10 Lugares Legais Para Conhecer em Kanazawa


Nagamachi-Kanazawa-Old-Samurai-District - Bairros japoneses antigos

10 Lugares Legais Para Conhecer em Kanazawa

Kanazawa (金沢) é capital da província de Ishikawa. Durante o Período Edo, a cidade serviu como sede do clã Maeda, o segundo clã mais poderoso, depois do clã Tokugawa em relação à produção de arroz e tamanho do feudo. Embora uma cidade pequena, Kanazawa tem uma vasta riqueza histórica, gastronômica e cultural.

Kanazawa significa literalmente “Pântano de Ouro” e 99% da produção de folhas de ouro é produzido no local. As folhas de ouro são utilizadas no artesanato japonês desde o século XVI, especialmente para decorar objetos em laca ou cerâmica.

As folhas de ouro de Kanazawa foi, inclusive, utilizada para reparar o Kinkaku-ji (pavilhão dourado) em Kyoto em 1987. A folha de ouro também é utilizada para decorar produtos têxteis e altares budistas. Tem também um tipo de folha de ouro comestível, utilizado em alguns pratos da culinária local.

O artesanato de Kanazawa é muito rico. Lá podemos ver muitos tipos de artesanato local em uma área relativamente pequena. Vale muito a pena visitar um dos muitos estúdios e ver pessoalmente o trabalho de um artesão.

Alguns dos artesanatos mais populares é a laca decorada com folha de ouro ou ouro em pó, olaria, incluindo suzuyaki (cerâmica preta) e Kutani-yaki (cerâmica pintada com padrões de flor e natureza), tecelagem de seda, Kaga yuzen (técnica artesanal de tingimento da seda, cujo o processo é bem complexo).

Tem ainda Zogan (técnica de esculpir metais e gravar desenhos, como crista da família utilizando metais que são diferentes na cor, como ouro e prata), o bordado Kaga-nui, técnica de costura delicada muito utilizada em quimonos, o Mizuhiki, artesanato que utiliza fios coloridos de papel washi, entre outros.

Mas além do rico artesanato, há muitas coisas interessantes e lugares para serem explorados em Kanazawa. Listamos aqui, 10 lugares imperdíveis em Kanazawa que você tem que conhecer caso resolva passear por lá:

1. Estação de Kanazawa

Contrastando com a influência histórica e cultural da cidade, a estação de Kanazawa é um exemplo de tecnologia e arquitetura moderna. É a porta de entrada para muitos turistas que visitam a cidade. Um detalhe que chama muito a atenção é o Motenashi Dome, uma sofisticada cúpula de vidro.

Outro detalhe é o Tsuzumimon, um portal vermelho que tem o formato de um tsuzumi, um tambor de mão japonês, utilizado no teatro japonês, tanto no Noh quanto no Kabuki, assim como na música folclórica. A estação de Kanazawa é considerada uma das estações ferroviárias mais bonitas do Japão.

2. Kenrokuen Garden

Kenrokuen Garden é um dos “Três Grandes Jardins do Japão”, denominado como “Nihon Sanmeien”. Está localizado próximo ao Castelo de Kanazawa, no centro da cidade de Kanazawa. O jardim Kenrokuen pertenceu à família Maeda, que governou o clã Kaga entre os séculos 16 e 19.

Você certamente vai ficar impressionado com a beleza natural deste jardim, que oferece uma paisagem magnífica em todas as estações do ano. Kenrokuen é conhecido como Jardim de Seis Atributos, em referência à um livro do poeta chinês Li Gefei, onde ele descreve como deve ser um jardim perfeito.

3. Higashi Chayamachi

Higashi Chayamachi é um bairro tradicional repleta de ruas com casas de chá e de gueixa. Neste local, os visitantes tem a oportunidade de assistir shows de dança e música, incluindo instrumentos tradicionais japoneses como koto e shamisen. É um local perfeito para sentir a atmosfera do início do século 19.

4. Distrito Buke Yashiki Nagamachi

Buke Yashiki Nagamachi é um antigo bairro samurai, perto do Castelo de Kanazawa. Nagamachi ainda conserva a mesma aparência charmosa do século 19, repleta de ruas estreitas, casas tradicionais antigas com suas paredes de barro originais, portões de entrada privadas e canais de água.

No distrito encontramos museus, como o Museu Kinenkan Shinise, mostrando como era a vida dos comerciantes da cidade, em sua maioria, ex-samurais. Também encontramos outras estruturas restauradas, como o Nomura-ke, uma residência samurai restaurada, assim como muitas lojas e restaurantes.

5. Castelo de Kanazawa

Castelo de Kanazawa foi a sede do poderoso clã Maeda entre o ano de 1583 até o final do Período Edo. O castelo original foi incendiado várias vezes, mas algumas das peças foram reconstruídas. O portão Ishikawamon e Sanjikken Nagaya foram designados como bens culturais importantes no Japão.

6. Museu do Século 21 de Arte Contemporânea

O museu Kanazawa Nijūichiseiki Bijutsukan foi inaugurado em 2004 no centro de Kanazawa, próximo ao Kenrokuen Garden. Neste local os visitantes podem ver obras de artistas contemporâneos do Japão e de todo o mundo. É considerado um dos museus de arte mais populares do Japão.

A arquitetura do Museu do Século 21 é única e distingue de outros museus e edifícios ao redor de Kanazawa. O museu é composto por um edifício circular, com 112,5 metros de diâmetro, sem fachada ou entrada principal. Há muitas exposições interativas, onde crianças e adultos podem participar.

7. Mercado Omicho Ichiba

Mercado Omicho é um grande armazém coberto que funciona desde o Período Edo.

São mais de 200 lojas vendendo os mais variados produtos, especialmente alimentos locais, vegetais, peixes e frutos do mar. Mas também podemos encontrar outros artigos como flores, roupas, utensílios de cozinha, etc.

No local também encontra-se muitos restaurantes populares oferecendo pratos típicos da região. Esses restaurantes normalmente ficam lotados de turistas e moradores nas horas de almoço.

A melhor hora de visitar o mercado é na parte da manhã, quando o mercado está com um menor fluxo de pessoas.

8. Templo Myouryuji (ou Templo Ninja-dera)

Templo Myouryuji, ou Ninja-dera, é um dos templos mais famosos de Kanazawa. Embora não tenha relação com ninjas, o templo ganhou esse apelido por ser cheio de truques para facilitar a fuga no caso de um eventual ataque de um clã rival. Para entrar no templo, paga-se uma taxa de ¥ 800.

9. Santuário Oyama

O Santuário Oyama é dedicado a Maeda Toshiie, o primeiro senhor do poderoso clã Maeda. O santuário foi construído em 1599 no Monte Utatsu, por Maeda Toshinaga, sucessor de Toshiie. Mais tarde, foi o santuário foi transferido para sua localização atual, próximo ao castelo de Kanazawa e Omicho.

O que mais chama a atenção neste santuário é a sua arquitetura fora dos padrões típicos japoneses. A razão disso é o fato do santuário ter sido projetado por um arquiteto holandês, que usou elementos religiosos europeus e asiáticos. No local encontra-se uma estátua do senhor feudal Maeda Toshiie.

10. Pavilhão Seisonkaku

O pavilhão Seisonkaku foi construído nos últimos anos do Período Edo por Maeda Nariyasu, um senhor do clã Kaga como presente para sua mãe. É considerada uma das casas samurai mais elegantes de Kanazawa. Se caracteriza por muitos quartos amplos, distribuídos nos dois andares do casarão.

A moradia está localizada na região sudoeste do Jardim Kenrokuen e tem uma entrada direta para este jardim. Além disso, uma das características interessantes é o telhado do casarão, que foi construído sem apoios que pudessem atrapalhar a vista magnífica para o jardim Kenrokuen.

Com a recente inauguração do Hokuriku Shinkansen, o acesso à Kanazawa ficou mais fácil e rápido para muitos turistas e moradores de outras partes do Japão. Se antes o tempo de viagem levava acima de 4 horas, agora o trajeto pode ser feito em 2 horas e 30 minutos (partindo de Tóquio).

Já em Kanazawa, você pode pegar o Kanazawa Loop Bus (Jokamachi Kanazawa), um ônibus de excursão, colorido e kawaii que parte da estação de Kanazawa a cada 12 minutos e passa em todos os principais pontos turísticos da cidade. O bilhete pode ser adquirido na própria estação e custa 500 ienes.

Referências: Japan Guide

Quer Aprender Japonês?

2 Comentários

  1. Lincoln Aguiar

    Por isso e muito mais eu amo esse país.
    Arquitetura linda demais! <'

  2. Neide

    Fui passear em Kanazawa no sábado, o Kenrokuen é lindo em qualquer época do ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *