Os mais belos castelos medievais do Japão

Castelo de Matsumoto 1

Castelos japoneses, ícones da arquitetura medieval nipônica

Se tem uma coisa que vale a pena conhecer no Japão, são seus seculares e belíssimos castelos medievais, que encantam os turistas devido a sua arquitetura única e seu charme feudal.

Os primeiros castelos foram construídos no século 14, porém foi nos séculos 16 e 17 que a maior parte deles foram construídos. A maioria das construções estão em planaltos e no topo das montanhas, como uma forma de defesa aos ataques frequentes da época.

Após a unificação do Japão, sob Nobunaga Oda, os castelos passaram a ficar maiores e mais belos. Os Castelos simbolizavam o poder dos senhores da época e as cidades onde mantinham esses castelos eram chamados de Jokamachi.

Há vários tipos diferentes de estruturas, tais como castelos donjons (Tenshukaku) e torres de guarda (Yagura). Se você tiver curiosidade de saber mais a respeito, confira a História sobre os castelos japoneses.

Abaixo está alguns dos castelos mais populares do Japão:

1. Castelo de Himeji

Foi originalmente construído no século 14, mais precisamente em 1346, na parte inferior da montanha Himeji, na região de Kansai do Japão. Foi expandido no século XVII, durante a liderança de Hideyoshi Toyotomi, um Daymyo que unificou o Japão, trazendo fim ao Período Sengoku. Inicialmente sua função era ser uma fortaleza e é formado por um complexo impressionante de 83 edifícios de madeira, onde sua principal característica são os caminhos em espiral, com muitos becos sem saída, que serviam para despistar o inimigo.

O Castelo de Himeji foi bombardeado duas vezes pelas Forças Aliadas, durante a Segunda Guerra Mundial, mas não sofreu grandes danos. A restauração pós-guerra começou em 1956 e hoje é considerado o protótipo do castelo japonês, com muitos elementos associados com a arquitetura do castelo feudal japonês. É conhecido como Castelo Heron Branco, devido a sua vasta pintura branca e a melhor época para visitá-lo é durante a temporada de flor de cerejeira.

2. Castelo de Matsumoto

A história do Castelo de Matsumoto remonta ao período Sengoku, quando era apenas uma fortaleza conhecida como Castelo Fukashi. É um dos 12 castelos originais no país e listado como tesouro nacional do Japão.

Construído no século 16, o Castelo Matsumoto tem sobrevivido ao teste do tempo, graças aos esforços dos moradores da cidade de Matsumoto, na província de Nagano. O Castelo quase foi demolido durante a Restauração Meiji, quando castelos feudais foram considerados arcaicos e inúteis, mas os moradores influentes da região conseguiram salvá-lo da demolição.

Depois de um tempo, a fortaleza estava perto de entrar em colapso devido a um defeito estrutural, mas uma reforma foi feita e o Castelo foi restaurado. O Castelo de Matsumoto, ao contrário da maioria dos castelos feudais japoneses, foi construído sobre uma planície ao invés de morros ou falésias.

Cercado por um lago cheio de cisnes e patos, o exterior preto do Castelo lhe valeu o apelido de Castelo do Corvo. A melhor época para visitar esta obra-prima da arquitetura japonesa medieval é no inverno, quando as paredes escuras ficam cobertas de neve, causando um interessante contraste.

3. Castelo de Osaka

O Castelo de Osaka é considerado uma das maiores e mais importantes estruturas no Japão e desempenhou um papel importante na unificação do Japão pelo Daymyo Hideyoshi Toyotomi. Foi construído em 1583, em cima de uma alta fundação de pedra, para protegê-la de invasores e foi destruído duas vezes, durante o século 17. As tropas do clã Tokugawa queimaram o castelo em 1615, mas foi reconstruído por Tokugawa Hidetada, durante a década de 1620.

Em 1665 o castelo foi parcialmente incendiado por um raio e a estrutura atual foi reconstruída em 1931. Sobreviveu milagrosamente a muitos ataques aéreos da 2° Guerra Mundial. O Castelo de Osaka é uma das atrações turísticas mais importantes no Japão, especialmente durante a floração do sakurá, quando milhares de turistas se reúnem para ver as 600 cerejeiras floridas.

4. Castelo de Okayama

O Castelo de Okayama é também chamada de Castelo do Corvo ou Karasu-jo, ou ainda Castelo Corvo de Ouro, devido às suas telhas douradas e foi construído em 1597. As estruturas originais de madeira foram destruídas por um bombardeio aéreo, na Segunda Guerra Mundial e foi reconstruída com concreto em 1966.

Localizada no rio Asashi, em Okayama, o Castelo de Okayama mantém a sua aparência feudal, mas é um edifício moderno, com ar condicionado e elevadores. Os turistas que visitam o Castelo podem aprender muito sobre a sua história, através das muitas exposições exibidas no interior do edifício.

5. Castelo de Nagoya

Construído no início do período Edo, o Castelo de Nagoya logo evoluiu e hoje é um dos mais importantes castelos do Japão. Durante a 2° Guerra Mundial, o castelo foi usado como quartel-general e como campo de prisioneiros, mas foi quase completamente destruído durante um ataque aéreo, em 1945.

O Castelo de Nagoya foi reconstruída em 1959, mas a maioria de seus artefatos preciosos foram perdidos juntamente com sua estrutura original. A reconstrução total do complexo do castelo será concluída somente em 2018. Enquanto isso, os turistas podem visitar o impressionante museu criado no interior do Castelo de Nagoya, onde há alguns documentos e fotos sobre sua história.

6. Castelo de Kumamoto

O Castelo de Kumamoto está localizado na cidade de Kumamoto e juntamente com Himeji e Matsumoto, é considerado um dos três principais castelos do Japão. Foi construído em 1607, pelo Clã Kato e foi uma das maiores fortalezas do seu tempo. Em 1877, o Castelo de Kumamoto foi totalmente destruído durante a última guerra civil, onde houve um confronto entre um exército samurai antigo e o novo governo Meiji.

Após ser cercada pelos invasores durante 53 dias, o castelo foi queimado até o chão. A estrutura que vemos hoje é uma réplica do antigo Castelo de Kumamoto construída em concreto em 1960. Apesar de sua estrutura não ser mais original, é com certeza, um dos mais belos castelos no Japão.

7. Castelo de Matsue

O Castelo de Matsue é um dos poucos castelos medievais remanescentes no Japão, que ainda mantem suas estruturas originais em madeira do Período feudal, ao invés das construções de concreto da maioria dos castelos japoneses. Sua construção começou em 1607 e foi concluída em 1611, durante o governo de Horio Yoshiharo e é o segundo maior castelo do Japão, sendo o terceiro mais alto (30m) e o sexto mais antigo entre os castelos.

Em 1875, o castelo inteiro foi destruído e passou por uma completa reconstrução entre 1950 e 1955, se tornando o único remanescente na região de Sanin. Construído após a última guerra feudal, o Castelo não sofreu por causa de nenhuma batalha e ainda possui paredes originais.

Em razão de sua estrutura forte, é capaz de resistir a um ataque de grande escala. Além disso, o belíssimo castelo negro de estilo solene é cercado por um jardim exuberante, que o faz se destacar na paisagem.

8. Castelo de Tsuruga

O Castelo de Tsuruga, também conhecido como Castelo de Aizuwakamatsu é um símbolo da cidade de Aizu em Wakamatsu e foi designado como Sítio Histórico Especial. Foi construído por Ashina Naomori em 1384 e originalmente se chamava Castelo Kurokawa (Kurokawa-jō). O Castelo serviu de centro militar e administrativo da região de Aizu por quase 500 anos.

Durante uma guerra civil em 1868 travada entre os partidários Tokugawa e as tropas do novo governo Meiji, no final do Período Edo, o castelo foi severamente danificado. No entanto, no início do século 20, os restos do castelo, incluindo os fossos originais internos e externos e algumas paredes de pedra foram reconstruídos e transformado em parque público, com direito a museu dentro do castelo, um belo jardim e um observatório no último andar.

9. Castelo de Hiroshima


O Castelo de Hiroshima também é conhecido como “Castelo das Carpas”, devido às carpas que nadam abundantemente no fosso ao redor do Castelo. Foi construído originalmente em 1592 e serviu como residência da família Asano por mais de 250 anos, até à Restauração Meiji em 1868. Durante a Segunda Guerra Mundial, em 1945, foi totalmente destruído por causa da bomba atômica. Em 1958, foi reconstruída de forma fiel ao original.

O interior da torre de 5 andares é usado como museu, mostrando a história e o sistema feudal da cidade. O jardim do castelo é muito relaxante e fica ainda mais belo durante a primavera que é quando as 350 cerejeiras estão em flor. Do alto do castelo, tem-se uma linda vista sobre o porto de Hiroshima e sobre a Ilha de Miyajima na Baía de Hiroshima, bem como sobre toda a cidade.

10. Castelo de Matsuyama

O Castelo de Matsuyama possui 3 andares e foi construído em uma colina em 1627, e é um dos 12 castelos sobreviventes construídos antes do Período Edo. O castelo é rodeado pelo Parque Matsuyama Shiroyama, com mais de 300 cerejeiras. Apesar da principal torre de castelo, Donjon tenha sido reconstruída em 1854, por causa de um incêndio devido a um raio, 21 estruturas, incluindo a torre de menagem e muitos portais, como o Tonashi-mon ainda estão em pé.

O Castelo de Matsuyama é conhecida por seus sistemas de defesa sofisticados e você vai encontrar mais de 2500 armadilhas montadas dentro do castelo, incluindo chuva de pedras sobre os inimigos, salas secretas e túneis escondidos. O castelo principal também tem um museu com armas e armaduras dos samurais além de uma exposição sobre os edifícios medievais.

11. Castelo Inuyama

O Castelo de Inuyama localiza-se em Inuyama, perto de Nagoya e na divisa entre duas províncias, Aichi e Gifu. O Castelo está a 40 metros acima do nível do rio Kiso e é também conhecido como Hakutei-jo (Castelo do Imperador Branco), designado pelo discípulo confucionista Sorai Ogyu durante o período Edo. É um dos 12 castelos que foi construídos antes do Período Edo e possui uma sólida estrutura com quatro pavimentos, sendo dois abaixo do solo.

Originalmente foi construído em 1537 por Oda Nobuyasu, porém pertenceu a vários senhores feudais. O castelo sobreviveu a todas as guerras, mantendo-se original desde que foi construído, sendo portanto o mais antigo castelo de madeira do Japão. Foi classificado como Tesouro Nacional em 1935 e em 1952.

12. Castelo de Hirosaki

O Castelo Hirosaki é também chamado de Castelo Takaoka e foi construído entre os dois rios Iwaki e Tsuchibuchi, na borda de um planalto do Monte Kudoji, em Aomori , região de Tohoku em 1611. A construção do castelo foi planejada por Tamenobu, mas o edifício atual começou a ser construída duas gerações mais tarde com Nobuhira.

Este castelo foi propriedade da família daimyo Tsugarus de 1610 até o final do Período Edo. Em 1611, seu quinto andar foi concluído, mas foi destruído por um raio em 1627, porém em 1810 foi reconstruído, se mantendo até hoje.

Ao redor do castelo foi construído um parque público em 1903, com mais de 2.600 cerejeiras. Durante o Hanami Festival e Golden Week, é comum ver milhares de pessoas reunidas para desfrutar a floração do sakura.

Esses são apenas alguns dos castelos mais populares e mais visitados no Japão. Existem centenas deles espalhados por todo o arquipélago japonês. Espero que tenham gostado do artigo e não deixem de compartilhar com os seus amigos. 🙂

Quer Aprender Japonês?

2 Comentários

  1. Marcos de Souza

    JAPÃO……..TE AMO.

  2. Pingback: Viagem ao Japão - Como Gastar Pouco | Curiosidades do Japão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *