Mostruários de Comida em Restaurantes Japoneses


fake food

É de mentira, mas parece comida de verdade!

Uma curiosidade interessante no Japão são os menus visuais que ficam expostos em uma vitrine ou em um pequeno mostruário próximo à entrada dos restaurantes japoneses. Esses menus são compostos por amostras que beiram a perfeição, feitas de plástico, silicone ou PVC e são tão realistas que parecem mesmo ser de verdade.

Modelos de comida realistas feitos de plástico no Japão1
Essas réplicas são conhecidas também como “Fake Food” (Comida de Mentira) ou “Tabemono no Sanpuru” [たべもののサンプル] (Amostras de alimentos)

Muitos restaurantes tem o menu apenas escrito em japonês, e o pior… sem foto para identificar os pratos. Essas amostras de alimentos acabam quebrando o maior galho aos estrangeiros que não dominam a língua japonesa… Afinal, basta apontar o dedo que logo o atendente entenderá qual o prato que escolheu.

Modelos de comida realistas feitos de plástico

A ideia de criar “amostras de alimentos” partiu de uma loja de departamento em Tóquio no ano de 1917. Na época essas réplicas de alimentos eram feitas de cera, mas nos dias atuais, elas são feitas de plástico e silicone. Os modelos realistas dos pratos são geralmente feitos sob encomenda por empresas especializadas.

A riqueza de detalhes realmente impressiona! Podemos encontrar todos os tipos de pratos retratados de forma muito fiel através desses modelos, como sushi, tempurá, kare risu, karaage, takoyaki, tonkatsu e centenas de variações de ramen, udon e soba. As réplicas também são fiéis em relação ao tamanho e quantidade das porções.

A grande vantagem disso é que ao escolher um prato da amostra, você não se sentirá enganado, nem terá surpresas desagradáveis, pois ele realmente será idêntico ao prato real oferecido pelo restaurante em questão. Dá uma olhada na perfeição dessas amostras abaixo… São tão perfeitos que até abre nosso apetite né?

Fake Food no Japão
Não se engane… parece de verdade, mas é tudo de mentirinha viu! 😉

Como as amostras de alimentos são feitos?

As réplicas são geralmente feitos à mão a partir de cloreto de polivinilo (PVC), sendo esculpidos para se parecer com os pratos reais. Alguns restaurantes japoneses chegam a gastar mais de 1 milhão de ienes por um menu completo.

E as empresas de Fake Foods chegam a ater um faturamento de bilhões de ienes por ano.

Neste ramo, existe de pequenas a grandes empresas envolvidas. Há também lojas que vendem “Fake Food” como em Kappabashi dori, em Tóquio e Doguyasuji, em Namba, Osaka.

Existem mais de 10 fábricas localizadas em Gujo Hachiman, em Gifu, na qual pertencem a empresa Iwasaki Be- I, fundada por Takizo Iwasaki em 1932.

Nesta cidade também há duas oficinas (Sample Village Iwasaki e Sample Kobo) que contam a história e mostram como as réplicas são feitas. Há também muitos sites que vendem as réplicas como o ii-Fake, nagao sample e Fake Food Japan.

iphone-food-cases 1
As empresas especializadas em fabricar essas amostras, perceberam que essa obsessão generalizada que os japoneses possuem em relação aos alimentos podia ser um negócio bem lucrativo e passaram a fabricar uma gama de outros produtos, além das amostras, como chaveiros, pendrives, capas para celular, etc

Na minha humilde opinião, essas amostras são como verdadeiras obras de arte, pois é um longo processo até chegar na perfeição final. Se ficou curioso para saber como essas amostras são feitas, dá uma conferida no vídeo abaixo:


Link do vídeo (YouTube)

Fontes de pesquisa: Wikipedia e Rocketnews 24

Quer Aprender Japonês?

1 Comentário

  1. Thank you for the mention in your article. If people are interested in purchasing fake food, please let them know that we ship worldwide (this includes Brazil & Portugal). Wishing you nothing but the best from Osaka, Japan!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *