Documentário sobre os perigos reais de Fukushima

Fukushima - O Perigo Real
Fukushima, um fantasma que ainda assombra
A produtora Hitomi Kumasaka reuniu moradores de Fukushima para a realização de um vídeo que vem ganhando repercussão na internet. Neste vídeo, ao som da música Happy, do cantor americano Pharrel Williams, os moradores sorriem e dançam freneticamente, mostrando que a felicidade é geral, apesar da crise nuclear.

O objetivo, segundo Hitomi Kumasaka é mostrar para o mundo, que as pessoas em Fukushima não desanimaram diante do acidente nuclear após 11 de março de 2011 e que estão conseguindo levar uma vida normal e feliz. O vídeo que já tem mais de um mês no ar, já conta com quase 500 mil visualizações. Confira o vídeo abaixo:


Link do vídeo (YouTube)

Embora a iniciativa seja muito legal, eu me pergunto: Será que podemos sonhar com um desfecho feliz com a realidade dramática de Fukushima? O fato é que por mais que as autoridades neguem, o mundo inteiro está ciente dos graves problemas de radiação que afeta não só a população de Fukushima, como o mundo todo.

Todos os dias, toneladas de lixo nuclear tem sido enterrado na região, sem contar os níveis altíssimos de água radioativa que tem sido despejados no Oceano Pacífico, colocando em risco todo o ecossistema marinho do Planeta… Somando-se a isso, tem o fato de que a população, sem saber, está consumindo alimentos altamente contaminados, colocando em risco suas vidas e a vida de suas crianças.

A radiação é um perigo iminente e o que é mais assustador: Ele é invisível. Seus efeitos normalmente não aparecem de uma hora para outra. Podem levar décadas e até gerações. E apesar dos esforços, ninguém sabe ao certo sobre o que fazer com a grande quantidade de água e lixo atômico gerado pelas usinas de Fukushima.

Usina de Fukushima

A “crise nuclear” de Fukushima não é problema apenas do Japão, e sim um problema mundial. Seria bom se todas as cartas fossem colocadas na mesa, para que a população não se sentisse enganada. Só que não é isso que está acontecendo. Há boatos inclusive, de que o clipe “Happy Fukushima”, tenha sido encomendado pelo governo japonês ou pela empresa TEPCO para tranquilizar a população.

Mas Kumasaka, produtora do vídeo rebateu essa informação e fez questão de frisar que o clipe foi “100% independente”. A última medida da TEPCO está sendo a construção de um “Muro de Gelo” subterrâneo, que visa conter a água radioativa que vaza das usinas. O valor estimado para a construção é de 31,9 bilhões de ienes e apesar de inovador, o projeto tem recebido muitas críticas dos especialistas.

Não sabemos se dará certo. Torço para que sim, pois estamos diante de um dos maiores problemas nucleares da história. Até o momento, cerca de 44 crianças que vivem em Fukushima foram diagnosticadas com câncer da tiroide. Medidas preventivas e urgentes são necessárias para que esse quadro não piore ainda mais.

Para que você entenda melhor sobre os reais perigos de Fukushima, assista ao documentário ¨Playing with nuclear Fire¨, produzido pela Vice News, do Canadá.

Assista ao documentário:

http://youtu.be/hv-vdXUiN3k
Link do Vídeo (YouTube)

Outra reportagem sobre o assunto:


Link do vídeo(YouTube)

Quer Aprender Japonês?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *