8 Curiosidades Sobre O Sumô

Fotos engraçadas de sumotoris

8 Curiosidades sobre o sumô

Sumô (相撲) é uma luta tradicional japonesa muito antiga, cujas raízes são xintoístas. Neste esporte milenar, dois atletas (rikishi) competem num ringue circular (土俵/dohyō). Aquele que realizar algum golpe proibido ou tocar o chão primeiro com qualquer parte do corpo exceto os pés ou pisar fora do dohyō perde a luta.

O Sumô desempenha um papel importante dentro da cultura milenar japonesa. Neste esporte estão reunidas as mais antigas tradições japonesas. Para os leigos pode parecer um tipo de luta simples, mas saiba que o sumô é regido por uma série de regras rígidas que moldam cada aspecto da vida cotidiana dos seus lutadores.

Conheça 8 curiosidades sobre o Sumô, que já tem mais de 2 mil anos de história, sendo considerado o esporte nacional da Terra do Sol Nascente:

1. Tradição do Sumô – Chikara Mizu (água benzida)

sumo_shiko

O Sumô é cercado por vários rituais xintoístas. Um deles é o Shiko, que consiste em bater os pés no chão para se livrar dos maus espíritos. Quando estão fora do ringue, os praticantes de sumô costumam lavar a boca com o Chikara Mizu (água da força) e a secam com o Chikara Gami (papel da força), feito com papel de arroz.

Na verdade, o Chikara Mizu é uma água normal, mas que foi “benzida” por algum sacerdote xintoísta. Sua principal função é purificar o corpo antes da luta.

2. Tradição do sumô – Jogar sal no ringue

Sumo 119

Há outro ritual de purificação importante que é jogar sal no ringue antes da luta. Este ritual, muitas vezes, leva mais tempo do que a própria luta, que na maioria das vezes é definida em poucos minutos, ou segundos até. Se passar de 4 minutos, o juiz pode mandar fazer uma pequena pausa para os lutadores recomporem a energia.

3. Um esporte regido por regras rígidas

sumotoris

Quando um lutador de sumô se torna profissional, ele deve seguir um conjunto de regras estabelecidas pela Associação de Sumo, que incluem o tipo de roupa, como eles olham, o que comem, o lugar onde vivem e até mesmo seu comportamento em meio à sociedade. Quebrar alguma das regras pode resultar até em expulsão.

4. Mawashi, a cuequinha fio-dental dos sumotoris

Sumo

O nome da “cuequinha fio dental” que os sumotoris usam chama-se mawashi. Cuequinha é modo de falar, pois na verdade trata-se de uma faixa de tecido grosso enrolada em volta da cintura. O principal motivo para usarem somente esse traje é para mostrar que a luta é feita sem armas, além de “proteger” as partes íntimas.

5. Sumotoris experientes e seus privilégios

super-sumo

A vida de um lutador iniciante (rikishi) é muito mais difícil do que a dos lutadores mais velhos e experientes (sekitori). Eles tem que levantar às 5 da manhã, fazer as tarefas domésticas e preparar as coisas para os lutadores seniores, que são tratados e reverenciados como verdadeiras estrelas ou celebridades.

sumo 2

Enquanto o rikishi vive em um quarto comum, o sekitori tem o privilégio de dormir em um quarto separado e ao se casar, costuma ter sua própria casa. O sekitori usa roupas de seda de alta qualidade, em oposição aos rikishi que usam roupas leves de algodão e tamancos de madeira, mesmo durante os meses frios do inverno.

sumotori

O sekitori deve dormir algumas horas após o almoço para permitir que todas as calorias provenientes da sua grande refeição transforme-se em gordura no corpo. Enquanto isso, o pobre rikishi deve limpar ou preparar um banho quente (Ofurô) para os sekitori. É preciso antes viver o ônus para colher o bônus. 😉

6. Um sumotori consome em média, 20 mil calorias diárias

sumo Duelo de gigantes

Falando em comida, você sabia que a quantidade média de calorias dos lutadores é de 20 mil por dia? Realmente impressionante ainda mais se levarmos em conta que a ingestão média de calorias pelas pessoas são entre 2 mil e 3 mil. O prato típico é arroz com Chanko Nabe, um guisado feito com legumes, peixe, carne e tofu.

chanko nabe, comida de sumotori

Tudo é acompanhado de litros de cerveja, já que é uma bebida de alto teor calórico. Note que não existem categorias de peso e, às vezes os lutadores têm de enfrentar adversários que pesam o dobro do seu peso. Além da incrível força, os sumotoris tem em sua maioria uma grande flexilidade que provém de anos de treinamento.

7. Um sumotori não precisa necessariamente ser gordo

sumo 3

Mas por que a maioria dos lutadores de sumô são gordos? Bem, como um dos objetivos da competição é desequilibrar o oponente a ponto dele encostar uma parte do corpo no chão (além do pé) ou então tentar empurra-lo até que saia do ringue, quanto mais gordo e forte o lutador, mais fácil será vencer o adversário.

Mas qualquer um pode praticar Sumô, mesmo os mais magros ou de outras nacionalidades. Não existe limites físicos, étnicos ou etários. É um esporte muito interessante de aprender pois vai muito além de uma modalidade física. Trata-se de um esporte milenar cheio de tradições, costumes e rituais xintoístas.

8. Sumô é um esporte de grande status no Japão

sumo Duelo de gigantes 1

O status alcançado por um atleta no mais alto estágio do esporte, Yokozuna, é tão grande que ele vira uma espécie de divindade no Japão. A vida de um atleta profissional pode ser bem confortável e os melhores ganham muito dinheiro, vários bônus ao longo do ano, além de muita fama, prestígio e até fã-clubes.

Outra coisa que rende muito dinheiro aos lutadores profissionais é o merchandising: copos, pratos e outros artigos contendo sua imagem ou seu nome. O mais caro é o Tegata, uma impressão da mão do lutador, juntamente com a sua assinatura ao lado: Trata-se de um verdadeiro tesouro para os fãs desse esporte milenar!

Tegata Sumo

Para nós ocidentais, o Sumô pode parecer um esporte muito esquisito, mas no Japão é um esporte muito popular e respeitado. As competições de Sumô estão sempre lotadas e são transmitidas ao vivo pela TV. O esporte é tão importante que o troféu é entregue pelo primeiro ministro japonês ou até pelo próprio imperador.

Fonte: Japan Coolture

Quer Aprender Japonês?

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *