11 fatos que você precisa saber sobre a gastronomia japonesa


Gastronomia Japonesa

11 fatos que você precisa saber sobre a gastronomia japonesa

Como é sabido, a culinária tradicional japonesa, conhecida como “Washoku”, é uma das mais famosas do mundo. Não é à toa que tenha entrado para a lista da Unesco como Patrimônio Imaterial Cultural. Entre suas principais características estão o requinte e a simplicidade, além de ser rodeada por muitas regras de etiqueta.

Confira alguns fatos interessantes a respeito dessa gastronomia tão única e especial, que a cada dia torna-se merecidamente reconhecida e admirada por pessoas do mundo inteiro.

1. Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade

Ao lado da culinária francesa, a culinária japonesa tradicional é uma das duas únicas tradições gastronômicas nacionais reconhecidas pela ONU devido à sua importância cultural. Foi uma forma de homenagear e preservar esta gastronomia milenar e tradicional tão diferente da gastronomia ocidental.

2. A simplicidade é a chave


A simplicidade é a chave para desvendar os segredos da culinária japonesa É interessante perceber a preocupação com os mínimos detalhes e o cuidado com a apresentação do prato. A culinária japonesa trabalha com ingredientes simples, porém de qualidade que lhe confere um sabor fresco e delicado.

3. Parece pouco, mas não é!

Uma das impressões que se tem de alguns pratos típicos japoneses é que a quantidade de comida é pouca. Ledo engano. As porções individuais são pequenas, mas somatizando todos os pratos da refeição, percebemos que trata-se de uma quantidade considerável, capaz de saciar a fome de qualquer pessoa.

Dentre os muitos acompanhamentos que adicionam diversidade à uma refeição completa estão o tsukemono (legumes em conserva), o missoshiru (sopa de missô) e o wasabi (tempero picante em pasta feito da planta wasabia japonica).

4. Tóquio tem alguns dos melhores restaurantes do mundo

O Guia Michelin é um guia turístico especializado em ranquear e premiar os melhores hotéis e restaurantes do mundo. O Guia Michelin classifica-os com estrelas (de 1 a 3) e 12 restaurantes que receberam três estrelas está na cidade de Tóquio, superando até mesmo a cidade de Paris, na França.

5. A culinária japonesa é uma arte

No Japão, os ingredientes sazonais são muito importantes para a composição e apresentação dos pratos.

Em cada uma das 4 estações do ano, surgem pratos especiais com sabores e cores que lembram a estação vigente.

Cada detalhe é muito importante e é por isso que a culinária japonesa é considerada uma verdadeira arte gastronômica.

Vale lembrar que no Japão, tem-se o costume de presentear pessoas com alimentos. Deste modo, podemos encontra-los em caixas, muito bem embalados para presente.

E o que dizer do wagashi, docinhos típicos japoneses? O design, aroma e sabor são tão únicos que parece até mentira que sejam de comer.

6. Uma profissão muito valorizada no Japão

No Japão, os chefs são muito respeitados, pois esta profissão requer muitos anos de dedicação. Muitos aprendizes trabalham em restaurantes por muitos anos até estarem aptos a manipular peixes e carnes. Mas a falta de experiência não os impede de ter bons salários, pois esta profissão é bastante valorizada.

7. Comida 100% vegetariana é difícil de ser encontrada

Como sabemos, legumes e vegetais estão muito presentes na culinária japonesa, muito mais até do que na culinária ocidental. Porém, não é tão fácil encontrar uma refeição que seja completamente vegetariana, exceto em restaurantes especializados, é claro. A maioria dos pratos tradicionais são cozidos com caldo de peixe ou incluem katsuobushi (flocos de peixe bonito).

8. A indústria de frutos do mar é gigantesca!

O Japão é uma ilha, principal razão dos peixes e frutos do mar serem a base da dieta japonesa. O Mercado Tsukiji, por exemplo é um bom lugar para termos ideia do quanto a indústria pesqueira no país é forte. É lá que acontecem os famosos leilões de atum e onde se reúnem os melhores chefs do Japão.

9. Arroz e soja, essenciais na culinária japonesa

Dentre muitos alimentos apreciados no Japão, muitos deles são feitos à partir do arroz e soja. O arroz branco é um item essencial para o preparo de sushi e onigiri. Com ele também é feito o saque (vinho de arroz), o mirin (vinagre de arroz), o sembei (biscoito de arroz), o mochi, bolinho de arroz socado, etc.

Da soja é feito o shoyu, molho de soja muito presente na culinária japonesa, missô, pasta de soja muito utilizada em diversas receitas japonesas como missoshiru (sopa de misso), miso lamen, entre outros. O natto (soja fermentada) é outro alimento à base de soja muito apreciada no Japão.

10. Chá verde, bebida milenar japonesa

Os japoneses são grandes bebedores de chá, especialmente do chá verde, presente em praticamente todas as refeições e servido gratuitamente em muitos restaurantes. Além de fazer parte das tradições culturais e milenares como o Chado (Cerimônia do Chá), é comprovado de que o chá verde contribui para a digestão e traz inúmeros outros benefícios para a saúde.

11. Comida de qualidade à um preço acessível

Claro que assim como em qualquer lugar, existem restaurantes sofisticados que cobram o “olho da cara”, mas no geral, pode-se comer muito bem no Japão sem gastar muito. Existe uma variedade muito grande de restaurantes para todos os gostos possíveis, mas os que chamam mais atenção são os especializados em um único prato. Isso proporciona qualidade e preço acessível para todos.

Quer Aprender Japonês?

5 Comentários

  1. Madalena T.G. Hirata

    Sou admiradora e respeito essa cultura milenar.Gosto e cultuo as curiosidades junto aos Meus netos .Atenciosamente Madalena

  2. parabéns pela postagem

  3. Alejandro Blanco

    Ola,
    A Dieta Mediterranea também e Patrimonio Inmaterial da Humanidade desde 16/11/2010

  4. wandinha batista

    Amo a Cultura japoneses

  5. Pingback: 10 Bentōs Populares no Japão | Curiosidades do Japão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *