Filme Okuribito – A partida


okuribito

Filme japonês Okuribito – “A partida”

Já assistiram ao filme japonês “Okuribito”, que tem como título em português de “A Partida”? Ele ganhou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2009 e conta com vários atores maravilhosos como Masahiro Motoki, que interpreta Daigo Kobayashi, Ryoko Hirosue interpretando Mika, sua esposa e Tsutomu Yamazaki interpretando seu chefe, Ikuei Sasaki.

Tempos atrás eu assisti e achei simplesmente maravilhoso, de uma sensibilidade incrível. Ele toca em um tema muito delicado: a morte, cujo tema nos traz muito desconforto e insegurança e que também é um dos pilares de inúmeras religiões.

No filme esse tema é tratado com dignidade e muito respeito, através de um ritual budista, que tem como objetivo, preparar o morto e também seus familiares para a partida do ente querido.

A abordagem que o filme Okuribito faz sobre este tema é bastante reveladora, pois nos faz entender com outros olhos, a transição da vida para a morte.

Percebemos que, além da dor e sofrimento, também é possível ver arte e beleza durante essa passagem espiritual, desempenhada pelo “Nokanshi”.

Além disso, há outros bons motivos para assistir ao filme, que além do seu ótimo enredo, tem partes engraçadas, apesar de abordar um tema sério e delicado que é a morte.

Outro detalhe é a trilha sonora extraordinária, explicitados através de solos de violoncelo do protagonista, o que acrescenta e muito ao filme, dirigido pelo diretor Yojiro Takita e o roteirista Kundo Koyama. Veja o trailler:

Segue a resenha do Filme Okuribito

Conta a história de um jovem violoncelista, que ao se ver desempregado da orquestra em que atua em Tóquio, vende o seu amado e caro instrumento e decide retornar, com sua esposa Mika, à sua terra natal na província de Yamagata, abandonando a sua carreira de celista.

Lá ele inicia a sua busca por um novo emprego, quando de repente, vê um anúncio em um jornal que chama sua atenção, devido à alta remuneração. Sem entender direito que emprego era aquele (ele achava se tratar de uma agência de viagens), Daigo parte para a entrevista com o dono do estabelecimento.

Assim, ele descobre que o emprego anunciado era de “Nokanshi”, uma espécie de agente funerário, (porém muito mais complexo), responsável por preparar o corpo antes da cremação, colocá-lo no caixão e enviar a pessoa que morreu para o outro mundo, agindo como um guardião entre a vida e a morte.

Para a maioria das pessoas, esse tipo de serviço de “lidar com os mortos” é considerado repulsivo e por causa disso, ele guarda segredo até que em determinado momento é descoberto, o que o faz ser desprezado por sua esposa e amigos. Porém é através deste emprego, que Daigo começa a descobrir o verdadeiro sentido da vida.

Se você ficou curioso para assistir ao filme, abaixo está o filme completo que encontrei no YouTube, porém está dublado (tem pessoas que preferem legendado).

Se você já assistiu, não deixe de comentar sobre as suas impressões sobre o filme. Pra variar, eu chorei no final hehe! :cry::oops:;-)

Filme completo Okuribito – A partida (dublado)

Quer Aprender Japonês?

10 Comentários

  1. Douglas

    Irei dá uma procurada para baixar e depois vê nesse fim de semana ^_^

  2. Japão em Foco

    Oi Douglas!
    Eu achei o filme legal, espero que você curta também… só aviso que que ele não é um filme de muita ação, portanto algumas pessoas podem achá-lo parado. Mas eu particularmente adorei, especialmente pela mensagem que ele nos traz e também por conhecer mais sobre o trabalho dos “Nokanshi”. Caso você assista, não deixe de colocar aqui suas impressões sobre o filme.
    Abraços!

  3. Lari

    Agora que vi que o link está ali em cima, no post… 🙄 haha ^^;

  4. Japão em Foco

    Oi Lari!
    Realmente esse filme é maravilhoso! Muito tocante…
    Abraços!

  5. Pingback: Túmulos high tech usa códigos QR | Curiosidades do Japão

  6. Pingback: Funeral e Cremação no Japão | Curiosidades do Japão

  7. Mile

    adorei esse filme, pois ele é de uma sensibilidade apaixonante… Além do ator principal e seu chefe formarem uma dupla maravilhosa… Recomendo para quem gosta da cultura japonesa, para aqueles q gostam de filmes que transmitem mensagens p usarmos em nossas vidas …

  8. Celia Tomie Motoki

    Eu assisti muito.delicado singelo, curioso é o sobrenome do ator o mesmo de meu marido e filhos MOTOKI

  9. luis francisco silvestre de castro

    A Partida é um filme sensível, onde a preparação do corpo material l é tratado com muito respeito. Valores e preconceitos nos faz sentir melhores que os outros e ali o Diretor nos permite fazer reflexões profundas. Por diversas vezes o assisti e o recomendei á uma amiga que trabalha em uma empresa funerária. Os proprietários e funcionários assistiram ao filme para entender melhor o seu trabalho e dar uma assistência mais digna aos familiares quando perdem um ente querido, assim como a pessoa falecida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *