11 de setembro – 6 meses após o terremoto

11 de setembro – 6 meses após o terremoto
Dia 11 de setembro, o mundo homenageou o 10º aniversário do atentado às torres gêmeas em Nova York, nos Estados Unidos, onde quase 3 mil pessoas perderam suas vidas. Mas domingo tinha outro significado para o Japão.

São seis meses após o terremoto e tsunami de 11 de março, uma data agora enraizada na consciência nacional do país. Além de milhares de mortos (cerca de 23 mil), o terremoto de 9 graus, ainda rendeu graves problemas nucleares em Fukushima.

O país ainda está se reconstruindo, muitas pessoas ainda se encontram em alojamentos. Muitos perderam suas casas no tsunami, outras tiveram que evacuar a casa porque moravam perto da área de maior radiação.

O motivo, não importa. O que importa mesmo, é que mesmo com toda dor e sofrimento, eles seguem fortes e guerreiros. Realmente é um povo que nos inspira e nos dá uma verdadeira aula de luta, de solidariedade e de sobrevivência.

A grande coincidência nisso tudo, é que assim como Nova York, na região do tsunami, também tinha uma pequena réplica da Estátua da Liberdade:

Uma réplica da Estátua da Liberdade, em uma área destruída pelo terremoto e tsunami de 11 de março e tsunami em Ishinomaki, Miyagi. A foto foi tirada em 04 de abril de 2011 (antes), e a mesma cena em 10 de setembro de 2011.

Veja mais fotos onde se tem a comparação do cenário na época do terremoto e o mesmo cenário, nos dias atuais:


Antes e depois em Kesennuma, Miyagi. A primeira foto tirada no dia do terremoto e a segunda 6 meses depois, no dia 10 de setembro de 2011.


Antes e depois de uma área da cidade de Iwaki em Fukushima, em chamas em 11 de março de 2011 (antes), após 6 meses do desastre (segunda foto tirada em 07 de setembro de 2011).


Antes e depois de uma área devastada de Kesennuma em 17 de março de 2011 e a outra em 12 de agosto de 2011.


O mesmo cenário, a primeira foto tirada em Rikuzentakata, norte do Japão no 13 de março de 2011 (antes), e a segunda em 09 de setembro de 2011, cerca de seis meses após o desastre.


Katsuju Okata segura uma foto de seu restaurante tiradas antes de ser destruída pelo terremoto de 11 de março e tsunami. Ele está parado bem em frente do que restou da estrutura, em Ishinomaki, Miyagi no 11 dia de setembro de 2011.

Kanako Abe, moradora de Tóquio, reza por vítimas do terremoto de 11 de marco e tsunami em uma área devastada em Otsuchicho, ao norte do Japão em 13 de agosto de 2011, durante a cerimônia budista Obon. Em Otsuchicho, mais de 1.400 foram mortos ou desaparecidos devido ao desastre de Março.


Carros coletados em um lote em Rikuzentakata, cidade de Iwate, em 07 de setembro de 2011.


Pessoas participam do memorial para as vítimas do terremoto de 11 de março e tsunami na cidade de Minamisanriku, província de Miyagi no dia 11 setembro de 2011.


Wakana Kumagai, 6 anos, sorri para a câmera. Atrás dela podemos ver o retrato e uma urna contendo as cinzas de seu pai Kazuyuki, que foi morto pelo tsunami 11 de março, em Higashi-Matsushima, província de Miyagi, em 11 de setembro de 2011. Na hora do tsunami, a mãe de Wakana, Yoshiko foi levar a filha à escola, justamente onde é o abrigo onde as duas estão alojadas. Kazuyuki estava em casa e seu corpo foi encontrado 4 dias depois do tsunami.

Quer Aprender Japonês?

5 Comentários

  1. Pingback: Japão planta girassóis para reduzir os níveis de radiação do solo | Dicas Brasil Japão

  2. Pingback: Governo japones oferecerá 10 mil passagens para estrangeiros | Cultura e Curiosidades do Japão

  3. suzane

    🙁 da muita dó dos japoneses por causa di 🙁 ➡ sso ….coitados..

  4. Milton Takehana

    Meus sentimentos com o povo de Fukushima.

  5. Milton Takehana

    わかなちあん しかりして おかあちあの みてください ありがとうございます

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *