15 Frutas Para Experimentar No Japão


Akebi (Kyoto Foodie.com)

15 Frutas Diferentes Para Experimentar No Japão

No Japão nos deparamos com muitos alimentos diferentes do que estamos acostumados a comer no dia a dia. E apesar de haver muito pouca terra destinada à agricultura, o país é um excelente produtor das mais variadas frutas. Porém, algumas das mais exóticas não são facilmente encontradas fora do Japão ou do continente asiático.

Aliás, algumas dessas frutas são mais facilmente encontradas nas províncias onde são produzidas. Conheça abaixo 15 frutas que você poderá ter a oportunidade de experimentar no Japão.

1. Ume (ameixa japonesa)

Ume (fruitpedia.com)

Ume são ameixas japonesas conhecidas por seu sabor único e azedo. Normalmente não são consumidos “in natura” e sim na forma de conservas, conhecidas como Umeboshi. Também são utilizadas como ingrediente na confecção de muitos alimentos e bebidas. As flores de ume desabrocham na Primavera e são conhecidas por seu aroma delicado e singela beleza. Já o ume é colhido no verão, mais especificamente entre os meses de junho e julho.

2. Satonishiki (Cereja Japonesa)

Sato Nishiki (Tsukiji Premium.jp)

No Japão existem uma grande variedade de cerejeiras, no entanto, a maioria delas não produzem frutos, apenas flores. Mas existe um tipo de cereja que floresce no Japão chamada de Satonishiki. É uma cereja pequena, vermelha brilhante que floresce no início do verão, entre os meses de maio e julho.

Tal como acontece com muitas frutas japonesas, o Satonishiki é considerado um alimento de luxo devido à sua qualidade insuperável. O Satonishiki pode ser encontrados nos supermercados no Japão a um preço razoável.

3. Yuzu (fruta cítrica japonesa)

Yuzu (flickr.com)

Yuzu é uma fruta cítrica japonesa com um gosto amargo pungente. Possui pele verde e esburacada que vai ficando amarela à medida que amadurece. O Yuzu raramente é consumidos “in natura”, mas sua casca e sumo são ingredientes utilizados em alimentos e bebidas. São encontrados durante o outono, mais especificamente entre os meses de novembro e dezembro.

4. Kyoho (Uva Gigante da Montanha)

Kyoho (Commons Wikimedia)

Kyoho são uvas grandes e suculentas, com coloração roxa escura e cascas grossas. O sabor do Kyoho é agradável e leve. A casca geralmente não é consumida e a sua polpa possui alto teor de açúcar e acidez moderada. As uvas kyoho foram produzidos pela primeira vez em 1937, em Shizuoka.

Hoje, várias províncias japonesas cultivam a uva kyoho tais como Nagano e Yamanashi. A temporada de colheita é entre setembro e dezembro.

5. Daidai (laranja amarga japonesa)

Daidai (Commons Wikimedia)

O Daidai é um tipo de laranja amarga japonesa cujo nome significa “várias gerações”. Esta fruta pode ficar em uma árvore por muitos anos se ninguém pega-los. Amadurece no inverno e volta a ficar verde no verão. É um símbolo de longevidade no Japão, muito utilizada como decoração de Ano Novo.

6. Sudachi

Sudachi (Commons Wikimedia)

Sudachi é uma pequena fruta cítrica japonesa verde que tem um gosto azedo. Raramente são consumidos “in natura”, porém são muito utilizados como ingredientes na culinária japonesa. Sudachi é cultivado especialmente na província de Tokushima e a colheita é nos meses de outubro e novembro.

7. Akebi

Akebi (Kyoto Foodie.com)

O Akebi é uma fruta de casca roxa e ligeiramente amarga, lembrando muito uma berinjela. Já o interior da fruta é branca de textura leitosa, lembrando a lichia. Essa fruta é originária da região de Tohoku e consumido de diversas formas. Suas folhas também são utilizadas em chás e artesanato.

8. Dekopon

Dekopon (Commons Wikimedia)

Dekopon é uma fruta híbrida entre Kiyomi e ponkan, desenvolvido no Japão em 1972. O Dekopon é cultivado especialmente nas províncias de Kumamoto e Ehime e se caracteriza por uma saliência na parte superior da fruta. Seu sabor é doce e seu tamanho é grande quando comparado a uma laranja.

Um detalhe curioso sobre o Dekopon é em relação ao kanji 凸 para a palavra deko como uma referência à sua saliência. Já a terminação “pon”, vem da palavra ponkan (ポンカン), uma das frutas usadas para criar dekopon. A fruta é colhida durante o inverno, entre os meses de dezembro e fevereiro.

9. Biwa (nêspera japonesa)

Biwa (pixabay.com)

Originário da China, o biwa hoje é cultivado no sul da Europa e do Oriente Médio também. Acredita-se que o biwa e as folhas de suas árvores podem curar várias doenças, devido ao seu grande valor nutricional. A temporada de colheita de biwa é no início do verão, entre os meses de maio e junho.

10. Hyuganatsu

Hyuganatsu (Commons Wikimedia)

O Hyuganatsu é mais uma das frutas cítricas encontradas no Japão. O nome vem de “Hyuga”, o antigo nome da província de Miyazaki, em Kyushu, onde a fruta teria sido visto pela primeira vez no ano de 1820 e “Natsu” significa verão. Acredita-se que o Hyuganatsu seja um híbrido natural de yuzu e pomelo.

A casca da fruta é amarela e sua carne é suculenta e doce, com um sabor levemente azedo. Costuma-se comer a fruta polvilhada com açúcar. Podemos dizer que esta fruta é exclusivamente japonesa, tanto que não há um nome para ela em outras línguas. Vale a pena experimentar, se tiver oportunidade.

11. Hakuto (Pêssego Branco)

Hakuto (globalrakuten.com)

O Hakuto é um tipo de pêssego com casca clarinha, quase branca, descoberto pela primeira vez em 1899 na província de Okayama. Esse pêssego é mais doce, mais suculenta e menos ácido do que os pêssegos comuns. A temporada de colheita ocorre entre os meses de julho e setembro.

12. Kinkan (laranja de ouro)

Kinkan (Commons Wikimedia)

Kinkan, significa “laranja de ouro”, mas apesar do nome e aparência, essa fruta não pertence à família dos citrus e sim ao gênero Fortunella. No Japão, existem dois tipos de Kinkan: a oval e amarga Nagami, ideal na confecção de doces e geleias e a Meiwa, redonda, doce e mais difícil de ser encontrada.

As frutas podem ser vistas especialmente durante o inverno, já que a colheita é realizada entre os meses de novembro e fevereiro. O kinkan, embora pequeno, torna-se um gigante quando o assunto é sobre seu valor nutricional: Essa fruta é rica em vitamina C, cálcio, potássio e antioxidantes.

13. Nashi (Pera Japonesa)

Nashi (Commons Wikimedia)

O Nashi é uma pera japonesa cuja textura se parece mais com uma maçã do que com uma pera propriamente dita. Ele tem um teor muito elevado de água e é bastante suculento. A temporada de colheita é entre os meses de agosto e outubro. Hoje em dia, o nashi pode ser encontrado fora do Japão também.

14. Kabosu

Kabosu (blog.goo.ne.jp)

Kabosu é uma fruta cítrica verde suculenta associada ao yuzu, com a forma de um limão, usado como vinagre em alguns pratos japoneses e na confecção de bebidas e doces. Esta fruta pode ser encontrada em abundância na província de Oita e a colheita ocorre entre os meses de agosto e outubro.

15. Shikwasa

Shikwasa (okinawahai.com)

Shikwasa é uma fruta típica de Okinawa. Eles estão por toda parte a partir do fim do verão até meados do inverno. Muitas casas antigas nas ilhas de Okinawa tem uma árvore de Shikwasa no quintal. O sabor da fruta é bastante azeda e por isso raramente são consumidas “in natura”. São usadas em sucos, geleias ou ainda para decorar os pratos da culinária local.

E aí? Já teve a oportunidade de experimentar algumas dessas frutas? O que achou deles? Não esqueça de comentar 🙂

Referências: Tofugu, Food Japan Talk

Quer Aprender Japonês?

12 Comentários

  1. may

    Adoro frutas, são tudo de bom! A pera nashi, bem geladinha em pleno verão é divina, aquele melão que é cor de abobora, vale o seu preço, e as uvas grandonas, sem sementes, então, nem se fala!

  2. HELENA Akiko Morais

    A foto do BIWA (nêspera) é de um maracujá. A nêspera, é amarela e dá em cachos. As folhas são oblongas e de um verde escuro.

  3. luiz henrique

    Já tive a oportunidade de saborear todas elas…. porem… a mais apreciada por mim… era aquele pêssego delicioso… em Soja que fica perto de Okayama e Kurashiki tinha um amigo agricultor que toda temperado, nos presenteava com esta delicia.SAUDADES!!!!!!

  4. Val

    Minha madrasta tinha um pé de kinkan. Da redonda. É uma delícia e a gente comia com casca e tudo. Bem docinha.

  5. ana

    ameiiiiiiiiiii essas frutas louca para experimentar. bjs

  6. fiquei com vontade de comer uma delas

  7. Sou admiradora das coisas de origem japonesa. A música que mais gosto é “Sukiaky” com o falecido cantor Kyu Sakamoto.
    Quando posso, vou ao Kodomo no Sono, na Colônia Japonesa em Itaquera, acontece no 1º final de semana de Julho, é maravilhoso, tudo de bom. Quanto às frutas, só experimentei a kinkan, redondinha,docinha e com sabor inigualável. Quanto ao comentário acima, a respeito da fruta Biwa(nêspera japonesa), na foto não se parece com um maracujá, pois o formato, a cor e as folhas não se parecem com maracujá que conhecemos no Brasil e existem vários tipos.

  8. Altemir

    muito boa as pesquisas e dicas das frutas de nihongo…..parabens a toda equipe

  9. yumi yamada

    Também acho que a foto do biwa esta errado.. a foto é de maracuja

  10. Anaíres Matos

    tem frutas estranhas no japão ?

  11. Tânia

    Gostaria de saber como faço para adiquir as mudas das frutas japonesas

  12. NANCI MARQUE

    ACHEI MUITO BOM NO JAPÃO E CHINA A BELEZA E NATUREZA SÃO UMA DADIVA ATÉ NAS FRUTAS.
    PAIS SABE O QUE ESTÁ INGERINDO E NATURAL. GOSTO MUITO.

    PARABÉNS.!!!!!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *