Asakusa Samba Carnival: O Maior Carnaval Brasileiro Fora do Brasil

Asakusa Samba Carnival

Asakusa Samba Carnival – Carnaval brasileiro no Japão

O Carnival Samba Asakusa acontece sempre no último sábado de agosto no bairro de Asakusa em Tóquio. É o maior carnaval fora do Brasil, onde participam cerca de 17 escolas de samba e mais de 5000 sambistas e passistas desfilam pelas ruas de Tóquio.

Milhares de pessoas se aglomeram no local para assistir o evento. São pessoas de todas as etnias que se deslocam de diversas partes do Japão para assistir o maior movimento carnavalesco no Japão, que conta também com a participação inclusive de alguns sambistas do Rio de Janeiro, que vão até o Japão, participar e prestigiar o evento.

Este evento recriando o carnaval do Rio de Janeiro em Tóquio é uma celebração de dança, performance e música que tornou-se parte do coração e da alma de Asakusa ao longo das últimas três décadas. A cada ano, o evento atrai multidões de até meio milhão pessoas, assim como o Sanja Matsuri que é outro grande evento anual que ocorre em Asakusa.

* Asakusa Samba Carnival, a segunda maior festa carnavalesca do mundo!

Quando começou o Carnival Samba Asakusa?

Começou no final de agosto de 1981 e desde então tem sido realizados todos os anos, exceto em 2011 quando o festival foi cancelado devido ao impacto do grande terremoto de Tohoku. O objetivo do festival era celebrar e fortalecer o elo existente entre a comunidade japonesa e brasileira, cujos laços se iniciaram a partir do Tratado de Amizade, Comércio e Navegação em 1895 e logo depois com o início da Imigração Japonesa no início do século passado.

A Imigração Japonesa no Brasil iniciou-se a partir de junho de 1908, quando o navio Kasato Maru levou as primeiras 165 famílias japonesas até o porto de Santos SP. Na bagagem, além dos seus pertencem pessoais, os japoneses carregavam a esperança por dias melhores.

O objetivo das maiorias das famílias era de ganhar dinheiro suficiente para retornar ao Japão em poucos anos, onde poderiam desfrutar de um melhor padrão de vida. No entanto, o trabalho duro nas plantações de café lhes mostrou outra realidade e não foi tão lucrativo como esperavam.

O sonho de retornar ao Japão tornou-se praticamente impossível, então eles ficaram e fizeram suas vidas no Brasil. O Brasil se tornou o país com a maior concentração de japoneses fora do Japão. Estima-se que cerca de 1,5 milhão de cidadãos brasileiros tenham ascendência japonesa e a maior parte deles reside nos estados de São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul e Pará.

Mas com o passar dos anos, a história se inverteu e o Japão passou a receber os descendentes para trabalhar e viver em terras nipônicas. Desta forma, resolveram fazer essa festa para celebrar esses laços que unem os dois países, que apesar de serem tão distantes e de culturas tão diferentes, tem tantas coisas em comum. Uma delas são os festivais de rua, que os japoneses tanto apreciam e que sabem fazer muito bem assim como os brasileiro.

* Confraternização entre as comunidades Brasil e Japão.
* Milhares de pessoas vão até Asakusa para ver as passistas.

Qual é o horário do evento?

Este ano (2016), será a 35° Edição do Asakusa Samba Carnival. O Festival geralmente começa no período da tarde, entre 13:00 e 18:00. É quando ocorre a Grande Parada, com carros alegóricos, passistas, mestre salas, ala das baianas e rainha da bateria. Realmente um grande espetáculo de cor, dança, música e figurinos ao estilo do carnaval do Rio de Janeiro, com suas plumas de avestruz e biquínis repletos de lantejoulas.

Apesar de milhares de brasileiros viverem no Japão (estima-se que seja a quarta maior comunidade estrangeira do Japão, atrás somente de chineses, coreanos e filipinos), a maioria das equipes participantes são formadas por japoneses, muitos dos quais passaram algum tempo no Brasil absorvendo e aperfeiçoando suas habilidades carnavalescas.

Os japoneses mandam ver e também sambam, ou pelo menos tentam. Alguns aprenderam direitinho e se saem muito bem, outros dançam meio desajeitados, mas isso pouco importa. O importante é deixar a alegria aflorar e deixar a diversão rolar! 🙂

* Japonesa mostra que também tem samba no pé!

O evento conta também com diversas barracas gastronômicas, onde são servidos iguarias japonesas e brasileiras. Entre as bebidas podemos encontrar o saquê e a caipirinha, referência nacional dos dois países. Realmente é uma confraternização e tanto, ainda mais por misturar duas culturas tão diferentes quanto a brasileira e a japonesa.

* Japoneses aproveitam para mostrar sua tradição durante o Festival

Como faz para chegar lá?

A maneira mais fácil para chegar ao Festival Samba de Asakusa é pegando o metrô. Pegue a linha Toei Asakusa da linha Ginza e saia na estação de Asakusa. De lá, é fácil, basta seguir a multidão, pois certamente todos estarão indo para o Carnaval!

Mas se mesmo assim, ainda estiver com medo de se perder, basta perguntar a alguém onde fica o Templo de Senso-ji, pois o templo é a referência do local onde será a apresentação.

Clique aqui para ver vídeos do Asakusa Samba Carnival

* Figurino usado no Festival é importado do Brasil

Informações sobre o evento

Endereço: Sensoji Temple, 2-3-1 Asakusa, Taito-ku, Tokyo (Ver mapa abaixo)
Data: 27 de agosto de 2016
Hora do evento: 13:00 – 18:00
Homepage: Asakusa Samba Carnival
Entrada: Livre

Quer Aprender Japonês?

10 Comentários

  1. Pingback: Carnival Samba Asakusa - Vídeos das escolas de samba | Dicas Brasil Japão

  2. E interessante este evento,porque abre a imagem para os japoneses o que e cultura brasileira,sua danca,a originalidade que o pais oferece tanto a comunidade entre ambos. Sao tao distantes um dos outros,mas traz felicidades e alegria para o povo japones…E as japonesas conquistando o gingado brasileiro….Adorei demais….

  3. Pingback: Os melhores cosplayers estão no Japão | Curiosidades do Japão

  4. Luiza

    Quem disse que as japonesas não tem ginga?
    Amei, tá tudo muito lindo.

  5. Japão em Foco

    Oi Fernando e Luiza!
    Muito Legal essa integração cultural entre japoneses e brasileiros. Eu já assisti a vários carnavais em Asakusa e digo com toda a sinceridade que é emocionante ver toda essa japonesada participando junto com os brasileiros. Naquele momento não percebemos nenhum tipo de diferença e preconceito e sim duas nações que mesmo sendo tão diferentes culturalmente falando, demonstram ter um grande laço de amizade… Ah, e muitas japas tem um ginga fantástico e botam as brasileiras no chinelo em relação ao samba… 🙂 Abraços!

  6. Pingback: 100 mil lâmpadas flutuando pelo Rio Sumida | Curiosidades do Japão

  7. Pingback: Cílios Postiços Bizarros no Japão | Curiosidades do Japão

  8. Desde de criança, que os costumes asiáticos teve uma certa influência na minha vida, pois gosto muito de desenhar e por absurdo q pareça não desaprendi a desenhar e é por que já passei até meses sem praticar desenho, apesar eu ser mestiço eu tenho uma impressão que carrego um pouquinho de sangue oriental nas minhas veias, que sabe eu realmente eu tenha né. *U*

  9. lord valdy

    adoro esse país, como brasileiro sinto me homenageado

  10. Oi Silvia.

    Nossa. Que legal! Lindas as fotos. Eu gostei muito do seu blog. Eu não sabia, que também no Japão há o Carnaval de Samba! Talvez você não saiba que em Helsínquia, Finlândia, também temos o Carnaval de Samba.

    Carnaval de Samba de Helsínquia .

    Tenha um dia maravilhoso! Saudações da Finlândia. Matti

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *