7 Curiosidades Sobre Udon (Macarrão Tradicional Japonês)


Receita de Udon

Conheça curiosidades sobre Udon (+ Receita no final)

Udon (うどん) é um prato de macarrão muito popular no Japão. Saudável, versátil e de baixo custo, udon pode ser servido em uma variedade de maneiras, entre pratos quentes e frios. O macarrão de udon tem a cor branca e é feito à base de farinha de trigo, sal é água. Sua espessura costuma ser mais grossa em vista dos macarrões tradicionais.

É possível comprar o macarrão udon pré pronto em supermercados. O seu cozimento é rápido, mas é necessário seguir as instruções na embalagem já que o tempo de preparo pode variar conforme a marca. Existem várias formas de consumir udon, mas uma das maneiras mais tradicionais principalmente no verão, é consumi-lo mergulhado em um caldo gelado.

Esse caldo normalmente é feito à base de dashi, molho de soja e mirin. Outros ingredientes podem ser adicionados como kamaboko, aburaage, tempura, cebolinha picada, etc. Leve, nutritivo e facilmente encontrado por toda parte, o udon assim como o famoso Ramen, tem sido uma das opções preferidas dos japoneses quando se procura uma comida rápida e barata.

udon-tenki-jpUdon (tenki.jp)

No Japão, existem restaurantes especializados em udon, além dele estar presente no menu de vários outros. Além disso, podemos encontra-lo com facilidade nas lojas de conveniência e pequenas lojas ao redor das estações de trem. Também é uma ótima opção para fazer em casa pra toda família. Vamos conhecer algumas curiosidades sobre o udon? Confira:

1. A Origem do Udon

Não se sabe ao certo qual sua origem. Uma das versões diz que o Udon surgiu no ano de 1241, quando o monge chinês Enni, introduziu a tecnologia de moagem de farinha no Japão. Com essa técnica era possível produzir macarrão de vários tipos como soba e udon e logo esses pratos se espalharam por todo o país, especialmente durante o período Edo.

Nesta época, o macarrão de udon era mais espessa e era servido com um caldo quente chamado Nurumugi (温麦). Já a versão gelada era chamada de Hiyamugi (冷麦).

Já outra versão conta que o Udon surgiu no Período de Nara, quando um japonês trouxe cerca de 14 receitas depois de uma viagem à China. Entre elas estava o Muginawa (牟義縄), um macarrão branco e grosso que era feito com farinha de trigo e farinha de arroz.

No entanto, a versão mais conhecida é a de que um sacerdote budista chamado Kukai tenha introduzido o macarrão udon na região de Shikoku durante a Era Heian, após uma viagem à China no início do século 9 para estudar o budismo. Por esta razão, o Udon tornou-se um prato popular e tradicional na província de Sanuki (atualmente chamada de Kagawa).

2. As versões quentes do Udon

Nos dias frios (e quentes também), um tigela de udon é sempre bem vindo. Existe uma grande variedade de pratos quentes de Udon. O mais básico é uma tigela de udon com caldo Mentsuyu ou Kake-jiru, mas existem muitos outros pratos como podemos ver a seguir:

Kake Udon: Udon simples coberto com cebolinha picada.
Tanuki Udon: Udon coberto com pedaços de tempurá frito chamado tenkasu.
Kitsune Udon: Udon com uma fatia fina de tofu frito (abura-age).
Kaki-age Udon: Udon com uma bola de tempura de peixe e legumes variados.
Tempura Udon: Udon normalmente coberto com dois tempurá de camarão.
Tororo Udon: Udon coberto com inhame ralado, cuja textura é um pouco viscosa.
Kare Udon: Udon com molho de Kare (Curry).
Yaki Udon: Semelhante ao yakisoba, com carne, repolho, cenoura e outros vegetais.
Nabeyaki Udon: Udon cozido em caldo à base de dashi e ingredientes como alho-poró, espinafre e frutos do mar.

3. As versões frias do Udon

O prato mais básico de udon servido frio é chamado de Zaru Udon. Este prato é geralmente servido em um prato plano de bambu, muitas vezes coberto com nori (algas secas). O macarrão vem acompanhado de uma tigela com caldo Mentsuyu gelado para mergulhar o macarrão, e também wasabi e cebolinha que deve ser misturado ao caldo Mentsuyu.

Depois é só mergulhar um pouco do macarrão nesse caldo. Mas além do Zaru Udon, existem outras variações frias e geladas de Udon igualmente deliciosas. Confira:

Ten-zaru udon: É uma outra versão do Zaru udon, mas acompanhado de tempura de camarão e legumes. Para consumi-lo, basta mergulhar o tempura no caldo juntamente com o udon.
Tororo udon: Uma versão fria da versão quente de mesmo nome.
Oroshi Udon: Udon em caldo tsuyu frio coberta com Oroshi (rabanete daikon ralado).

4. Teuchi Udon (macarrão de udon artesanal)


Link do vídeo (YouTube)

Udon é tão comum no Japão, que você pode encontra-lo em lojas especializadas (Udon-ya) e também em restaurantes de todo o país. O preço dificilmente ultrapassa 500 ienes e por isso é uma boa opção par quem quer se alimentar bem sem gastar muito. Mas se tiver oportunidade, experimente o udon que é produzido no próprio local, conhecido como Teuchi Udon.

A massa do macarrão udon é feita basicamente de farinha de trigo, água e sal. Como não vai ovos, é preciso ter bastante técnica para fazer uma massa de qualidade. Além disso, existe uma farinha específica para Udon chamada Udonko うどん粉 (farinha de udon). Na falta dela, usa-se farinha de trigo com teor de proteína superior às habituais farinhas brancas refinadas.

Uma massa fresca de udon, faz toda a diferença em qualquer prato que vai esse tipo de macarrão, seja quente ou gelado. Caso tenha interesse de aprender como faz a massa, confira essa receita aqui, fornecida pelo site da NHK (a receita está em português).

5. Udon Instantâneo (Cup Udon)

Udon Cup (YouTube/Reprodução)

No Japão, existe uma grande variedade de Udon instantâneo, conhecido como Cup Udon (カップうどん). Assim, como os Cup Ramen (カップラーメン), o Cup Udon é uma ótima alternativa para aqueles que trabalham muito e não tem tempo de preparar uma refeição mais elaborada.

Além disso, os preços de um Cup Udon são muito em conta e podem ser encontrados em toda parte tais como mercados, lojas de conveniência, lojas de 100 ienes e até em máquinas de vendas automáticas. Os preços variam, mas podemos acha-los a partir de 50 ienes.

6. Variedades Regionais do Udon

Cada região tem sua maneira de confeccionar o udon. E as principais características que podemos observar de uma região para outra estão na espessura e na forma do macarrão. Além da variedade de espessuras e formatos, cada tipo de Udon tem um nome específico.

Veja alguns exemplos: O Inaniwa udon (稲庭うどん), é produzido em Akita e tem uma expessura mais fina. Já o Himokawa (ひもかわ), produzido em Kiryu, província de Gunma, é extremamente larga e plana. Outro com formato diferente é o Mimi udon (耳うどん), típico em Kuzu, província de Tochigi, que se caracteriza por ser similar ao lóbulo de uma orelha.

Outro que se caracteriza por ser bastante largo é o Konosu kawahaba udon (こうのす川幅うどん), originário de Konosu, Saitama. Sua largura pode ser superior a 8 cm. Já o Niiza ninjin udon (新座にんじんうどん), originário de Niiza, também em Saitama, se caracteriza por seu macarrão alaranjado devido à cenoura que é incorporada à massa.

Outro udon peculiar é o Sara udon (皿うどん), uma especialidade da Província de Nagasaki, que consiste em um macarrão mais fino e frito, sendo servidos com uma infinidade de coberturas. Já o mais tradicional dentre todos é o Sanuki udon (讃岐うどん), originado na província de Kagawa, onde se supõe que tenha surgido o primeiro udon do Japão.

7. A forma tradicional de comer Udon


Link do vídeo (YouTube)

No Japão, as pessoas tem o costume de sorver o udon, fazendo aquele som característico. Segundo os japoneses, isso é sinal de satisfação, ao contrário do Brasil onde é visto como má educação. Aliás, outros tipos de macarrão como ramen e soba também são consumidos assim.

Outro detalhe que vale mencionar é que no Japão é aceitável levar a tigela até a boca para que o caldo seja consumido mais facilmente. Vale tanto para o Misoshiru ou Tonjiru, como também para sopas e caldos que sobram de pratos tais como Udon, Soba ou Ramen.

Confira Algumas Receitas de Udon

Existe uma grande variedade de receitas de udon, como pudemos ver acima. No Japão, podemos encontrar a massa fresca facilmente nos supermercados, assim como o caldo Mentsuyu, que é vendido engarrafado, pronto para o uso. Várias coberturas podem ser usadas tais como gengibre ralado fresco, nori (alga seca), cebolinha picada, wasabi, sementes de gergelim, kamaboko, tempura de camarão ou vegetais, wakame, e assim por diante.

Com criatividade, é possível elaborar um udon próprio, usando ingredientes simples que se encontram na nossa geladeira. Já quem mora no Brasil, pode ter um pouco mais de dificuldade para encontrar os ingredientes, mas caso não tenha lojas orientais em sua cidade, uma opção é comprar em lojas onlines como a Loja Konbini, por exemplo, que entrega em todo o Brasil.

Ficou com vontade de comer Udon? Quer aprender? Abaixo, deixarei alguns vídeos com receitas fáceis de Udon. Você verá que preparar udon é mais simples do que parece. 🙂

Aprenda a fazer Udon com o chef Murakami


Link do vídeo (Youtube)

Aprenda a fazer Udon com o Canal Tabemashou


Link do vídeo (Youtube)

Aprenda a fazer Udon Vegan com o Canal Presunto Vegetariano


Link do vídeo (Youtube)

Referências: Essential Japan Guide, Wikipedia

Quer Aprender Japonês?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *