Alimentação e dieta japonesa

You are what you eat

“Você é aquilo que você come”.

Esse ditado se encaixa perfeitamente aos japoneses. Por ser considerado um povo que tem a melhor alimentação do mundo, os japoneses são pessoas com menos problemas de obesidade no mundo e também com as maiores taxas de longevidade. Tudo isso é consequência de uma alimentação saudável.

Mas o que será que eles comem? Veja alguns alimentos que fazem parte da alimentação japonesa:

Arroz branco

gohan
O arroz é o alimento principal de carboidrato no Japão, consumido em cada refeição. No entanto, a verdadeira base da dieta japonesa não é arroz, mas o peixe, consumido em mais de 70 quilos por pessoa por ano – o que significa 190 gramas por dia. Essa combinação de arroz e peixe, como seu alimento básico é muito superior a da carne e batata dos americanos e anos luz à frente dos russos com sua carne de porco, batata e maionese no cardápio diário.

Peixes e algas marinhas

Wakame e peixes
Sabe-se que as características geográficas influenciam os hábitos alimentares de uma população. E no caso do Japão, isso não é diferente: em virtude da grande extensão do litoral e da presença de correntes marítimas frias e quentes, o Japão é uma das maiores nações pesqueiras do mundo. Os peixes e frutos do mar são comidos cozidos, crus ou secos.
Além da pesca, destaca-se também, o grande consumo de algas marinhas como kombu, nori, wakame.

Soja e derivados

Tofu

Principalmente o queijo de soja, chamado tofu, consumido cru (com molho shooyu, que também é feito de soja) ou cozido com legumes e carnes. Tem também o Miso! Miso é um produto fermentado de soja, e o Misoshiro é uma sopa feita a partir dele, que além de saboroso, é fácil de digerir. Além disso, o famoso molho de soja, o shoyu, é consumido em diversos outros alimentos.
Óleo de soja é saudável e é bastante utilizado no preparo dos alimentos.
Os japoneses, em média consomem cerca de 200 gramas de produtos de soja por dia.

Vegetais e legumes

takenoko

Apesar de sua reduzida área para a agricultura (menos que 15% do território), os japoneses aproveitam intensamente o espaço, aplicando técnicas modernas para o cultivo de cereais, hortaliças e frutas.
Cozidos ou refogados, tais como abóbora japonesa (kabocha), bardana (goboo), broto de feijão (moyashi), broto de bambu (takenoko), cogumelos secos (shiitake), espinafre japonês (horenso) e raiz de lótus (renkon) ou em conserva, como: acelga, berinjela, cebola, cenoura, gengibre, nabo (daikon), pepino e repolho.

Por quê os japoneses são magros e saudáveis?

Além da boa genética, acredito eu, há outras razões que devem ser levadas em consideração. Um deles é o baixo consumo de açúcar.

Baixo teor de açúcar

Japoneses consomem apenas 20 quilos de açúcar por ano (em comparação com o americano 71 quilos por ano). Outro é o consumo japonês de cereais (o que obviamente inclui o arroz) para 105 quilos por ano (em comparação com o americano 68 quilos por ano).

O corpo humano se beneficia bem melhor com cereais naturais e menos açúcar do que batatas fritas e  açúcar que se come em outros países. Os japoneses têm uma incidência muito menor de doenças cardíacas e câncer do que os americanos. Como eles comem tanta carne como os americanos fazem (ou mais), e fumam mais, a teoria é que o açúcar refinado e o estresse são os dois maiores vilões, que causam problemas na saúde.

Há mais três fatores que deve ser mencionado que fazem a dieta japonesa ser tão bem sucedida.

Primeiro fator: Café da manhã japonês

Asa Gohan (Café da Manhã)

O café da manhã típico japonês geralmente tem chá verde, arroz cozido no vapor, sopa de miso com tofu, cebolinha e omelete e os peixes crus e grelhados.

Isto dá ao seu corpo tudo que precisa para começar bem o dia. Você vai se sentir melhor, e esses alimentos não aumentarão o peso. Na verdade, ele estimula o mecanismo de metabolismo. Você não vai ganhar peso, e se estiver acima do peso, vai perder peso.

Segundo fator: Variedade de alimentos

Um americano típico prepara cerca de 30 variedades de comida por semana. Um brasileiro prepara 45. O japonês típico prepara cerca de 100 variedades de comida por semana, e irá incluir muito peixe fresco, legumes, frutas e uma variedade de carnes.

Variedade
Os japoneses geralmente são cautelosos na quantidade de comida. Dificilmente irão se empaturrar numa só refeição. Geralmente, eles fazem pequenas, porém várias refeições durante o dia. Isso mantêm o intestino sempre trabalhando e com sensação de saciedade, o que evita excessos na alimentação.

Como você pode ver a dieta japonesa é saudável e é perfeito para aqueles que querem perder peso e evitar doenças.

Terceiro fator: Baixo consumo de carne vermelha

Devido à limitação da pecuária no país por falta de boas pastagens, a produção de carne vermelha, de leite e seus derivados também ocorre em pequena quantidade, tornando o custo desses produtos elevado.

Enfim, pode-se afirmar que a baixa ingestão de gorduras saturada (presente principalmente na gordura de origem animal) e a alta ingestão de peixes e vegetais é um dos pontos mais benéficos da alimentação japonesa.

Comendo sushi

Fator Negativo: Leite e derivados

No entanto, o baixo consumo de leite e derivados (iogurte, queijos) pela população japonesa – em especial pelos adultos – está sendo bastante questionado no país e já está sendo feito uma campanha para os japoneses reverterem esse quadro, pois, a escassez desse tipo de alimento pode ocasionar, a longo prazo, carência de cálcio que está relacionada com o desenvolvimento da osteoporose.

Conheça os principais alimentos que fazem parte da Culinária Japonesa – Veja Mais!

Livros recomendados sobre dieta e culinária japonesa

As Melhores Receitas da Culinária Japonesa
As Melhores Receitas da Culinária Japonesa
dietajaponesa
A Dieta Japonesa – Método Saudável de Emagrecimento
Culinária Japonesa para Brasileiros
Culinária Japonesa para Brasileiros
Dieta Japonesa
A Dieta Japonesa – Yoko Takahashi

Quer Aprender Japonês?

24 Comentários

  1. Marcos de Souza

    E U A M O O J A P Ã O.

  2. Japão em Foco

    \(>.< )/

  3. angelo

    Ola, como voce falou no topico “Consumo de carne vermelha e derivados de leite”. algums japoneses tem inveja de outros paises por nao poder comer o q vê mas, eles so se dao conta do “bem que estao com a vida” ao passar dos anos. Parabens!!!

  4. Japão em Foco

    Oi Angelo!
    Que bom que gostou da matéria!
    Obrigado por comentar
    Abraços! \(^_^)/

  5. Pingback: Taiwanesa perde 20 quilos para fazer Cosplay | Curiosidades do Japão

  6. isabelle

    oi galera tb gostei muito de saber as coisas boa que tem no japão estou estudando para eu ganhar e ser uma atriz 😛 😀

  7. Japão em Foco

    Oi Isabelle!
    Que bom que gostou! 🙂
    Abraços!

  8. Suzan

    Com esse artigo já vi que vou me dar bem no Japão 🙂 Peixe, e derivados de soja são meus prediletos, mas infelizmente onde moro é caro! Preciso conhecer o Japão! =^-^=

  9. Japão em Foco

    Oi Suzan!
    Que bom que gostou do artigo!
    Abraços! 🙂

  10. Giselle Tsukino

    Adorei a matéria parabéns! Sonho em experimentar esse café f amanhã japonês, sempre vejo isto nos doramas e dá a maior vontade de comer! *o*

    😮

  11. Enaldo Soares

    Não sou médico e nem nutricionista, mas o consumo de leite em idade adulta pode provocar a osteoporose, ao contrário do senso comum e da opinião médica predominante. Vide exaustiva e longa pesquisa no filme “Forks over knives”. O ser humano é o único animal que continua amamentando ao longo da vida, e isto não é natural e nem benéfico.

  12. fernanda

    Japoneses consomem poucos derivados do leite e não sofrem com carência de cálcio porque a verdadeira fonte de cálcio não está no leite e derivados e sim nas folhas escuras. Essa alimentação típica tem mais de mil anos de existência devido a introdução do Budismo no Japão que por sua vez proíbe o consumo de aves e carnes vermelhas.

    “…a longo prazo, carência de cálcio que está relacionada com o desenvolvimento da osteoporose”.
    A osteoporose é problema de saude publica no Japão? Quem tem ossos fracos vive 100 anos? Claro que não.

    “No entanto, o baixo consumo de leite e derivados (iogurte, queijos) pela população japonesa – em especial pelos adultos – está sendo bastante questionado no país e já está sendo feito uma campanha para os japoneses reverterem esse quadro…”

    Isso não seria a porca indústria alimentar ocidental querendo destruir a melhor cultura alimentar do planeta que propicia uma saudavel longevidade?
    O Japão como disse o artigo produz pouco leite, então essa campanha visa exportar leite para ele. Acontece q o “leite” de hoje é tudo menos leite.
    Ah é, depois de milênios de saude e longevidade descobriram que a alimentação japonesa é pobre em um nutriente essencial a vida, o cálcio. 😯
    Me poupe! 🙄

  13. Pingback: 10 Alimentos Apreciados no Japão | Curiosidades do Japão

  14. Concordo plenamente com a Fernanda. A alimentação japonesa, vietnamita e de regiões próximas é, sem sombra de dúvida, das melhores do mundo, apesar de sem graça pois não se usam muitos temperos, o leite realmente não faz falta nos adultos, isso se vê inclusive nos animais. Felinos adultos, cães adultos e inclusive bois e vacas não consomem leite após o período de amamentação.

  15. Cleide

    amo a culinária japonesa gostaria de mudar meus hábitos alimentar para os alimentos japonês

  16. Matthaeus

    Como assim beber leite? Os japoneses justamente não tem osteoporose por não consumir leite e derivados.
    Aliás, a maioria da população é intolerante à lactose.

  17. jorge kleber teixeira

    Realmente essa frase eh fato.

  18. William

    Japones nao tem inveja de ngm, la tem carne, igual no Brasil, apenas é mais caro, mas no japao se ganha para comprar, derivado de leite é uma das piores coisas para consumir, vbuscaa na internet q encontrará varias coisas do mal q faz o leite, o msm mal q faz consumir carne o lteite tb causa qse os mesmo efeitos, cancer de intestino por exemplo, o q fundiu o consumo de leite foi que os agrosnegocios americanos pagaram uma fortuna para difundir o consumo de leite no passado, na minha infancia tomei mto leite na escola japonesa pq era obrigatorio e eu odeio leite, era forçado a tomar mesmo nao gostando.

  19. Rosangela

    Adoro a culinária oriental e aprendi um pouco mais aqui. Muito obrigada pela matéria maravilhosa.

  20. Lucas Alves

    FELIZ! MUITO GRATO! Mais um seguidor de Lair Ribeiro <3

  21. Edivaldo Alcantara

    A principal causa da osteoporose não é o consumo de leite, ou a falta de calcio, é a deficiência de vitamina D e o sedentarismo…

  22. Fabrícia Marques

    SE LEITE PRESTASSE, COM CERTEZA LÁ TERIA AOS BALDES!

  23. Virei Japonesa .-. Tô escrevendo ao contrário!

  24. Regina Horst

    Adoro a culinaria japonesa! A comida Asiática em geral, me faz bem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *