10 maneiras de aproveitar um dia chuvoso no Japão!


chuva japao

A maioria das pessoas procura fugir dos dias chuvosos no Japão, que costumeiramente ocorre nos meses de junho e julho. Sem dúvidas, o período chuvoso, chamado de tsuyu, que significa “chuva de ameixa” por coincidir com a época de amadurecimento das frutas, pode ter suas desvantagens e por este motivo é considerada uma época impopular para viajar ao país.

No entanto, com um planejamento criativo, o tsuyu pode ser um excelente ​​momento para viajar no Japão. Sem contar que as passagens aéreas tendem a ser mais baratas durante essa época do ano. Portanto, não deixe de forma alguma que o período de chuvas abale sua viagem ao Japão. A seguir, veja algumas dicas do que você pode fazer em dias chuvosos no Japão.

1. Caça às Hortênsias

Se você pensa que o Japão resume-se a apenas flores de cerejeiras (sakura), está muitíssimo enganado. Várias flores sazonais, como a hortênsia (ajisai), considerada o símbolo da estação das chuvas no Japão, estão no auge durante a estação chuvosa. Com suas flores roxas, azuis, rosas e brancas, estas belas flores iluminam os dias nublados e sombrios.

Existem muitos lugares onde você pode encontra-las, mas se quiser algumas sugestões, visite o Templo Meigetsuin e Hasedera, em Kamakura ou o Templo Mimuroto-ji, em Kyoto, também conhecido como o “Templo das flores” devido à sua variedade. Se você é um aficionado por estas flores, uma dica é visitar o Jardim Botânico de Kyoto, lar de 180 tipos de hortênsias.

Outra flor típica desse período é a íris (hana-shobu), abundantes em jardins e parques em todo o Japão. Essas flores necessitam da umidade para florescerem. Alguns lugares recomendados para vê-las são nos jardins do Santuário Meiji e Hamarikyu em Tóquio; Jardim Botânico Aquático Suigo Sawara em Chiba; e Lagoa Byakko no Santuário Heian em Kyoto.

2. Onsen (fontes termais)

Em dias chuvosos, não há nada melhor do que relaxar em uma fonte termal onsen ou até mesmo em uma casa de banho sento. Além de ser uma experiência única no Japão, você vai se sentir renovado, para dar continuidade aos seus passeios no Japão.

Alguns onsens famosos são Beppu, Kinosaki e Arima, no entanto, você encontrará onsens em qualquer lugar montanhoso no Japão. Sites como Onsen Tipster ou Nifty Onsen permitem que você pesquise onsen nas proximidades onde se encontra. Além disso, o Sento (banhos púbicos japoneses) também oferece uma experiência similar ao onsen. Vale a pena conhecer um.

Uma dica em Tóquio é o Odaiba Oedo Onsen Monogatari, uma espécie de complexo temático que remonta ao período Edo. O local possui uma grande variedade de fontes termais e além disso, os visitantes tem a oportunidade de usar yukata (quimono típico do verão). Dentro do complexo ainda há restaurantes com comidas locais e uma galeria comercial.

3. Atividades Indoor

O Japão está repleto de atividades indoor que você pode experimentar. Alguns exemplos são os parques aquáticos e aquários públicos. Outra sugestão são os Game Centers e parques indoor temáticos, como Sanrio Puroland, Namco Namja Town, Sega Akihabara, J-World e Joypolis. O Legoland em Nagoya também é uma ótima opção para quem está na região de Tokai.

Visitar museus também podem ser ótimas opções em um dia chuvoso. Em Tóquio podemos encontrar muitos deles como o Edo Museum, o National Art Center Museum e o Tokyo National Museum. Se é fã de anime e mangá, não deixe de conhecer o Ghibli Museum e o Toei Animation Gallery, em Tóquio e o Kyoto International Manga Museum, em Kyoto.

4. Visite jardins de templos e santuários

Se você não se incomodar de sair à rua mesmo com chuva, uma dica é visitar pontos turísticos que particularmente tornam-se atmosféricos em dias chuvosos ou nublados. Apreciar o musgo em jardins de templos e santuários tornou-se muito popular entre os japoneses. Um local recomendado para essa atividade é o Templo Saiho-ji (Kobedera) em Kyoto.

Esse templo com mais de 1.300 anos de idade, é envolto com pelo menos 120 tipos de musgo, criando uma atmosfera similar a que vemos em filmes dos Studios Gibli. No Japão, o musgo simboliza força e fragilidade, pois é forte o suficiente para cobrir todo o relevo, mas ao mesmo tempo é tão frágil que não se pode pisar nele sem danifica-lo na maioria das vezes.

Nikko, em Tochigi e Hakone em Kanagawa também são ótimos lugares para quem procura esse tipo de cenário. Em Iwate, por exemplo, a atmosfera nebulosa no Ichinoseki Michinoku Ajisai Garden é encantadora, assim como ao redor da ponte Kintai, em Yamaguchi. Se você é amante da fotografia, com certeza vai amar fotografar nesses locais nos dias nublados.

5. Vá para um karaokê

O Karaokê é uma atividade muito popular no Japão, podendo ser realizado sozinho como acompanhado por amigos. As salas privadas com isolamento acústico, estão disponíveis em vários tamanhos, de acordo com a quantidade de pessoas. Existem muitas redes de Karaokês no Japão sendo as mais famosas Karaoke-kan, Utahiroba, Big Echo, entre outros.

Se você não tem companhia ou tem vergonha de cantar na frente dos outros, preferindo praticar sozinho, você pode ir no 1kara (disponível em Tóquio e Osaka), que possui cabines individuais, especialmente voltados para aqueles que não querem dividir o microfone com ninguém.

6. Experimente VR (Realidade Virtual)

Um tipo de entretenimento que vem, nos últimos tempos, tornando-se popular no Japão é o VR (realidade virtual). Existem várias instalações onde você pode desfrutar de jogos impressionantemente reais e portanto pode ser uma ótima opção de lazer nos dias chuvoso.

Em Tóquio há muitas opções como o VR Zone Shinjuku, o VR Park Tokyo em Shibuya e o Zero Latency VR, em Tokyo Joypolis, em Odaiba. Instalações semelhantes podem ser encontradas no AEON Lake Town em Saitama, no Sega VR Area Abeno em Osaka, entre outros.

7. Aproveite para uma imersão na Cultura Japonesa

Por causa das Olimpíadas de 2020, o Japão não tem medido esforços para melhorar seu turismo receptivo. Por esta razão, nunca foi tão fácil participar de algumas das atividades mais tradicionais do país. Oficinas de origami, ikebana, caligrafia japonesa, cerimônia do chá são algumas delas. No entanto, lembre-se de agendar com antecedência.

Em Asakusa, em Tóquio é possível encontrar muitas dessas atividades. No Yumenoya Kimono Rental, por exemplo você tem a oportunidade de vestir-se como samurai, oiran ou gueixa, andar com esses trajes pelo templo Sensoji e participar de uma sessão de fotos. Sem dúvidas nenhuma, uma experiência incrível para os amantes da cultura japonesa.

8. Relaxe e divirta-se em Cafés Temáticos

O que não falta no Japão são cafés temáticos, especialmente nos grandes centros. Se você tem vontade de experimentar um Pet Cafe, por exemplo, um dia chuvoso pode ser um bom momento. Existe uma grande variedade de Pets Cafes, onde você poderá degustar um belo e delicioso café acariciando gatos, cães, coelhos, ouriços ou até mesmo corujas e cobras!

Já se você faz o estilo otaku, uma opção são os Mangas Cafes, chamados de Manga Kissa. Esses locais oferecem uma boa área de leitura e uma infinidade de mangás para ler à vontade. Caso prefira um lugar mais tranquilo, pegue um livro e relaxe em uma livraria Tsutaya.

9. Aproveite a chuva para fazer compras

No Japão há muitas lojas de departamento onde você pode passar algumas horas para se distrair e fazer compras. E um dia chuvoso é um bom momento para fazer isso. Em Tóquio, por exemplo, Roppongi é um ótimo bairro para compras, assim como Ginza e Harajuku. Outros lugares icônicos para compras são o Shibuya 109 e o Tokyu Plaza Omotesando.

Aproveite para fazer um tour gastronômico em um depachika, lojas de comida que costumam ficar no subsolo das lojas de departamento. Muitas dessas lojas oferecem amostras de alimentos e assim você pode experimentar muitos sabores diferentes. Não deixe também de experimentar as máquinas Purikura, cabines de fotos muito populares e divertidas.

10. Vá para o sul ou norte do país

Junho é um excelente mês para visitar os extremos do Japão, Okinawa e Hokkaido. Em Okinawa, por exemplo, é quente, mas não tão úmido em relação ao continente. Além do mais, o arquipélago ainda não e acometido pelos tufões em junho. Ou seja, é um bom momento para relaxar em suas areias brancas e navegar de caiaque em suas águas cristalinas.

Por outro lado, Hokkaido não tem estação chuvosa, e os tufões que atravessam o Japão geralmente enfraquecem antes de chegar o norte do país. Possui um clima agradável no verão, além de ser repleto de parques maravilhosos e campos floridos. Sua gastronomia e cultura são riquíssimas. Se isso não bastasse, junho é o mês das cervejarias e festivais em Hokkaido!

(Bônus) Não quer chuva? Faça um teru teru bozu!

Bom, mas se você curte realmente não fazer nada nos dias chuvosos, e almeja ansiosamente por um dia de sol, então a sugestão é fazer um Teru Teru Bozu. Trata-se de um boneco feito de papel ou tecido, de cor branca, fazendo alusão à careca de um monge budista. O boneco é pendurado do lado de fora da casa com a intenção de trazer bom tempo ensolarado.

No entanto, se a simpatia não funcionar, deve-se cortar a cabeça do boneco com um tesoura. Outro detalhe é que pendurarmos o Teru Teru Bōzu de cabeça para baixo, o pedido é o inverso, ou seja, ao invés de um dia de sol, teremos chuva no dia seguinte. Essa atividade é muito difundida entre as crianças japonesas, durante os meses de junho e julho.

Como vimos, há muitas coisas para fazer no Japão durante o período de chuvas. Basta uma boa dose de planejamento e criatividade. Espero que esse artigo possa ter lançado uma luz sobre o que você pode fazer nos dias de chuva em que estiver no Japão.

Quer Aprender Japonês?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *