Yasuke: O lendário samurai africano que serviu Oda Nobunaga no século 16


A incrível história do imigrante africano que se tornou um dos mais respeitados samurais no Japão no século 16

Quase 500 anos atrás, um homem alto e africano chegou ao Japão. Ele se tornaria o primeiro estrangeiro a alcançar o status de guerreiro samurai.

Apesar da casta samurai parecer ser algo exclusivamente japonesa, a verdade é que nada impedia que essa honraria fosse concedida a estrangeiros. O holandês Jan Joosten van Lodensteyn e o inglês William Addams, parceiros de navio, ganharam em 1600 o privilégio de carregar katanas e lutar ao lado dos guerreiros japoneses.

No entanto, 21 anos antes, um africano chamado Yasuke já havia conseguido essa inacreditável proeza, embora não estivesse no Japão por vontade própria. Yasuke nasceu entre 1555 e 1566, e é provável que tenha sido um macua, povo originário de Moçambique. Mas há historiadores que acreditam que ele era da Angola ou da Etiópia.

Seu nome também é um mistério: Pode ter vindo Yao + suke – os yaos são um povo bantu de Moçambique e suke, um sufixo japonês masculino. Ou talvez Isaque, um nome cristão dado por seus mestres europeus, ou seu nome mesmo, se ele fosse um cristão etíope.

Yasuke samurai“Sua altura era de 6 shaku 2 sol (aproximadamente 1,88m). Ele era negro e sua pele era como carvão”. Foi assim que um colega samurai, Matsudaira Ietada, descreveu-o em um diário de 1579.

Seja como for, Yasuke chegou no Japão em 1579 em uma excursão de inspeção como assistente do jesuíta italiano Alessandro Valignano. Yasuke não era o único africano a estar no Japão neste período. Muito pelo contrário – muitos deles estavam no país a serviço de empregadores japoneses e europeus, assim como trabalhadores independentes do Japão.

A pele negra e o porte físico eram algo que chamava a atenção dos japoneses, entre eles, Oda Nobunaga, que de imediato, ficou impressionado com a altura de Yasuke (1,88m) – um gigante comparado a média dos japoneses da época, com a altura média de 1,57m.

Com tantos atributos que levavam Yasuke a se destacar sobre a maioria dos japoneses no século 16, rapidamente Oda Nobunaga o recrutou como seu guarda-costas.

Quando se tornou samurai em 1581, trabalhou como guarda do castelo de Nobunaga. A lenda de Yasuke logo se espalhou, como a de um gigante guerreiro indestrutível, com a força de dez homens. Carregava duas espadas e aprendeu a falar japonês fluentemente.

Nobunaga gostava de Yasuke e o tratava como família – o africano estava entre um grupo muito seleto de pessoas autorizadas a jantar com ele. Quando Nobunaga concedeu o posto de samurai a Yasuke, a ideia de um guerreiro que não fosse japonês era algo inédito.

Oda Nobunaga havia, a essa altura, não só unificado meio Japão como conquistado a neutralidade da maioria do que restava. Porém, havia três grandes clãs rivais – Hojo, Chosokabe e Shimazu – que se opunham abertamente ao seu domínio.

Yasuke samuraiA lenda de Yasuke logo se espalhou, como a de um gigante guerreiro indestrutível, com a força de dez homens.

A queda de Nobunaga Oda

Nobunaga era um grande fã das artes marciais e passava muito tempo praticando exercícios. Ele também era uma pessoa excêntrica, que, segundo Webb, usava roupas de estilo ocidental e procurava a companhia de pessoas altamente disciplinadas e inteligentes.

Nobunaga era um apaixonado por Noh Drama – uma forma de drama musical japonês clássico. Também é amplamente divulgado que ele era um patrono das artes. Como primeiro samurai estrangeiro, Yasuke participou de várias batalhas importantes ao lado do daimyo.

Foi quando veio o golpe. Em 21 de junho de 1582, o general Akechi Mitsuhide se voltou contra seu mestre, mandando um exército contra suas guarda pessoal no templo Honno-ji. Como a vitória era impossível, Nobunaga cometeu seppuku – ritual de suicídio.

Yasuke samurai Em um ano, Yasuke havia se juntado aos escalões superiores da classe guerreira japonesa, os samurais. Em pouco tempo, ele falava japonês fluentemente e cavalgava ao lado de Nobunaga em batalhas.

Antes de se matar, ele pediu a Yasuke para decapitá-lo e levar sua cabeça e a espada ao filho, segundo o historiador Thomas Lockley. Foi um sinal de grande confiança.

Yasuke se juntou ao filho de Nobunaga, Oda Nobutada. Ele lutou ao lado das forças do herdeiro por pouco tempo, pois o daimiô não passaria do fim do dia, sendo forçado a se matar.

Yasuke, sem ter para onde ir, propôs se juntar ao lado inimigo. Ao invés de cometer o suicídio de honra, ele seguiu o costume ocidental e ofereceu a sua espada ao general Mitsuhide. Foi esnobado pelo general, que o chamou de “fera que não sabia nada“.

Não se sabe a razão do general não ter matado Yasuke. Nessa época, os negros eram muito admirados no Japão, tendo inclusive Buda sido frequentemente retratado como negro em templos japoneses. Talvez Akechi não quisesse ofender os Jesuítas, buscando apoio de todos os amigos que pudesse ter neste momento de grande turbulência política.

De qualquer maneira, Yasuke se deu bem, uma vez que o xogunato de Mitsuhide durou apenas 13 dias. Ele morreria em condições misteriosas em junho, assassinado na estrada. O poder passaria a outro general de Nobunaga, Toyotomi Hideyoshi, que unificaria o Japão. Quanto a Yasuke, ao que parece, voltou a servir os jesuítas. E nada mais se ouviu dele.

Yasuke na Cultura Pop

Yasuke - Kuro-suke

Embora seu destino e os últimos anos de sua vida permaneçam desconhecidos, Yasuke viveu na imaginação de muitos japoneses que cresceram com o livro infantil premiado Kuro-suke “くろ助” (kuro que significa “negro” em japonês), escrito por Kurusu Yoshio.

O livro, ilustrado por Genjirou Minoda foi publicado em 1943. Esse romance apresenta versão fictícia da história de Yasuke e seu relacionamento com Oda Nobunaga. Após a morte de Nobunaga, o livro menciona que Kuro-suke (Yasuke) é levado para um templo onde sonha com seus pais na África e chora. Apareceu também em vários filmes e dramas sobre Oda.

Outros exemplos: Um dos protagonistas do Vídeo Jogo para PlayStation 2, Neo Contra, o samurai Genbei “Jaguar” Yagyu, é inspirado em Yasuke. Além deste, o lendário afro-samurai também é um personagem de destaque no jogo Nioh da Koei Tecmo.

No mangá Hyouge Mono (2005-2017) de Yoshihiro Yamada, publicado na revista seinen Weekly Morning, Yasuke testemunha o assassinato de Oda Nobunaga.

Em outubro de 2016, durante o desfile da marca Lab Fantasma durante a São Paulo Fashion Week, o rapper Emicida se inspirou em Yasuke na coleção e na trilha sonora, mas a canção “Yasuke (Bendito, Louvado Seja)” só seria lançada como single em fevereiro de 2017.

Em março de 2017, foi anunciado que a Lionsgate Films e Michael De Luca produzirão um filme baseado em Yasuke escrito por Gregory Widen. Em maio de 2019, o ator Chadwick Boseman protagonista de Pantera Negra, foi escalado para estrelar o filme.

Em setembro de 2018, a Netflix e o estúdio japonês MAPPA anunciaram uma série animada de Yasuke, dirigida por LeSean Thomas. Já os cineastas Floyd Webb e Deborah DeSnoo também estão trabalhando em um documentário sobre o lendário afro-samurai. Quase 500 anos depois, sua trajetória incomum para a época continua a admirar e inspirar as pessoas.

Muito incrível a história de Yasuke não acha? 🙂 Já conhecia a história do primeiro samurai estrangeiro? Deixe sua opinião e comentários sobre o assunto.

Fontes: aventurasnahistoria.uol.com.br, bbc.com, Wikipedia

Quer Aprender Japonês?

5 Comentários

  1. Carlos

    Legal, não conhecia esta história, somente o mangá (e o anime) Afro Samurai de Takashi Okazaki.

  2. Pingback: Como as espadas e armaduras samurais evoluíram com o tempo? | Curiosidades do Japão

  3. Eu não sei como vim parar aqui, mas cara, que história incrível!!!!!! Adorei e bebi cada parágrafo do texto. Parabéns!

  4. Vanuza Maria lima

    Muito interessante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *