Comida Japonesa: 10 regras de etiqueta pouco conhecidas!

10 regras de etiqueta pouco conhecidas na culinária japonesa

10 regras de etiqueta pouco conhecidas ao comer comida japonesa

Washoku (和食) se refere à culinária tradicional japonesa, que aliás está registrado como Patrimônio Cultural Intangível da Humanidade. Mas quem aprecia a comida japonesa, não precisa de uma declaração oficial para saber o quanto os pratos japoneses são deliciosos. Mas, o que muitas pessoas desconhecem, são algumas regras na hora de degusta-los.

Sim, no Japão existem regras de etiqueta na hora de comer. Alguns dos mais conhecidos por exemplo são: Não deixar os hashis cruzados em cima da tigela, não deixa-los em pé e muito menos passar o alimento de um hashi para outro, pois este é um costume associado a uma cerimônia de cremação. Mas existem outras regras que é bom você conhecer também.

Por exemplo, você já misturou wasabi e molho de soja para comer sushi? Se já, então você cometeu uma gafe. Algumas regras de etiqueta são desconhecidas para muitos estrangeiros que vivem no Japão, por isso não se sinta mal, se tiver cometido algum deles acidentalmente. Mas sempre é sempre bom aprender para elevar sua experiência gastronômica no país.

1) Não use sua mão para pegar alimentos que estão caindo

Muita gente faz, mas não é muito educado. O correto é usar o Tezara (手皿), que literalmente significa “prato de mão”. Isso vai evitar que caia respingos de comida na mesa ou na roupa.

2) Evite morder alimentos pela metade

Em geral, o correto é comer certos alimentos em uma só mordida pois é indelicado colocar alimentos mordidos de volta ao prato. O sushi por exemplo, normalmente é consumido assim. Detalhe: Os japoneses costumam cobrir a boca com a mão ao mastigar pedaços grandes.

3) Não misture wasabi no molho de soja

Muitas pessoas costumam fazer isso em restaurantes japoneses não só do Japão como em todo o mundo, mas não é apropriado. Em vez disso, coloque uma pequena quantidade de wasabi diretamente sobre o pedaço de sashimi e depois mergulhe o peixe no molho de soja.

4) Não deixe a tampa da tigela de cabeça pra baixo

Se você fizer isso, pode indicar que já terminou a refeição, apesar de também não ser o correto. Ao deixa-la invertida, a tampa pode sofrer danos e arranhões, por isto não é recomendável. Ao terminar de comer, coloque a tampa sobre a tigela, da mesma forma como veio.

5) Não coloque as conchas de mariscos em um prato separado

Ao degustar mariscos ou outros crustáceos, muitas pessoas tendem a colocar as conchas vazias na tampa da tigela ou em um prato separado. Isso é, na verdade, considerado grosseiro e deve ser evitado. O correto é deixar as conchas na mesma tigela em que foi servida.

6) Não segure seus pauzinhos antes de pegar sua tigela

Ao comer uma refeição japonesa, primeiro você deve pegar a tigela ou recipiente que você vai comer e depois pegar seus pauzinhos. Para isso, deve-se colocar os pauzinhos com a ponta virada para esquerda sobre o hashioki, um suporte próprio para colocar o hashi quando não está em uso. Após pegar a tigela, daí sim poderá pegar o hashi novamente.

7) Não toque na comida com o hashi se não vai come-la

Tocar os alimentos com o seu próprio hashi quando não se tem certeza se vai come-los não é apropriado e tem até um nome pra isso: mayoibashi (迷い箸), que significa literalmente “pauzinhos hesitantes”. Empurrar os alimentos com seu próprio hashi também tem um nome: sorabashi (空箸), ou “pauzinhos vazios”, e também deve ser evitado.

Também é importante fazer uma pausa entre um acompanhamento e outro e comer um pouco de arroz. Se você não fizer isso, estará cometendo uma gafe que é chamada no Japão de utsuribashi (移り箸), que significa literalmente “pauzinhos de transição.”

8) Não deixe seus pauzinhos na parte superior da tigela

Isso pode ser entendido que você terminou a refeição; e mesmo assim não é o correto a se fazer já que o hashi deve estar apoiado no hashioki (箸置き). Caso não tenha um disponível, insira o hashi na sua própria embalagem de papel. Se tiver jogado a embalagem fora, então coloque seus pauzinhos ao lado de uma bandeja ou outro objeto semelhante na mesa.

9) Não use a extremidade oposta de seus pauzinhos

Tome cuidado na hora de usar o hashi. Use sempre a extremidade correta para pegar os alimentos pois a outra extremidade é onde fica em contato com os dedos, e portanto não é apropriado e nem higiênico pegar comida com essa parte do hashi. Se isso acontecer acidentalmente, você pode chamar o garçom e solicitar um par de hashi extra.

10) Não levante o alimento acima da sua boca

Muitas pessoas levantam o alimento na altura dos olhos, no entanto, segundo a etiqueta japonesa, jamais devemos levantar a comida acima da nossa boca.

11. (Bônus) Não misture o arroz com os acompanhamentos

Não sei se você percebeu, mas é comum os acompanhamentos virem todos separadinhos no Japão. A estética e aparência dos pratos são muito importantes na cozinha japonesa, portanto dificilmente você verá um japonês misturar comida no prato. Isso é considerado rude na maioria das vezes, mesmo se tratando de pratos quentes como Gyudon ou Kare Raisu.

Nós (brasileiros), temos esse costume de misturar arroz com feijão ou com algum outro acompanhamento. Já no Japão, o arroz é sagrado e dificilmente estará misturado (exceto em pratos tais como chahan ou yakimeshi). Bem, essas foram algumas regras da etiqueta japonesa relacionadas à comida. Conhecia essas regras? Deixe seu comentário abaixo 🙂

Fonte: Rocket News 24

Quer Aprender Japonês?

5 Comentários

  1. Regina Suzuki

    Muito util!

  2. Aparecida B. M. Sanada

    Amo o Japão e sua cultura, e toda informação é preciosa! Obrigado

  3. Marly Nanci

    É sempre bom aprender sobre esse país maravilhoso e seu povo tão civilizado.
    Quem sabe ainda uso essas dicas lá….

  4. Angela Sabti

    Todo um manual de boas maneiras à mesa!
    Sim, foi muito útil. Devemos respeitar os costumes dos outros para que sejam respeitados os nossos.

  5. Angela Santi

    Sim, foi muito útil, visto que adoro comida japonesa e costumo frequentar restaurantes especializados, onde também vão japoneses que sabem comer com toda etiqueta. Todos merecem que se lhes respeite os costumes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *