Hiroshima – 68 anos após o atentado da bomba atômica nuclear


Hiroshima – 68° Aniversário do Atentado da Bomba Atômica Nuclear
Hoje, dia 6 de agosto é o aniversário de 68 anos do bombardeio que acometeu a cidade de Hiroshima. Milhares de pessoas vão ao Memorial da Paz, para deixar sua homenagem aos mortos. Estima-se que mais de 140 mil pessoas tenham morrido em consequência à Bomba Atômica Nuclear.

A Cerimônia Memorial da Paz em Hiroshima é um ritual realizado todos os anos, onde milhares de pessoas comparecem ao local munidos de flores, velas, lanternas e mensagens em homenagem às vítimas que são deixadas no Memorial ou então lançadas nas águas do rio. À noite, milhares de velas são colocadas no rio para serem levadas pela correnteza. O brilho delas, tornam a cerimônia ainda mais bonita.

Autoridades do governo japonês sempre comparecem a este evento, onde colocam coroas de flores no Parque Memorial da Paz em Hiroshima.

Em todas as cerimônias, ministros e autoridades governamentais discursam sobre as consequências que a bomba trouxe à população, cujo sofrimento continua até hoje por causa de doenças que ainda são transmitidas através das gerações e reiteram as promessas de que nunca mais os horrores de Hiroshima se repetirão.

Milhares de pombas brancas são lançadas durante a cerimônia. As pombas brancas simbolizam a Paz e servem como um apelo pelo fim das guerras que tantas mortes e destruição trazem ao mundo. Milhares de manifestantes aproveitam a cerimônia e munidos de cartazes, pedem fim ao uso da bomba atômica e armas nucleares.

A cerimônia de Aniversário da Bomba de Hiroshima é realizada todos os anos, no dia 6 de Agosto, data em que ocorreu a explosão da bomba atômica durante a Segunda Guerra Mundial em 1945. São feitas homenagens às vítimas e celebração pela Paz! Que o desejo por dias melhores prevaleçam sempre em nossos corações!

Vídeo com a Cerimônia do Memorial da Paz

Aproveite para ver depoimentos emocionantes dos Hibakushas (sobreviventes da bomba atômica:
* Depoimento do hibakusha Takashi Morita
* Depoimento da Hibakusha Suzuko Numata – Mensageira da Paz
* Depoimento da Hibakusha Suzuko Numata 2° Parte

Quer Aprender Japonês?

10 Comentários

  1. Pingback: História sobre a Hibakusha Suzuko Numata - Mensageira da Paz | Dicas Brasil Japão

  2. Pingback: Parque da Paz em Nagasaki (Heiwa Kouen) | Curiosidades do Japão

  3. Pingback: Hiroshima, uma cidade que renasceu das cinzas | Curiosidades do Japão

  4. Fabio Ronci

    O Japão invadiu a China em 1937, bombardeios, massacres de civis, o uso de gás mostarda proibido pela convenção de Genebra após a 1º guerra, os massacres de Nanquim e Xangai apontam as vítimas entre 260 a 300 mil em cada uma dessas cidades, Pearl Harbor, os campos de concentração, os estupros e assassinatos de civis pelas tropas imperiais, filmados inclusive. 9 milhões de chineses mortos nas mãos dos japoneses. Eu lamento pelas vitimas Hiroshima mas perto do que o Japão fez nos países que ocupou é apenas mais um massacre entre tantos cometidos

  5. Douglas Lima

    De fato, Fabio Ronci… o Japão cometeu atrocidades imensuráveis. Acho que o que podemos tirar de proveito desses acontecimentos lamentáveis é que a culpa não é de determinado povo que vive em determinado país, e sim de uma minoria que se preocupa apenas com seus interesses. É o caso dos Estados Unidos (inúmeras guerras), Japão (atrocidades na China e na antiga Coreia), Portugal e Espanha (genocídios nas antigas colônias) etc. Não devemos olhar os japoneses como um povo coitadinho que não faz mal a país algum. Devemos, porém, saber diferenciar a população de um governo que abusa do poder.

  6. Japão em Foco

    Oi Fábio e Douglas!
    Obrigada terem compartilhado a opinião de vocês. Esse tema realmente é muito delicado. A questão não é colocar o Japão como coitadinho como bem disse o Douglas e sim mostrar que as guerras trouxeram consequências lastimáveis. Outra coisa que temos que levar em conta, é que uma coisa é lutar de igual para igual, como em um campo de batalha, outra coisa bem diferente é usar uma arma como a bomba atômica para matar milhares de civis inocentes como ocorreu em Hiroshima e Nagasaki.

    Foi um ataque covarde, isso temos que concordar! Na verdade, os EUA queriam testar sua nova “arma”, e usaram o Japão como cobaia. Isto é, aproveitaram a guerra para cometer essa atrocidade. A homenagem às vítimas inocentes de Hiroshima, nada mais é do que um apelo contra as armas nucleares. Se há 60 anos fizeram esse estrago, imagina se houver uma 3° Guerra Mundial? Uma arma dessas com a tecnologia de hoje, poderia destruir o planeta… De qualquer maneira qualquer tipo de guerra deve ser evitada, independente das armas usadas, porém a ganância do homem é maior do que qualquer coisa infelizmente…

    Abraços!

  7. Pingback: Gen Pés Descalços - Hadashi no Gen | Curiosidades do Japão

  8. Antonin Artaud

    Olha essa sua resposta é bem tendenciosa. De certo que os americanos queriam mostrar seu poderio militar e mostrar a nova arma. Mas quando se fala das bombas de Hiroshima e Nagasaki tem-se uma predisposição em omitir o fato do Japão ter lutado do lado do eixo. Ele não estava na guerra a passeio, cometeu várias atrocidades e pagou o preço por isso. Guerra é guerra, ganha quem possuir as melhores armas. Os japoneses não foram pra guerra só com espadas em punho, eles se armaram até os dentes. Falou-se em ataque covarde e que deveriam lutar de igual para igual; bem… Foi um ataque sim, mas aí dizer que foi covarde já é demais, em qualquer guerra a população civil sempre se dá mal. Ninguém fala dos ataques do Japão durante a guerra. A mensagem que deve ser transmitida é que as guerras devem evitadas e ponto. Nada de vir com essa conversa tendenciosa de que tal país cometeu um ato covarde durante a guerra, pois guerra é guerra, todos os lados estão errados. Se o Japão de hoje usase a mesma política expansionista do passado, todos estariam contra ele e suas atrocidades cometidas. O Japão como conhecemos atualmente só é do jeito que é devido a derrota na segunda guerra. Não me entendam mal achando que sou um ufanista americano ou que não gosto do Japão; eu amo a cultura japonesa, estou aprendendo japonês e pretendo em breve visitar aquele país. Mas o Japão como conhecemos hoje é bem diferente daquele à época da guerra, infelizmente foram necessárias as perdas da guerra para o país amadurecer e buscar a paz.

  9. Julia

    Queria se vc antonin fosse um de nós de olhos puxados pensará assim, não gosto é do brasil, k fez pior contra os descendentes nos anos de 32. 45 prenderam e amarram inocentes só pelo poder do Getuluio Vargas vê o documentário

  10. Nondemiro

    Só pra constar. Pearl Harbor não foi um ataque covarde e nem surpreendente como dizem.. Foi uma consequencia dos ataques contra navios japonêses que furavam o bloqueio econômico imposto pelos americanos. Na prática, os EUA já estavam em guerra. Só não haviam declarado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *