Daimonji Gozan no Okuribi


Gozan no Okuribi

Gozan no Okuribi Daimonji, um belo festival noturno em Kyoto

Gozan no Okuribi Daimonji (大文字), é um Festival icônico que acontece em Kyoto no dia 16 de agosto e faz parte dos eventos Obon realizados na região em homenagem às almas daqueles que estão retornando ao mundo espiritual.

É um evento tradicional caracterizado por fogueiras gigantes, presentes em cada uma das cinco montanhas que cercam a cidade, nas quais três delas formam caracteres chineses que significam: “Daimonji”, “Hidari Daimonji” e “Mio-ho”.

As outras duas fogueiras possuem formas de barco e portão de santuário xintoísta, respectivamente, e são chamados de “Funagata” e “Toriigata”. Em Kyoto, Obon é de 13 a 16 de agosto, no entanto a data varia em diferentes regiões do Japão.

Origem do Gozan no Okuribi

As pessoas acreditam que as almas de seus antepassados vão voltar para suas casas durante este período e no último dia de Obon, eles fazem esse bonito ritual como forma de enviar as almas ao mundo espiritual. Ninguém sabe ao certo quando começou este festival, mas acredita-se que tenha raízes no século 13.

Uma das teorias sobre o Festival seria sobre os principais elementos que compõe o mundo: terra, água, vento, fogo. Através dessa teoria, acredita-se estar as raízes do Festival Daimonji, como uma forma de expressar a ideia de que nossos antepassados retornam a esses elementos durante o Obon.

Gozan no Okuribi, um festival para os espíritos

Outra teoria conta que, durante o período Muromachi, o Shogun Ashikaga Yoshimasa, que construiu o Ginkaku-ji (Pavilhão Prateado), criou o Okuribi, após um de seus filhos ter morrido prematuramente. Outros no entanto, acreditam que a tradição ocorreu como uma propagação do budismo durante o Período Muromachi.

Muitas famílias voluntárias ajudam na tarefa de dispor as fogueiras de maneira que elas criem o efeito luminoso dos caracteres. Esse trabalho voluntário é passado de geração para geração e as famílias gastam muitas horas anualmente para continuar mantendo “acesa” essa bela tradição.

O Festival começa às 8 da noite, que é quando a fogueira com o ideograma Dai 大, que significa “Grande” é acesa no Templo Kobo Taishido, no Monte Daimonji (大文字山), na cidade de Kinkakuji Okitayama.

Em seguida, duas fogueiras com os caracteres de “mio” e “ho”, compondo a palavra “Myo-ho” (妙 法), que significa “darma maravilhoso”, referindo-se aos ensinamentos budistas, são acesas no Monte Nishiyama e Higashiyama.

Em seguida, o símbolo do navio é aceso no Mt. Funayama em Nishi-Kamo. A proa deste barco, também conhecido como o “Navio Espírito”, representa o Paraíso Ocidental Budista da Terra Pura.

O toque de um sino em Saiho-ji é o sinal para acender esta fogueira. Uma dança tradicional budista conhecido como “Nenbutsu Rokusai” (Dança do Leão) é realizada no templo após as chamas se apagarem.

Gozan no Okuribi
O próximo é Hidari Daimonji (左大文字), que significa “letra grande esquerda”): Daihoku-san, Hidaridaimonji-san e por último, o símbolo torii (portão de entrada de um santuário) no Monte Manadarayama em Saga, ilustrado por 108 fogueiras, que segundo o budismo, fazem referência aos 108 desejos mundanos.

As quatro fogueiras são acesas em intervalos de cinco a dez minutos, e por volta das 8:30 da noite, todos os caracteres podem ser vistos acesos simultaneamente.

Gozan no Okuribi
O melhor local para ver o festival é do bairro Nakagyō (中京区), no centro da cidade. Muitos hotéis tem pacotes especiais para o Daimonji, onde se pode ver todas as cinco fogueiras. Outra grande opção é ir ao Rio Kamo, entre as ruas Sanjo e Imadegawa, pois deste local, há um vista privilegiada das cinco fogueiras.

As chamas ficam acesas por cerca de 30 minutos, onde é criada uma magnífica vista panorâmica, enquanto os monges budistas entoam sutras budistas em oração aos antepassados e pela paz no mundo. Há também o hanabi taikai, que é uma grande queima de fogos, além de outras atrações populares como o Tooro Nagashi nos rios da região e apresentações de danças e taiko nos templos.

Superstições do Gozan no Okuribi

* As tiras de madeiras utilizadas para queimar o fogo no ritual são chamados de Gomaki e nele as pessoas escrevem seus nomes, idade, doenças ou queixas em geral. Acredita-se que ao queimar o Gomaki, você estará protegido contra os infortúnios, pois ele seria como um talismã contra a má sorte e doenças.

* Outra superstição interessante diz-se que os seus desejos se tornam realidade se durante a queima, você inclinar um copo de saquê para que ele reflita o Okuribi na superfície de sua bebida. Diz-se também que você vai viver uma vida longa e saudável, livre de doenças.


* Alguns dizem que se você assistir ao Okuribi através de um buraco em uma berinjela, feito através de um corte, você não vai sofrer de doenças oculares.

* Dizem que se levantar cedo na manhã seguinte e enrolar as cinzas da madeira queimada em um papel japonês, conhecido como “Hoshogami“, amarrando-os juntos com uma fita de papel conhecido como “Mizuhiki” e pendurando-os em sua casa, ele se tornará um amuleto que protegerá sua casa contra os perigos.

* Há também uma lenda que diz que se você destilar a carvão e beber, o seu estômago vai ser curado e você estará protegido contra doenças gastro intestinais.

Cronograma do Festival Daimonji

1. Daimonji (大/grande): Monte Daimonji-yama/Higashi-yama, Nyoigatake às 20:00 h
2. Myō/Hō (妙 法/darma maravilhoso): Matsugasaki, Nishi-yama/Higashi-yama 20:10 h
3. Funagata (舟形 “forma de barco”): Nishigamo, Funa-yama 20:15 h
4. Hidari Daimonji (左大文字 “letra grande esquerda”): Daihoku-san, Hidaridaimonji-san às 20:15 h
5. Toriigata (鳥居形 “forma de torii”): Toriimoto, Mandara-san às 20:20

Localização do Festival Gozan no Okuribi

Fonte de pesquisa: Wikipédia e Kyoto Travel.

Vídeos do Daimonji Gozan no Okuribi


Link do vídeo


Link do vídeo

* Texto originalmente postado no dia 3 de Setembro de 2012

Quer Aprender Japonês?

7 Comentários

  1. Douglas

    Festival muito legal e bonito, pode ser visto mesmo estando longe, quero muito vê pessoalmente *o*

  2. Japão em Foco

    Oi Douglas!
    Também achei muito legal esse Festival Daimonji. Legal saber que o Japão ainda conserva tradições tão antigas como essa não é mesmo? Abraços!

  3. Pingback: Festival do Umbigo em Shibukawa | Curiosidades do Japão

  4. Rodrigo

    Deve ser muito bonito, e deve cobrir a cidade com uma energia diferente não é mesmo?

  5. Douglas Lima

    De fato, é um evento muito bonito. Mesmo que as nossas crenças sejam muito diferentes das deles, devemos levar em consideração a grande simbologia desses rituais, além de todas as histórias por trás deles. Muito bom o seu artigo, Silvia. Só fiquei pensando um pouco: eles derrubam muitas árvores pra realizar esse festival, não é mesmo?

  6. Japão em Foco

    Oi Rodrigo!
    Imagino que sim, pois é um festival bem diferente de muitos que ocorrem no Japão. 🙂

    Oi Douglas!
    Realmente, eu não havia pensado na questão das árvores. Com certeza para um ritual como esse, muitas delas são sacrificadas, o que é uma pena apesar de todo simbolismo que o ritual carrega! Muito boa a sua observação!

    Abraços! 🙂

  7. Irene Campos Godoy

    😛 Eu gostaria de receber alguma imagem da arte do Ishie.
    Obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *