Imigração japonesa no Brasil


imigracão japonesa no Brasil

História sobre a Imigração Japonesa no Brasil

A Imigracão japonesa no Brasil começou no início do século XX, através de um acordo entre o governo japonês e brasileiro. O Japão vivia uma crise demográfica, enquanto que o Brasil necessitava de mão de obra para a lavoura de café. A população japonesa no Brasil está estimada em 1 milhão e quinhentas mil pessoas, sendo considerada a maior população nipônica fora do Japão.

Do total,12% são nascidos no Japão (issei) e o restante dividido entre nissei (filhos de japoneses), sansei (netos), yonsei (bisnetos) e assim por diante. O termo nikkei é o mais adequado para se denominar os descendentes de japoneses.

A Chegada dos japoneses no Brasil

Em 18 de junho de 1908, o navio Kasato Maru aporta no Brasil,no Porto de Santos.Trazia mais de 160 famílias que vinham trabalhar nos cafezais paulistas. Cerca de 90% dos imigrantes japoneses tinham pretensão de enriquecer no Brasil e retornar ao Japão, um sonho que se mostrou praticamente impossível de se alcançar.

A adaptação foi bastante sofrida entre os imigrantes, devido à cultura, hábitos alimentares, religião, roupas, clima e paisagens completamente diferentes. Com o fim da I Guerra Mundial, o fluxo de imigrantes japoneses no Brasil, cresceu muito.

O governo japonês incentivava a ida de japoneses para o Brasil, visto que o campo e as cidades japonesas estavam super lotados, causando pobreza e desemprego e o governo queria expansão da etnia japonesa para outros lugares do mundo e que a cultura japonesa se enraizasse nas Américas, a começar pelo Brasil.

A adaptação dos japoneses em terras brasileiras

Os imigrantes japoneses e seus filhos nascidos no Brasil, permaneceram fechados dentro da comunidade durante algumas décadas.

No campo ou até mesmo em São Paulo, eles se agrupavam em bairros como a Liberdade, onde formavam colônias, que recriavam o ambiente que deixaram no Japão.

Porém a situação passou a mudar à partir da da terceira geração nascida no Brasil. Os netos de japoneses não se sentiam japoneses, pois eram criados dentro da cultura do Brasil e desejavam pertencer definitivamente ao Brasil.

O casamento fora da colônia japonesa também tornou-se um fenômeno comum à partir da década de 1970. Atualmente cerca de 30% dos nipo-brasileiros são frutos de um relacionamento entre um japonês e um não japonês.

Dekasseguis no Japão

A partir da segunda metade da década de 80, a história se inverteu e descendentes até a terceira geração ou conjuges de japoneses ou pessoas com ascendência japonesa passaram a ir ao Japão em busca de melhores oportunidades de renda.

A inversão do fluxo migratório, se deu por causa da crise no Brasil (alta inflação e instabilidade política). Isso levou a população a procurar melhores alternativas de renda em diversos países. No caso de descendentes de japoneses, o Japão.

Fonte de Pesquisa: Wikipédia

Quer Aprender Japonês?

13 Comentários

  1. Rosa

    eu gostei mais oque eu quria mesmo era algumas curiosidades mas do mesmo geito valeu e eu gostaria de ver os outros comentários obrigada gabriella

  2. Mino.

    gostei muito sobre historia do japoneses no Brasil e fotos antigos eu sou sansei terceira geraçao e meus pais são nissei.

  3. Paulo

    gostei da historia do japonese no brasil muito interessante .Eu sou decendente de japones tenho 44 anos teceira geração meu mail mino66@r7.com

  4. gostei muito essa historia do japoneses

  5. Márcio Sasaki

    Também gostei do artigo. Mas ainda espero que todos os brasileiros descendentes de japoneses possam voltar para o seu país (o Brasil), encontrando oportunidades de crescimento profissional e pessoal. Torço muito pelo crescimento do Brasil e acho que temos que estar prontos para voltar e ajudar na melhoria do nosso país.
    Vivo em Kobe, mas tenho muitas, muitas saudades daquele perfume de manga que tomava as ruas da minha cidade, no final do ano, em Minas. Conto nos dedos o dia em que voltarei para o meu país tropical.

  6. Missao Tanizaki

    Notícias RUINS & BOAS => Veja na INTERNET

    Prezados NISSEIS do MUNDO & Interessados pelo AGUAPÉ,

    A Equipe BR do AGUAPÉ recomenda a VOCÊ ao LER uma Notícia RUÍM, na Medida do POSSÍVEL, procurar Aprender a EXTRAIR o que há de BOM / POSITIVO que quase sempre passa despercebida pela MAIORIA.

    A HUMANIDADE no Século Passado e Neste, tem causado SÉRIOS DANOS ao Planeta TERRA e nós conseguimos perceber que o AGUAPÉ nos foi ENVIADO pela nossa MÃE NATUREZA para EVITAR o PIOR – OK ? ? ? ? ?

    Em várias oportunidades temos mostrado as “COISAS” RUINS, mas estamos certos que, com Muita Boa VONTADE & HABILIDADE, podemos perceber / encontrar as SOLUÇÕES SUSTENTÁVEIS.

    Há algum tempo atrás tentamos MOTIVAR os Interessados pelo AGUAPÉ em Busca de PARCERIAIS em PAÍSES ÉTICOS, como o JAPÃO, ALEMANHA, entre OUTROS, mas pouco ou nada conseguimos – acreditamos que as últimas Notícias RUINS sobre a CRISE na Economia Americana & Globalizada e a Disposição da JIICA nos abre um ESPAÇO para o AVANÇO no estabelecimento de PARCERIAS com o Governo do JAPÃO, segundo a matéria (Link abaixo).

    http://www.jica.go.jp/brazil/portuguese/office/articles/110509.html

    O Escritório da JICA no BRASIL é uma Entidade do Governo do JAPÃO que poderá perceber a IMPORTÂNCIA da Produção do AGUAPÉ TRANSGÊNICO, em ÁGUAS MARINHAS & Sua Industrialização: O Escritório da JICA Brasil também quer fazer algo pelo JAPÃO ! ! ! ! ! !

    Pelo exposto e Boa VONTADE dos Interessados pelo AGUAPÉ a PARCERIA poderá se CONCRETIZAR e o nosso SONHO se tornará uma Nova REALIDADE para a Sociedade Brasileira.

    NOTA: “Quando Sonhamos SOZINHOS é só um SONHO, mas quando Sonhamos JUNTOS é o início de uma Nova Realidade” (D. Helder Câmara) – apresente as suas MANIFESTAÇÕES (Críticas, Sugestões, ETC.), utilizando o Endereço Eletrônico: missao.tanizaki@gmail.com, certo que muitos na Sociedade Brasileira, inclusive a Equipe BR do A G U A P É, te agradeçerão.

    LEMBRETE: um dia nos APOSENTAMOS dos Trabalhos que garantem o Pão Nosso de Cada Dia, mas muitos Trabalhos Nobres estão aguardando por nossa AJUDA – Desenvolver os referidos Trabalhos Nobres faz parte dos Nossos DEVERES / OBRIGAÇÕES NOBRES e são BÁSICOS para nos manter FELIZ no Dia a Dia ! ! ! ! ! !

    Um Abraço Fraterno aos Interessados pelo A G U A P É,

    MISSAO TANIZAKI
    Servidor Público Federal
    Bacharel em Química
    missao.tanizaki@gmail.com (Usual)
    missaotanizaki@yahoo.com.br (Alternativo)
    OSCIPE (*) – Equipe BR do A G U A P É
    TUDO POR UM BRASIL & MUNDO MELHOR

    (*) REF.: Definições do SEBRAE

  7. ramon nakahashi

    muito legal essas informações,sempre é bom conhecer a história dos nossos antepassados,meu bisavô era da marinha imperial e servia como aviador,quando o Japão se rendeu ele decidiu imigrar para o Brasil junto com sua família

  8. Japão em Foco

    Oi Ramon!
    Que bom que gostou da informações… Se quiser saber mais detalhes sobre o navio que trouxe seu bisavô ao Brasil, dê uma olhada no artigo Navios da Imigração e lista de imigrantes… Abraços!

  9. Pingback: Dia Nacional da Imigração Japonesa | Curiosidades do Japão

  10. Pingback: Contos sobre a Imigração Japonesa | Curiosidades do Japão

  11. Jeferson Felipe

    LEGAL ADOREI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *