Sanja Matsuri, um dos festivais mais populares de Tóquio

sanja matsuri

Sanja Matsuri, um dos festivais mais populares de Tóquio

O Sanja Matsuri (三社祭) é provavelmente um dos festivais mais antigos que acontece todos os anos durante o terceiro fim de semana em maio no bairro Asakusa, em Tóquio. Originalmente o festival surgiu para comemorar os três fundadores do Templo Sensoji, considerados deuses xintoístas (kami).

Segundo o Wikipédia, dois deles eram irmãos e pescadores chamados Hinokuma Hamanari e Hinokuma Takenari. No dia 17 de maio do ano de 628, os dois encontraram uma estatueta do Bodhisattva Kannon no Rio Sumida.

Sanja Matsuri Sanja Festival
Já o terceiro homem, seria um rico proprietário chamado Hajino Nakatomo, que ao saber sobre a descoberta, aproximou-se dos dois irmãos pescadores e converteu-os ao Budismo. Após esse episódio, os três homens passaram a dedicar suas vidas à fé budista e construíram o Templo Sensoji, onde deixaram a estátua de Kannon.

É popularmente conhecido como Asakusa Kannon e é considerado o templo mais antigo, mais sagrado e mais espetacular de Tóquio. Durante a Segunda Guerra Mundial, o templo foi acabou sendo destruído durante um bombardeio e após sua reconstrução, o templo acabou se tornando um símbolo da recuperação nacional.

Templo Sensoji Tokyo Asakusa Kannon

Sanja Matsuri, o Festival da Yakuza

Quase dois milhões de pessoas visitam Asakusa ao longo dos três dias do festival, tornando-se um dos três maiores festivais de Tóquio, juntamente com o Kanda Matsuri e o Sanno Matsuri. Uma das principais características desse festival é a presença maciça da Yakuza (integrantes da máfia japonesa).

Cerca de 100 mikoshi (santuários portáteis), desfilam pelas ruas de Asakusa para trazer sorte às empresas e moradores locais. Eles podem ter tamanhos variados e neles são simbolicamente colocados os três deuses xintoístas (kami). O mikoshi é carregado por vários participantes e é acompanhado por uma multidão.

Sanja Matsuri Sanja Festival

Confira outros festivais japoneses inusitados:
Naki Sumô (Nakizumo Festival)
• Namahage Festival (Para assustar as crianças)
Setsubun Festival (Para espantar os demônios)
Hadaka Festival (Festival dos homens nus)
Kanamara Matsuri (Festival da Fertilidade)
Shibukawa Heso Matsuri (Festival do Umbigo)

Os mikoshis menores são vistos durante todo o festival, enquanto que os três maiores aparecem somente no último dia do festival, ou seja, no domingo. Durante os dias do festival, Asakusa é embalado com muitas barracas de comida, jogos e foliões em meio a uma atmosfera animada de tambores japoneses e flautas. É praticamente uma espécie de “Carnaval japonês“. O festival atrai cerca de 2 milhões de visitantes.

Sanja Matsuri Sanja Festival
As festividades começam na sexta-feira à tarde com a Parada Daigyoretsu, um grande cortejo de sacerdotes, funcionários municipais, gueixas, músicos e dançarinos vestindo fantasias do Período Edo. Uma cerimônia xintoísta é realizada após o desfile, seguida de uma dança tradicional que, seguindo tradições antigas de mais de 700 anos, ora por prosperidade e colheitas abundantes.

Segundo o jornal Asahi Shinbun, alguns dos mikoshi que se apresentam durante o festival são controlados por grupos da Yakuza (me lembrou do carnaval no Rio de Janeiro, que dizem ser patrocinado pelos traficantes nas favelas).

Sanja Matsuri 2013
Alguns dos mikoshi podem pesar cerca de uma tonelada e custam em média 500 mil dólares (cerca de 40 milhões de ienes). A maior parte das pessoas que frequentam o festival são moradores de Tóquio e turistas. A rua que conduz ao templo Senso-ji (Rua Nakamise) tem centenas de barraquinhas de comida e lojas de souvenirs.

O Sanja matsuri que também é chamado de “Kannon Matsuri” e “Asakusa Matsuri”, acontecerá neste ano (2017), nos dias 19, 20 e 21 de maio. Se você tiver oportunidade, aproveite para conhecer! 🙂 Para quem quiser se aventurar mas não sabe como chegar em Asakusa, aqui está o mapa do evento.

Veja vídeos do Sanja Matsuri 


Link do Vídeo

Link do Vídeo

Fontes de pesquisa e de imagens:
Wikipédia e Japan Talk

Quer Aprender Japonês?

4 Comentários

  1. Douglas Bezerra

    Caso um dia eu conseguir ir/morar no japão quero participar do máximo de festivais que puder. O engraçado é que há uns 2 anos atrás eu já sabia que a cultura japonesa era rica, mas o meu interesse era voltado mais a mídia mesmo (anime, mangá, j-music, etc), porém o japão tem muito mais que isso a oferecer, da cultura a paisagem, tudo é perfeito.
    Abraços!

  2. Japão em Foco

    Oi Douglas!
    É por isso que eu resolvi criar este blog há alguns anos atrás. Justamente para mostrar outras facetas do Japão que não fossem apenas voltados para a cultura pop, mangá e afins. Eu curto muito a cultura japonesa e a oriental no todo, pois transmitem muitos ensinamentos interessantes que não são vistos em nenhuma outra cultura! Abraços!

  3. Pingback: 100 mil lâmpadas flutuando pelo Rio Sumida | Curiosidades do Japão

  4. Fiquei bem confuso com esse festival, como assim mafiosos, ou seja, bandidos desfilas pelas a ruas com a conivência do estado maior?

    Será que eles percebem máfia de uma diferente da nossa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *