Games que te dão aula de cultura e língua japonesa!

Games que te dão aula sobre cultura japonesa -  Okami (Multi-plataforma)

Já pensou em aprender japonês e um pouco da riquíssima cultura da terra do sol nascente jogando videogame?

Olá, pessoal! Eu sou o Marcus, autor do ArtesNinja.com, e nesse artigo vou mostrar, em detalhes, alguns jogos que vão te ajudar a entender um pouco mais da história do Japão, como aprender sua língua e sua cultura.

Afinal, nada melhor do que aproveitar o nosso hobby favorito para aprender um pouco mais do país que só nos traz coisas boas como: Games, animes e mangás, não é verdade? 🙂

1. Yakuza Zero (PS4, PC)

Yakuza Zero é um daqueles games IMBATÍVEIS quando o assunto é cultura japonesa.O game se passa no bairro mais famoso do Japão, próximo à estação de metrô mais movimentada do mundo e conta a história de Kyriu, um ex integrante da poderosa máfia japonesa.

Você entrará de cabeça nas ruas mais perigosas do Japão, enfrentará gangues, mafiosos e saberá o que realmente aconteceu com seu mestre.

Uma volta pelo bairro das luzes vermelhas: Kabukicho

Kabukicho é considerado o lugar mais perigoso do Japão, apesar disso é o um lugar amplamente frequentado por turistas, também conhecido como o bairro das luzes vermelhas.

Lá rola de tudo, desde boates, bares, restaurantes até farmácias e lojas conveniência Muitos dos seus estabelecimentos são gerenciados pela Yakuza.

É importante mencionar que no jogo o nome do bairro foi alterado para Kamurocho (Assim como Los Santos e Los Angeles em GTA V) mas você pode notar que é retratado com fidelidade todas as características originais.

Yakuza: A famosa máfia japonesa

A Yakuza é uma máfia japonesa mundialmente conhecida e atua tanto no Japão como nos EUA, seus membros são extremamente organizados e visam sempre a proteção e união do grupo. Geralmente seus membros são tatuados, mas as marcas são sempre em lugares estratégicos, podendo ser cobertas com uma camisa manga longa.

O único momento em que um Yakuza revela suas tattoos é quando estão se divertindo em lugares privados e jogando cartas. Eles amarram a camisa na cintura e os outros membros podem compartilhar seus desenhos.

Até hoje no Japão as tatuagens não são muito bem vistas, porque ainda existe o estereótipo de que pessoas tatuadas são foras da lei ou supostamente membros mafiosos.

As regras da Yakuza são tão rígidas que, uma vez que um membro desobedeça uma ordem superior, será preciso cortar a ponta do dedo mindinho como forma de arrependimento! Vale mencionar que tudo isso é bem exposto jogando Yakuza Zero

Culinária original japonesa

Dar uma volta no distrito mais popular do Japão e não comer um sushi original é quase um pecado não é mesmo? Em Yakuza Zero você terá uma infinidade de comidas e bebidas prontas para serem degustadas!

Em cada esquina de Kamurocho é possível entrar para tomar um drinque ou recuperar as energias comendo um sashimi. Grande nomes de uísques também estão aqui como o famoso Kakubin e o Yamazaki 12 anos. Este último já foi até premiado internacionalmente!

Uma imersão cultural japonesa!

Yakuza Zero está no TOP 1, pois não há nenhum jogo que chegue a tamanha imersão cultural quanto ele. Todos os detalhes, músicas, comportamentos dos NPCs e sotaques japoneses exemplificam perfeitamente a realidade do Japão.

Quem é fã de cultura pop japonesa e sonha em um dia visitar o país, esse game é definitivamente obrigatório na sua lista.

2. Genji: Days Of The Blade (PS3)

Esse é um game que não permaneceu no mainstream. Foi um dos primeiros jogos lançados no PS3 mas não fez o sucesso que deveria. Days Of The Blade narra uma longa guerra entre clãs japoneses que conflitavam para decidir qual dos dois controlaria o país.

Apesar de muita fantasia no game, todos os locais onde aconteceram os combates estão com seus nomes reais. Além disso, é importante mencionar que grande parte dos personagens no jogo foram pessoas reais e também estão com seus nomes reais: Yoshitsune, Benkei, Shizuka…

O jogo se passa no período Heian, época bem antiga entre os anos 794 e 1185, em que os clãs Genji e Heike conflitaram em vários locais do reais como, Kyoto, Yashima, Ishibashiyama e Kamakura. Nessa época houve uma das guerras mais antigas e famosas que inspirou vários contos e lendas japonesas: A Guerra Genpei.

Yoshitsune, o lendário samurai

Esse é o grande herói do game, um exímio espadachim que ficou muito famoso em todo o Japão antigo. Atualmente existe uma estátua em sua homenagem próximo ao local onde aconteceu uma das batalhas decisivas da Guerra Genpei.

Yoshitsune era o general do exército do clã Genji e conquistou vitórias importantíssimas que permitiram ao seu clã inaugurar o primeiro shogunato. Apesar disso, no fim ele foi traído pelo seu próprio irmão, tendo que fugir do Japão para escapar da morte.

Os mitos contam que Yoshitsune fugiu para a Mongólia e lá renasceu como o famoso Genghis Khan! Outras lendas contam que sua espetacular habilidade com a espada foi ensinada por um yokai tengu.

O lendário samurai derrotou um dos monges guerreiros mais fortes da época. Esse monge, apesar de dois metros de altura, foi vencido sem dificuldades duas vezes consecutivas!

Os dois guerreiros tornaram-se amigos inseparáveis até que, no final da guerra, o monge salvou a vida de Yoshitsune, dando sua própria vida para o proteger.

3. Learn Japanese To Survive! (PC)

Se você procura aprender japonês jogando videogame, a sua hora chegou! Learn Japanese To Survive é um daqueles games que só aparecem uma vez na vida. É um RPG que vai te ensinar os alfabetos japoneses, do início ao fim, na sua velocidade de aprendizado.

Para quem não sabe, a língua japonesa é formada por 3 alfabetos: Hiragana, Katakana e Kanji. O primeiro é usado para qualquer palavra japonesa, o segundo é usado para qualquer palavra estrangeira ou onomatopeias, já o terceiro é usado para palavras que transmitem um sentido específico.

Em Learn Japanese To Survive você escolhe qual alfabeto quer aprender primeiro e embarca numa boa aventura, simples e eficaz! O método usado para o aprendizado é a repetição.

Como se trata de um RPG por turnos, os inimigos são as próprias letras do alfabeto e para vence-los você terá que saber o significado de cada uma delas. Mais a frente o game vai te colocar para batalhar contra palavras japonesas e você terá que traduzi-las para derrota-las.

4. Okami (Multi-plataforma)

Uma verdadeira obra de arte em forma de videogame! Okami traz toda a arte japonesa e mistura as grandes lendas do xintoísmo em um lugar só.

O jogo se passa na era Asuka que vai do ano 538 até 710 e é puramente inspirado nos folclores japoneses.

Nesse game você embarcará numa aventura com a deusa mais popular do xintoísmo: Amaterasu, deusa do sol. Outros grandes nomes dessa religião também aparecem como: Susanoo, Izanagi, Izanani, Orochi, entre outros.

De acordo com as lendas japonesas, Amaterasu, conhecida como deusa do sol, da luz, da agricultura e até do universo, desenhava uma linda paisagem em seu quadro. Enquanto pintava sua arte, as ilhas japonesas eram geradas formando cada detalhe da natureza.

Esse é o tipo de jogo que vale a pena jogar, mesmo que você não tenha interesse na cultura japonesa, porque tem uma dinâmica muito interessantes, além, é claro, das belas artes.

5. Pocky & Rocky 2 (SNES)

Um grande clássico e super acessível nessa era digital! A história do game acontece durante o período do Japão feudal e você está no controle de uma jovem sacerdotisa do xintoísmo chamada Saya-Chan.

Pocky & Rocky 2 é absolutamente inspirado nos folclores japoneses, desde a roupa da personagem, até os inimigos e cenários. Você verá campos de arroz, templos xintoístas, yokais e toda aquela bela arquitetura japonesa.

A personagem principal está na vestimenta exata das sacerdotisas: kimono branco e calça vermelha. Além disso luta com uma varinha gohei, que de acordo com o xintoísmo serve para abençoar e até exorcizar energias negativas (os monstros, por exemplo :D).

Outro acessório de batalha são os talismãs o-fuda, que no jogo americano foi mudado para “cartas mágicas”, inclusive na sua aparência, removendo os kanjis e colocando um coração no lugar.

Criaturas do folclore japonês

 

Quase todos os monstros do folclore japonês estão presentes nesse jogo, essas criaturas sobrenaturais aparecem inclusive em uma infinidade de animes e mangás: Tengo, Kappa, Kitsune, Yurei, Obake e por aí vai.

Podemos citar como exemplo o Tengu, um ser que é semelhante a uma ave com casco de tartaruga e algumas características humanas.

Na lembrança popular o Tengu é identificado com um rosto vermelho e nariz grande, provavelmente você já deve ter visto uma máscara com essas características. Já para o budismo são demônios e criaturas que dominam a arte das batalhas.

Além desses monstros, também há alguns outros deuses da mitologia japonesa como os 7 deuses da sorte ou fortuna. Um deles, inclusive, era um homem de verdade. Hoje eles podem ser encontrados todos untos em esculturas ou pequenos enfeites.

Inspiração e aprendizado com os games

Que tal agora olhar os games de outra forma?
Se pararmos pra analisar um pouco, cada jogo tem muitas coisas para nos ensinar. Por trás de cada game existe uma inspiração sobre lendas e histórias japonesas.

Com um pouco de dedicação o seu hobby favorito pode te ensinar mais do que você imagina.
Videogames não são apenas entretenimento, são obras artísticas inspiradas em fatos reais, lendas e contos.

Saiba apreciá-los de maneira mais profunda e você terá uma jogatina bem mais proveitosa 🙂
Então, curtiu algum dos games? Me fala qual deles você já jogou e se já percebeu a cultura japonesa implícita ou explícita neles. 😀

Para se aprofundar no assunto: Fonte

Por Marcus Cronem
Autor do site ArtesNinja.com

Quer Aprender Japonês?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *