Saltadores para usina de Fukushima – Salário de US$ 5 mil dólares por 1 hora de trabalho

A coisa continua feia na Usina de Fukushima. Alimentos estão contaminados e segundo a Companhia de Energia de Tóquio, serão despejadas 11,5 mil toneladas de água radioativa. O tsunami que atingiu a costa japonesa chegou a 37,9 metros, o equivalente a um prédio de 14 andares.

Além disso,a Agência Internacional de Energia Atômica confirmou: pelo menos 21 técnicos que tentam controlar o vazamento na usina de Fukushima, no Japão, já apresentam alterações genéticas. Esse número pode aumentar. Mais de cem funcionários foram expostos a uma mesma quantidade de radiação.

Procura-se “saltadores” para trabalhar na Usina de Fukushima

Segundo um funcionário da Tepco, a empresa procura “saltadores”, operários que “saltam” para dentro de áreas altamente radiativas. O salário pode chegar a Y200.000 yenes por dia (R$8.000 reais). Por Terril Yue Jones

TÓQUIO (Reuters) – É uma oferta de trabalho que soa boa demais para ser verdade: milhares de dólares por até uma hora de trabalho que requer pouca qualificação. Mas ela também soa absurda demais para ser aceita, em vista dos detalhes adicionais: o trabalho requer atuar em ambientes perigosamente radiativos.

Na tentativa de controlar a usina nuclear que foi gravemente danificada pelo terremoto e o tsunami do mês passado e agora está espalhando radiatividade, a Tokyo Electric Power Company (Tepco) está tentando levar operários para cada vez mais perto da radiação que persiste em sair da usina, para pôr fim à pior crise nuclear do mundo desde Chernobyl (1986).

Consta que os trabalhadores estariam recebendo ofertas de adicionais de insalubridade de até 5.000 dólares por dia para trabalhar nos reatores danificados.

Esse valor é oferecido por uma fração de um dia, já que os turnos de trabalho na usina repleta de radiação estão sendo drasticamente restritos.

Um funcionário da Tepco disse esta semana que a empresa procura “saltadores” , operários assim chamados porque eles “saltam” para dentro de áreas altamente radiativas para cumprir tarefas no mínimo possível de tempo e saem correndo o mais rapidamente possível.

Às vezes um saltador pode fazer corridas múltiplas, se a dosagem radiativa cumulativa se mantém dentro de limites aceitáveis, embora o que é “aceitável” possa ser aberto a interpretações. Em casos de vazamentos extremos, a radiação pode ser tão intensa que o saltador só poderá fazer uma investida desse tipo em toda sua vida, sob o risco de sofrer envenenamento radiativo grave.

Há três semanas os reatores da usina nuclear Fukushima Daiichi, situada 240 quilômetros ao norte de Tóquio, se tornaram caldeirões explosivos de explosões de hidrogênio, vapor radiativo e água contaminada que aparentemente vazou para o oceano, onde nos últimos dias foram encontrados níveis de iodo radiativo vários milhares de vezes acima do normal.

Feridos pela radiação em Fukushima

A Tepco disse que 18 funcionários e três empregados autônomos foram expostos a 100 milisieverts de radiação na sexta-feira. A dose média para uma pessoa que trabalha em uma usina nuclear é de 50 milisieverts ao longo de cinco anos.
Na semana passada, dois operários que trabalharam no reator 3 foram hospitalizados com ferimentos depois de seus pés terem sido expostos a 170-180 milisieverts, segundo a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA).

Fumaça radioativa

Fumaça radioativa

A Tepco anunciou esta semana que vai fechar permanentemente pelo menos quatro dos seis reatores da usina. Mas primeiro ela precisa estabilizar e depois resfriar o combustível. A empresa vem tentando desesperadamente encharcar os bastões de combustível com jatos de água e agora precisa limpar a água contaminada com radiação que está estagnando nos pisos dos reatores.

Indagada na segunda-feira sobre como a água contaminada poderá ser bombeada para fora e quanto tempo isso levará, um representante da Tepco respondeu: “A bomba poderia ser ligada a partir de um gerador independente. Tudo o que alguém teria que fazer seria levar uma ponta da bomba até a água, jogá-la lá dentro e correr para fora.”

Operário japonês recebe convite para ser “saltador” mas esposa diz que ele não deve ir

“Minha empresa me ofereceu 200 mil ienes (2.500 dólares) por dia”, contou à revista Weekly Post um funcionário na cidade de Iwaki, 40 quilômetros ao sul da usina danificada.
“Normalmente eu acharia isso o trabalho dos sonhos, mas minha mulher chorou e não me deixou ir, então recusei”, disse o operário não identificado, que tem cerca de 30 anos.
“Seria menos de uma hora de trabalho, de modo que na realidade seriam 200 mil ienes por hora, mas o risco era grande demais.”

Manifestação anti-nuclear

Manifestação anti-nuclear

A relutância dos operários em entrar na usina danificada destaca um dos dilemas básicos da Tepco: ela não consegue pessoas que cheguem suficientemente perto para verificar se os esforços para resfriar os bastões de combustível estão funcionando, nem mesmo para confirmar quais são os problemas exatos que estão ocorrendo.
A maioria dos esforços da empresa têm sido de jogar água sobre os bastões de combustível expostos, numa tentativa de reduzir sua temperatura e restringir as emissões tóxicas.

Fonte: Reuters

Tudo isso mostra que o Japão está bastante fragilizado em relação à crise nuclear, embora eles digam que está tudo sob controle.
Quanto ao emprego de “saltador”, o salário realmente é muito alto, mas os riscos da radiação para a saúde é maior ainda. Será que vale a pena correr o risco? Qual a opinião de vocês?

Quer Aprender Japonês?

32 Comentários

  1. Celio H Uchiyama

    Olá!
    Como vcs tem coragem de reportar uma noticia que não procede, creio que para anunciar uma noticia neste nível vcs deveriam se informar melhor.
    Entrei em contato com o depto pessoal da empresa Tokyo Denryoku (TEPCO) e eles me informaram que essa noticia não procede.
    Sem mais
    Célio

  2. Japão em Foco

    Colega Célio, como pôde ver, eu citei a fonte e também o autor dessa notícia, que é repórter da Reuters. Realmente não fui a fundo, nem liguei para a TEPCO para saber se era verdade. Mas fico feliz de saber que a notícia não procede pois acho realmente um absurdo pessoas se sujeitarem a um emprego desses, mesmo por um salário alto como esse. Postei apenas em caráter de curiosidade e indignação. Minha intenção não foi incentivar ninguem a querer trabalhar lá. Espero que compreenda.
    Equipe Japão em Foco

  3. marcia

    Boa Tarde, gostaria de saber se estao contratando pessoas para trabalhar na regiao de fukushima, por favor deixe um email pra mim se voce souber de algo, meu marido esta procurando informacoes ha muito tempo e ninguem sabe informar como se cadastrar pra esse tipo de trabalho

  4. edson

    ola a todos!gostaria muito de informaçoes deste emprego de saltadores .se alguem souber do mesmo por favor me avise!obrigado!

  5. Alberto de Freitas Mitsunaga

    Como chegar a este serviço em Fukushima?
    É preciso falar fluente o nihongo?
    Agradeço o mais rápedo possível pela resposta!!!

    Agradecendo antecipadamente!
    BRASIL

  6. Alberto de Freitas Mitsunaga

    AQUI NO BRASIL TRABALHO EM SALVAMENTO EM ALTURA( RAPEL ).->SOU BOMBEIRO CIVIL E BRIGADISTA, SOCORRISTA,OPERADOR DE RÁDIO, RESGATE, PARAQUEDISTA, PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA, SEGURANÇA E VIGIA CONTRA NARCÓTICOS.

  7. claudivino queiroz

    se me pagarem adiantado até eu irei…….

  8. Andre

    Shigoto sagastemasu yoroshiku Onegaishimasu. 😯 :mrgreen:
    gambarimasho.

  9. marcio

    100 chance grana no bolso e um puta cancer no corpo!!trabalho suicida..japones que vai trampar la ja tem o conceito do Kamikaze,suicidas que se sacrificavam pelo japao…Nota-se,pelo pais e voces querem fazer isto por grana?Quanto vale sua vida?A minha nao tem preco nao…

  10. israel amaro

    há sim o interesse em ir trabalhar em fukushima por questão moral, amor ao proximo e tambem financeira, os japoneses são seres humanos, fragilizados por um acidente natural, creio que todas tentativas por parte do governo, autoridades e empresa envolvidas nessa catastrofe serão sempre validas, com certeza gostaria de ser um deles nessa luta para salvar o país e tambem a humanidade…… se (eu) estiver apto, com certeza sou candidato. israel campinas são paulo

  11. clovis

    gostaria de de me escrever para trabalhar em fukushima tenho 49 anos

  12. renato

    SE EMBORA PULA IGAUL PIPOCA NO MICRONDAS ..AUHSUAHHAHSHAHSA XAMA EU!!! 😎

  13. vagner de lima

    Gostaria de informações sobre o cadatro para trabalhar na Usina se alguém saber como, mandei noticias ……tudu tem um fim!

  14. Antonio Quaresma

    Prezados, estou disposto a ir trabalhar em FUKUSHIMA pela empresa TEPCO, nada nessa vida é pior do que eu estou passando, já perdi a vontade de viver, pois estou passando por sérias dificuldades financeiras, fui demitido recentemente de uma empresa em que trabalhava e isso acabou de piorar ainda mais a minha vida, sinceramente, amo demais minha família, tenho que fazer alguma coisa por ela, sair desse desespero que me encontro, perdi a motivação pra tudo. E essa oportunidade eu não quero perder, DEUS sabe o que faz em nossas vidas, esse novo trabalho, mesmo com todo o risco que se corre, vai me devolver a vontade de viver, a alegria que sempre foi minha marca, só não posso é me entregar, ser covarde. Pior do que ir trabalhar lá é eu tomar uma atitude extrema como venho pensando nesses últimos dias, por favor, rogo a todos que me deem informações a respeito desse assunto, contato, e-mail, telefone de alguém que já está trabalhando lá ou alguém que já tem essas informações.

    Antonio/RJ

  15. mario martins

    oi gostaria de trabalhar na usinafukushima sou téc em proteçao radiologica
    qualquer informação agradeço desde já

  16. Wilson

    Boa Noite, gostaria de saber informaçoes de trabalho em Fukushima, pois gostaria de uma vaga.

  17. fernando

    gostaria de saber se ainda estao recrutando descendentes para trabalhar em fukushima , ficarei no aguardo de uma resposta, obrigado.

  18. Marcio Kashima

    Morei no Japão por 12 anos e a 3 retornei por causa da crise de 2009. A vida está difícil aqui e se por acaso aparecesse vagas de “saltadores” aqui no Brasil nas agencias de emprego para trabalhar no Japão eu iria sim….por Y200,000 por hora? To dentro, eu arriscaria…….

  19. Marcio Kashima

    Se estiverem recrutando, me avissem……….. 😐

  20. Alexandre Guimarães

    Boa noite,gostaria de saber informações se ainda estão recrutando pessoas, para trabahar na usina de fukushima, pois estou desempregado a seis meses, sou separado tenho duas filhas e so estou fazendo bicos, o brasil esta em ua fase boa mas, só para a maioria dos governantes que vivem roubando de nós não estou podendo ajudar minhas filfas e preciso ajuda-las s alguem souber me envia um e-mail obrigado.

  21. ADILSON RAMOS LIMA

    BOA TARDE!
    GOSTARIA DE SABER COMO DEVO PROCEDER PARA ME INSCREVER PARA VAGA DE EMPREGO NA USINA DE FUKUSHIMA NO JAPÃO?

    AGUARDO UMA RESPOSTA O MAIS BREVE POSSÍVEL.

    OBRIGADO,

    ADILSON RAMOS

  22. Antonio Quaresma

    Por favor, me passem informações sobre o trabalho de saltadores no Japão, tenho grande interesse em me candidatar.

    Antonio Quaresma

  23. paulo yamasaki

    voces poderiam me informar,se tem alguem recrutando para fazer linpesa na usina nuclear de fukushima.mande noticias obrigado

  24. wender alves machado

    Oi sou soldador industrial i estou desempregado …como fico sabendo de melhorea informacoea sobre o serviço de fukushima. Queria me canditar a uma vaga …fico no aguardo obrigado i um abraço

  25. fabio mauricio melo

    estou interessado em trabalhar na usina de fukushima setiverem vagas ainda estou a disposição de voces obrigado : fico esperando uma resposta de voves

  26. fabio mauricio melo

    se tiverem vagas de emprego para trabalhar na usina de fukushima sou candidato obrigado espero resposta de voces

  27. Hidrki

    Tenho interresse em trabalhar em fukushima meu cel 090-3444-9995tenho42anos

  28. estou procurando um bom emprego no japão(minha mulher ja trampou na sony no japão) não importa se é Usina nuclear !! abç

  29. Usina nuclear… minha mulher ja trampou na sony no japão

  30. toshiaki

    sou serralheiro profissional tenho um bom currículo no Japão e no Brasil e tenho interesse de trabalhar na usina de fukushima

  31. Danilo Bjj

    Tenho interesse como fasso dou soldador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *