manchete no início dos anos 90 ficando no ar até a metade da mesma década conquistando ótimos índices de audiência. Ao todo, possui 34 episódios e 2 curta-metragens.

No auge dos seriados Tokusatsu no Brasil na primeira metade da década de 90 foi criado também o Circo Show dos Cybercops em 1994 com atores brasileiros porém com as armaduras e roupas originais. A série fala sobre o Cybercop, um grupo de policiais de elite com armaduras tecnológicas criado esquadrão especial da polícia de Tóquio para combater a organização criminosa Destrap.


Link do vídeo (YouTube)

6. Jiban – O Policial de Aço

Kidou Keiji Jiban, lançado no Brasil sob o título de Policial de Aço Jiban, é uma série tokusatsu da franquia Metal Hero, produzida pela Toei Company entre 1989 e 1990. Foi quase que inteiramente inspirada no personagem norte-americano Robocop. Trazida ao Brasil pela extinta distribuidora Top Tape, foi exibida a partir de 1990 pela Rede Manchete. Ao todo tem 52 episódios.

A série Kidou Keiji Jiban gira em torno da história do policial Naoto Tamura, que sacrificou sua vida para derrotar um dos monstros da organização Biolon, assumindo a identidade secreta do super-herói Jiban para combater o grupo maligno, liderado pelo Doutor Jean Marrie.


Link do vídeo (YouTube)

7. Jiraya, o Incrível Ninja

Sekai Ninja Sen Jiraiya, lançado no Brasil como Jiraya – O Incrível Ninja, é uma série pertencente à franquia dos Metal Heroes. Produzida pela Toei Company, foi exibida originalmente entre 24 de agosto de 1988 e 22 de janeiro de 1989 pela TV Asahi, totalizando 50 episódios.

A série diferenciou-se de suas antecessoras por quebrar o padrão da franquia na qual está inserida, introduzindo um herói sem superpoderes e utilizar como temática a tradição japonesa dos ninjas, até então nunca explorada nos Metal Heroes. Foi trazida ao Brasil pela extinta Top Tape e estreou no dia 25 de setembro de 1989, continuando a fazer muito sucesso na década de 90, na TV Manchete.


Link do vídeo (Youtube)

8. Ultraman

Ultraman é uma série japonesa de tokusatsu que estreou em 1966. Foi o segundo seriado de TV exibido em cores na televisão japonesa. O sucesso de Ultraman foi tão grande que gerou uma franquia de séries e filmes que dura até hoje. No Brasil, a série Ultraman foi televisionada nos anos 60 e 80 pelas TV Tupi, Rede Bandeirantes, TV Record, TV Manchete e TVS.

Um alienígena vindo da Galáxia M-78 a bordo de uma cúpula vermelha, ao perseguir o monstro Bemlar, choca-se com a nave do oficial Shin Hayata da Patrulha Científica. Hayata não aguenta e morre. Para reparar o erro, o misterioso alienígena funde sua energia vital à de Hayata, trazendo-o de volta a vida e entregando-lhe a Capsula Beta. Os feitos do Alien lhe deram poderes incríveis e agora Hayata pode se transformar em Ultraman para defender a Terra de qualquer ameaça.


Link do vídeo (YouTube)

9. Maskman Defensores da Luz

Hikari Sentai Maskman, lançado no Brasil como Defensores da Luz Maskman, é uma série pertencente à franquia dos Super Sentais. Produzida pela Toei Company, foi exibida originalmente entre 28 de fevereiro de 1987 e 20 de fevereiro de 1988, totalizando 51 episódios. Foi trazida ao Brasil pela Top Tape e exibida no Brasil na extinta Rede Manchete a partir de 1991.

Tudo começa com Sanjuurou Sugata, estudioso dos poderes da mente. Ele descobre a existência do Império Subterrâneo Tube, uma força maligna que quer dominar a Terra. Quando Zehba passa a governar o Império Subterrâneo Tube com a pretensão de transformar a Terra em um planeta frio e sombrio, Sugata reúne 5 jovens, cada um especializado em um estilo de artes marciais.


Link do vídeo (YouTube)

10. Sharivan, o Guardião do Espaço

Uchuu Keiji Sharivan, lançado no Brasil sob o título de Sharivan, o Guardião do Espaço, é uma série de televisão da franquia Metal Hero. Produzida pela Toei Company, a série foi exibida originalmente entre 4 de março de 1983 e 24 de fevereiro de 1984 pela TV Asahi, totalizando 51 episódios.

No Brasil, foi transmitida nas tardes da Rede Bandeirantes a partir do dia 8 de outubro de 1990 a 21 de dezembro do mesmo ano, sendo parte integrante do programa TV Criança. Posteriormente foi exibida na Rede Record em 1993 e na TV Guaíba, de 13 de setembro de 1993 a 15 de janeiro de 1994.

Uma breve sinopse da história: Den Iga passa a ocupar o posto de Detetive Espacial na Terra, enquanto que seu antecessor Gyaban é promovido para capitão. Desta vez a ameaça é a Sociedade Secreta MAD (Maddou no Original), liderada por Maoh Saiki (Maoh Psycho).


Link do vídeo (Youtube)

Apesar dos efeitos especiais meio “toscos”, o que era legal nessas séries eram os ensinamentos que cada episódio passava. Lições de companheirismo, do bem sempre se sobrepondo ao mal, dentre tantos outros. Talvez essa tenha sido a fórmula do sucesso dessas séries que hoje nos remetem tanta nostalgia. Você acompanhou alguma dessas séries? Qual delas lembram sua infância? 🙂

Referências: Wikipedia, Filmow

Quer Aprender Japonês?

12 Comentários

  1. Massato

    Acompanhei quase todas, menos as duas últimas.
    Hoje, já adulto e com os atuais níveis de efeitos especiais, eu percebo que os efeitos daquela época eram toscos. Mas para uma criança não fazia a menor diferença, ainda mais que a história e a ação toda empolgava tanto que prendia a atenção. E algumas dessas séries ainda prendem a atenção, e a parte dos efeitos toscos acaba se tornando meio que charme.

    Não sei se já tem uma matéria sobre isso aqui, mas poderia fazer uma só sobre os diferentes gêneros de tokusatsu (metal hero, super sentai, kamen rider…) com exemplos.

    Adoro o site e acompanho diariamente. Parabéns!

  2. Nara

    Fez parte da minha infância com certeza! Poderia falar também de outros animes da rede Manchete (Cavaleiros do Zodiaco, Yuyu Hakusho, Sailor Moon, Samurai Warrios, etc. Vale à pena relembrar *___*

  3. joao

    sem dúvida, essa series marcaram a infancia de toda a galera que tem + de 30.

  4. cleber

    Saudads dos anos 80 onde eramos realmente felizes

  5. Juliana Gomes

    Que legal essa matéria, lembro que fizeram parte da minha infância mesmo sendo bem novinha assistia flashman, changeman, black kamen e tbm Winspector que faltou na lista, além dos animes….acho que foi a partir de então que comecei a gostar da cultura oriental.

  6. Richard Alex

    Gigante Guerreirooooo Daileooonnn!!!! Isso sim era um robozão top, era só na base da bicuda, não era como o Mega Zod apelão, só usava canhão a laser e espada, rsrsrsrs’.

  7. Hamilton Akitaya

    sem falar q robo dos power rangers eh cheio das frescuragens

  8. stefanobahia

    Desenterrou minha infancia !! saudades!

  9. Richard Alex

    Era mesmo, e no final eles acabavam com uns três Mega Zords diferentes e nenhum era páreo para o vilão da saga, o Daileon não, era só porrada, sem aquelas faíscas toscas, rsrsrsrs’.

  10. DTGSN

    De Tokusatsu só assisti, Ryukendooooooo! KkKk marcou minha infância.

  11. Rodrigo Moura

    Meu Top 10 em ordem:

    1° Jaspion
    2° Black Kamen Rider
    3° Flashman
    4° Changeman
    5° Cybercops
    6° Sharivan
    7° Jiraiya
    8° Kamen Rider Black RX
    9° Metalder
    10° Winspector

  12. Caio Lima

    os melhores que assisti foram jaspion e jiban

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *