Japonês forçado a trabalhar até obter 1000 retweets


Como sabemos, hoje em dia o Twitter é uma ferramenta importantíssima de comunicação e consagrou-se um fenômeno mundial onde os usuários podem compartilhar suas vidas cotidianas com os outros. Muitas empresas também aderiram a essa ferramenta para promover seus interesses.

É também uma forma de chamar atenção para si mesmo ou então por outras razões inacreditáveis e bizarras, como aconteceu com o site japonês de humor Omokoro quando conseguiu chegar a marca de 10 mil seguidores do twitter.

A fim de fazer uma experiência, o editor-chefe do site chamado Harajuku, chamou às 10 da noite, um dos escritores do site, Sebuyama, e deu-lhe um desafio: ficar no trabalho até você descobrir que tipos de tweets são os mais prováveis de serem retweetados pelas pessoas.

As regras do desafio são simples:

1. Usando sua conta pessoal no Twitter (2131 seguidores no momento), Sebuyama publicava um tweet sobre o que ele achava que poderia chamar a atenção dos internautas.
2. A experiência duraria até quando Sebuyama atingisse um total de 1000 ou mais retweets.
3. Para garantir a esperiência, os seguidores do twitter não poderiam ser informados do experimento até que o objetivo (1000 retweets) fosse alcançado.
4. Sebuyama foi proibido de deixar o escritório até o 1000 retweets fossem alcançados.

Como o tempo não estava a seu lado e ainda tendo que virar a noite no trampo, Sebuyama começou sua busca interminável para obter 1.000 RT e assim dar o relatório ao seu chefe sobre o experimento, compreendendo melhor o sistema do Twitter e assim saber que tipo de tweets são capazes de obter mais retweets.

Para conseguir o objetivo, o rapaz teve que ser criativo e tentar várias estratégias para garantir os 1000 retweets o mais rápido possível, já que ele teria compromissos no dia seguinte e não poderia sair do trabalho até que cumprisse seu trabalho. Um dos seus tweets bateu o recorde de 52 retweets, mas ainda estava muito longe do resultado esperado.

Por volta das 11:00 do dia seguinte, o Sebuyama já cansado e ainda distante de conseguir os mil retweets, teve a ideia de uma nova abordagem:

Ele postou no twiter o seguinte: “Eu vou ficar sem roupa e colocar prendedores no meu corpo igual ao número de vezes que esse tweet for reenviado e postarei uma foto online.”

Sebuyama enviou esta mensagem e cochilou por cerca de 2 horas e quando acordou, teve um resultado surpreendente: o tweet tinha sido reenviado 1815 vezes.

Para cumprir a promessa, e super feliz, por finalmente poder sair do escritório, Sebuyama cobriu seu corpo com prendedores (supostamente usando tudo o que podia encontrar no escritório) e postou as fotos online para todo mundo ver.

Depois de expor a experiência para seus seguidores, Sebuyama escreveu um relatório detalhado da experiência e postou no Omokoro, onde rapidamente ganhou a atenção dos usuários da rede em todo o Japão e ganhou ainda mais seguidores não só no Japão, como outros países da Ásia como Coreia.

A conclusão que ele chegou é que se você disser que vai fazer tal coisa, conforme a quantidade de retweets, este vai bombar loucamente. E a foto dele de cueca com os pregadores é hilária! Japonês sabe mesmo como pagar mico!

▼ Fonte: Omoroko

Quer Aprender Japonês?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *