Hanami Festival – Contemplar as flores de cerejeira


Hanami Matsuri – O festival das flores de cerejeira
O Hanami Festival ( 花見 ) significa “Contemplar ou apreciar” as flores de cerejeira, ou Sakurá como é chamado no Japão. Nessa época que implica entre fim de março à meados de abril ou maio, dependendo da região, várias espécies de cerejeiras florescem por todo Japão, geralmente em Parques, Templos e outras áreas de lazer, onde são agrupadas e organizadas para a apreciação, não só dos japoneses, como de turistas estrangeiros que visitam o arquipélago nessa época do ano.

Nesse Festival, o foco principal é o Sakurá, símbolo da Primavera no Japão e são feitas diversas atividades, envolvendo esse tema. A principal atividade é com certeza, o tradicional piquenique sob as árvores repletas de flores da cerejeira. Essa tradição já existe há séculos e é praticada pela maioria das famílias japonesas durante o Equinócio da Primavera no Japão (Shunbun no Hi).


Devido a isso, é comum haver uma superlotação e dificuldade de encontrar lugares bons para se fazer piquenique. Tanto, que alguns parques aceitam até reservas das famílias, que muitas vezes, é feita com bastante antecedência. Outras famílias chegam a madrugar para chegar cedo aos parques e assim garantir um lugar decente para reunir a família.

O momento que as flores de cerejeira florescem é muito especial para o povo do Japão pois duram apenas de uma semana a 10 dias. Por isso, durante o Hanami, os japoneses chegam de manhã e costumam ficar até escurecer, afim de aproveitar ao máximo a beleza das flores, pois depois logo elas cairão das árvores e as pétalas se espalharão pelo chão, formando um imenso tapete rosa ou branco.


Existem mais de 100 espécies de Sakurá no Japão, que variam de acordo com a cor das flores, folhas, tempo de floração e formação de árvore. Assim como existem cerejeiras de várias espécies, o mesmo ocorre para o real significado do Hanami, que varia de acordo com cada pessoa. O mais poético é o simbolismo da flor com a brevidade da vida, devido à sua efemeridade.

Outros significados do Hanami para os japoneses seria a oportunidade de ver e reunir os amigos e familiares para contemplar as flores e também jogar conversa fora. O Festival Hanami também representa uma forma de tirar o dia para relaxar e saborear quitutes como oniguiri, sushi entre outros, levados de casa, além de bebidas que vão desde chás à bebidas alcoólicas como cerveja e o saquê.


É comum também as pessoas fazerem uma espécie de churrasquinho no parque, mas é um pouco diferente do churrasco brasileiro, pois no churrasco japonês é usado mais verduras do que carne. É comum também as pessoas levarem câmeras fotográficas para registrar através de fotos e filmagens, essa ocasião tão especial.

História do Hanami

Segundo as lendas, a tradição do Hanami já existe há milênios. Começou durante o Período Nara, quando a dinastia Tang da China influenciava o Japão, em muitos aspectos, uma delas seria o costume de apreciar as flores. No período Heian (794-1191), além do Sakurá, outra floração também muito apreciada eram as flores da árvore de ume.


A contemplação das flores de Sakura também tinham um simbolismo religioso. As pessoas acreditavam na existência dos deuses dentro das árvores e faziam oferendas na raiz das árvores de Sakura para pedir sorte e boas colheitas.

O Sakura também foi considerado o símbolo do amor antigamente, onde as moças enfeitavam os cabelos com um galho de sakura ou decoravam o quintal de suas casas com as flores para mostrar que estavam em busca de um amor.


Se originalmente, a contemplação das flores se destinavam à elite da corte imperial, com o passar dos anos, essa prática se estendeu à artistas, poetas e músicos que contemplavam a maravilhosa floração Sakurá em busca de inspiração para suas artes. Com isso, o Sakurá também ganhou um significado poético e filosofal devido à sua breve floração que dura cerca de 10 dias.

Poemas sob às cerejeiras, elogiando as flores delicadas e as relacionando como uma metáfora para a própria vida, luminosa e bela, embora efêmera e transitória, comparando-a com a brevidade da nossa própria existência.

Por esse motivo, a flor ganhou um lugar especial na cultura japonesa, onde é retratada em forma de artesanato, origami e todo tipo de arte, como pinturas, gravuras, kakemono (kakeju), nas estampas das sedas dos quimonos, em moedas, Ikebanas ou insígnias militares.

Realmente, o sakurá é lindo não acha? Se gostou desse artigo, não deixe de compartilhar para os seus amigos!

Assista ao vídeo com o Hanami

Quer Aprender Japonês?

22 Comentários

  1. Pingback: 40 razões para amar o Japão | Curiosidades do Japão

  2. ronaldo

    😎 me deu vontade de estar nesse lugar 😳 qual cidade fica esse lugar mesmo :mrgreen:

  3. Japão em Foco

    Oi Ronaldo!
    Em qualquer lugar do Japão, você terá lugares como esses para visitar. Ocorre durante a primavera, que é quando as flores da cerejeira florescem. Porém, em poucos dias, as flores caem e por isso os japoneses criaram o Hanami, como uma forma de poder curtir e observar a natureza e o sakurá é claro. Abraços!

  4. Pingback: Shunbun no Hi - Equinócio da Primavera no Japão | Curiosidades do Japão

  5. Pingback: Primavera no Japão | Curiosidades do Japão

  6. Douglas

    Deve ser o máximo poder passar um dia sem fazer nada apenas curtindo o dia e tirando muitas fotos para guardar de recordação. ^^
    Abraços!

  7. Rita Vidal

    Obrigada pelas lindas imagens do Hanami.
    Estive no Japão em 2008 e fiquei tão encantada com a SAKURA que escrevi o livro ONDE FLORESCEM AS CEREJEIRAS, que conta a minha experiência como caravanista em peregrinação aos Solos Sagrados de Atami, Hakone e Kioto. Quando chega a época da primavera no Japão, começo a sentir saudade das cerejeiras em flor!
    Mandem mais fotos, por favor!

  8. Rodrigo

    O Japão é realmente lindo…

  9. Pingback: Os 100 melhores locais no Japão para ver o Sakura | Curiosidades do Japão

  10. Japão em Foco

    Oi Douglas!
    É muito legal sim… muito bom quando a primavera chega no Japão… tudo muda, o clima, o cenário, os cheiros, o frescor… Na verdade acredito que o ano realmente só começa para o japonês, depois que ele passa pela experiência do Hanami. Dá a impressão de que as pessoas se sentem renovadas, de mente limpa e coração aberto após esse ritual.

    Oi Rita!
    Que interessante deve ser o seu livro. Muito legal saber que as flores de cerejeira lhe trouxe inspiração para escrever. É por isso que o sakura é associado a essa imagem poética e artística que trouxe muita inspiração para diversos artistas no Japão antigo. Espero que essas belas flores continuem a inspirar muitas pessoas ao redor do mundo!

    Oi Rodrigo!
    Essa é a época mais aguardada pelo povo japonês e vendo as imagens dá para entender o porque né! Realmente a primavera no Japão é show… Abraços a todos que comentaram!

  11. marcos

    vou falar de novo:
    Eu Amo o JAPÃO

  12. Pingback: As 4 Estações do Ano no Japão | Curiosidades do Japão

  13. Pingback: Koyo, as folhas coloridas do outono japonês | Curiosidades do Japão

  14. Pingback: Flores de Ameixa (Plum Blossom) | Curiosidades do Japão

  15. Marise Telles

    Amo o Japão, os japoneses e toda sua cultura

  16. Vivianne

    Como eu faço pra nascer japonesa? rsrsrsrsrs
    Amo esse povo, essa cultura!

  17. Mitico

    Adoro a epoca das Cerejeiras ,simplesmente sáo Lindas e me dá muita Paz,
    Mitico

  18. Daniela

    É lindo! Tenho o sonho de conhecer e de participar algum dia na vida ^-^

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *