Gosta de coelhos? Então conheça o Santuário de Okazaki, em Kyoto


Conheça o Santuário de Okazaki, em Kyoto

O Santuário Higashi Tenno Okazaki (東天王 岡崎神社), também conhecido como o “Santuário Usagi” (Santuário dos Coelhos), fica localizado em Okazaki, uma área de Kyoto onde estão estabelecidos diversos santuários famosos como o Heian Jingu, por exemplo.

No Santuário Higashi Tenno Okazaki você vai encontrar diversas estátuas de coelhos, além de amuletos da sorte fofos deste animal, considerado um símbolo da fertilidade.

O santuário foi fundado em 794 durante a construção de Heian-kyô, como um dos quatro santuários representando as direções da bússola. Okazaki representava o leste, e naquela época era alternativamente conhecido como Higashi-tennô (Imperador do Oriente).

O santuário é dedicado a Susanoo, Kushinada-hime e suas três filhas e cinco filhos. Tornou-se um local de culto há mais de 1.200 anos especialmente por mulheres grávidas que desejam um parto tranquilo, sem intercorrências e que seus filhos nasçam com uma saúde plena.

História do Santuário de Okazaki

O Santuário de Okazaki é um dos quatro santuários que foram construídos para representar os pontos cardeais da nova capital de Heian-kyo (Kyoto), quando estes foram transferidos de Nagaoka em 794 pelo Imperador Kanmu logo no início do Período Heian. Okazaki no caso, representava o leste, conhecido como Higashi-tennô (Imperador do Oriente).

Originalmente, o santuário era usado para proteger o imperador, sua corte e os cidadãos de quaisquer forças malévolas originadas na direção leste.

A divindade Susanoo-no-Mikoto, sua esposa Kushinadahime-no-Mikoto e seus filhos estão consagrados neste local. Susanoo-no-Mikoto é um herói da mitologia japonesa, especialmente no famoso conto de onde ele salvou a princesa Kushinada da serpente Yamata no Orochi.

Os dois se apaixonaram, casaram e tiveram muitos filhos. Essas divindades também estão consagradas no Santuário Yasaka, em Gion, e em outros santuários xintoístas localizadas em todo o país. Para conhecer sobre a lenda de Yamata no Orochi, clique aqui.

Após o nascimento bem-sucedido de uma imperatriz em 1178, o santuário passou a receber financiamento da corte imperial e também passou a ser associado ao parto, assim como seu propósito original de dissipar a influência maligna que emana do oriente.

Os coelhos no Santuário de Okazaki

Devido a esta associação com o parto, o santuário passou a ser associado a espíritos de coelhos que como sabemos são considerados símbolos da fecundidade e fertilidade. Por este motivo podemos encontrar no santuário muitas referências relacionadas a coelhos (usagi).

Também existe uma teoria que afirma que havia muitos coelhos selvagens que viviam ao redor do santuário. Não se sabe ao certo a relação desses animais fofos com o santuário, mas a verdade é que acabaram se tornando os mensageiros das divindades desse local.

Em frente ao salão principal podemos notar os “Koma Usagi”, duas estátuas de coelhos sentadas adoravelmente guardando a entrada. No lado direito do salão principal, há um coelho macho de boca aberta e no lado esquerdo há um coelho fêmea de boca fechada. Acariciar suas cabeças e orar pelo casamento e pela compatibilidade de um casal é um costume comum.

santuário de Okazaki, Kyoto

A área do salão principal não é o único lugar que tem muitos coelhos. No chozuya (um prédio para purificar suas mãos antes de orar), há uma estátua de um coelho preto olhando para a lua, chamado de “Kosazuke Usagi”. Dizem que se espirrar água na estátua e esfregar sua barriga, o coelho trará sorte para quem quer engravidar ou quer ter um parto seguro.

Há ainda outros coelhos escondidos por todo o terreno em áreas inesperadas, por isso a parte divertida de visitar este santuário é encontrar estes coelhos escondidos!

Os amuletos do Santuário de Okazaki

No local também encontramos plaquinhas de madeira Ema (絵馬) onde as pessoas escrevem seus desejos na esperança de que eles sejam realizados. Na maioria das vezes os desejos escritos aqui estão associados à gestações saudáveis ou relacionamentos felizes.

Neste santuário o “Usagi Ema” é vendido por 600 ienes. Há ainda outros amuletos com formato de coelho em uma lojinha do lado direito do salão principal como o “Anzan Kigan Ofuda” que custa 1.200 ienes, e “Usagi Dorei” (sino de coelho de cerâmica) por 500 ienes.

Lá também encontramos Omikuji (おみくじ), que literalmente significa “loteria sagrada”. São sortes aleatórias escritas em tiras de papel disponíveis dentro de uma caixa. As pessoas tem o costume de retirar uma da caixa, com a esperança de que a bênção seja boa.

No santuário Okazaki também encontramos uma grande variedade de amuletos da sorte omamori, todos com motivos de coelho. Eles custam entre 500 e 1000 ienes. Um dos mais populares é o “Fukumimi Mamori” que significa “orelhas grandes que dão boa fortuna”.

Santuário de Okazaki nos dias de hoje

santuário de Okazaki, Kyoto

A área de Okazaki é cercada por muitas árvores, portanto é um destino prazeroso para quem quer visitar um lugar tranquilo e acolhedor com uma atmosfera que lembra tempos passados.

Depois de passar pelo portão de entrada torii, a área se amplia em um espaço aberto relaxante e amplo. O edifício que fica atrás das árvores é o Honden (salão principal) e em frente ao Honden, no centro do terreno do santuário, há muitos arbustos e árvores.

No lado esquerdo, há o Santuário Miyashige Inari, que abriga a divindade da prosperidade dos negócios, procurado por quem deseja fortuna, além de um edifício chamado Amasha, que é procurado por pessoas que sofrem de doenças oculares e desejam uma cura.

Nos dias de hoje, o Santuário de Okazaki tornou-se um local popular para celebrar cerimônias tradicionais de casamento xintoísta. Existe uma área adjacente ao santuário chamada Heian-no-Mori Hotel que é um dos locais favoritos para festas matrimoniais.

Nas proximidades do Santuário de Okazaki estão o Centro de Artesanato de Kyoto e o Santuário Kumano a oeste e o Templo Kurodani ao norte. Caminhando a oeste do Santuário de Okazaki, ao longo de Marutamachi, encontra-se o Sen-Oku Hakuko Kan, que exibe a coleção da família Sumitomo, incluindo muitos antigos bronzes chineses e japoneses.

O Santuário de Okazaki está localizado ao lado do Templo Higashi Honganji e do Templo Okazaki Betsuin, associado ao sacerdote Shinran (1173-1262), além ser próximo também do Heian Jingu e templo Nanzenji. Portanto considere dar uma passadinha aqui quando vier à Kyoto para conhecer o famoso santuário dos coelhos com suas estátuas e esculturas fofas.

Informações sobre o Santuário de Okazaki

Santuário de Okazaki
51 Okazaki-higashi-tenno-cho Sakyo-ku Kyoto 606-8332 [Mapa]
Horário: 9:00 às 17:00
Entrada: Grátis
Homepage: okazakijinja.jp

Fontes: tsunagujapan.com, japanvisitor.com, fastjapan.com

Quer Aprender Japonês?

1 Comentário

  1. Adriana Nakata

    Good Morning!

    Who talk with me in inglish In Kyoto? Or in português! I need 2 profissional for Will go in Kyoto.
    I Would like see the Temple ! And the Kyoto ‘s City And retourn in same day.

    Adriana Nakata
    adrianasilvae@yahoo.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *